Você sabe o que é Arrefecimento?

imagem de sistema de arrefecimento de um carro

Você sabe o que é Arrefecimento?

15/07/2019

Você sabe o que é arrefecimento? Conhece o funcionamento do sistema de arrefecimento do seu carro? Neste texto você vai entender um pouquinho mais sobre esta palavra complicada de se falar.

Arrefecimento do motor

Muito se sabe sobre o motor dos veículos. Mas talvez algumas pessoas nunca pensaram nele desta forma que descreveremos a seguir.

O motor do carro nada mais é do que um dispositivo que converte a energia química contida no combustível em energia mecânica, para o movimento das rodas.  Já havia pensado desta forma?

No entanto, nem toda a energia do combustível é convertida em energia mecânica. Uma parte é transformada em energia térmica (calor).

Por isso, é preciso resfriar o motor de alguma maneira, para que ele não esquente demais.

O arrefecimento é justamente esse resfriamento. Todo veículo possui um sistema de arrefecimento para retirar calor do motor, mantendo-o à temperatura ideal para funcionar.

Refrigeração 

O arrefecimento do motor é feito usando um fluido composto por água destilada misturada a um aditivo para radiador.

A função do aditivo é impedir que a água congele ou entre em ebulição. Isso é necessário porque a temperatura do motor fica acima de 100 ˚C. 

Antigamente, esse fluido circulava em um sistema aberto, de maneira que ele ia evaporando com o passar do tempo.

Por causa disso, de tempos em tempos, era preciso adicionar água ao radiador do sistema de arrefecimento.

Atualmente, porém, o fluido circula em um circuito fechado, o que dificulta sua evaporação. Por  isso, não é necessário adicionar fluido ao circuito frequentemente. 

O percurso do fluido no sistema de arrefecimento

A circulação do fluido composto por água e aditivo é feita por uma bomba d’água. É ela que “empurra” o fluido pelas mangueiras que fazem parte do circuito de arrefecimento.

Nesse percurso, o fluido passa pelo motor do veículo, fazendo algumas trocas térmicas.

Isso significa que parte do calor do motor passa para o fluido no interior das mangueiras. Com isso, o motor é resfriado de modo que sua temperatura diminui, enquanto a do fluido aumenta.

Resfriando o fluido novamente: o radiador

Como agora o fluido está quente, é hora de resfriá-lo. Caso isso não ocorra, ele não conseguirá mais absorver calor do motor, e perderá sua utilidade.

O dispositivo que tem a função de resfriar o fluido é o radiador do carro. O radiador possui em seu interior muitos tubos e canais para a passagem do fluido de arrefecimento. 

Esses tubos são dispostos de maneira que o ar possa passar entre eles. Assim, o fluido no interior dos tubos cede calor para o ar e se resfria novamente. A ventoinha auxilia nesse processo, atuando de maneira similar a um ventilador.

Uma vez resfriado novamente, o fluido de arrefecimento está pronto para recomeçar o ciclo. Ou seja, ser bombeado para o motor e retirar calor dele e de outros componentes do veículo.

A válvula termostática

O dispositivo que comanda o processo de arrefecimento é a válvula termostática.

Essa válvula recebe informações sobre a temperatura do motor enviada por um sensor de temperatura. Aí então ela atua conforme o valor registrado.

Se a temperatura do motor estiver alta, a válvula termostática libera o fluxo do fluido de arrefecimento pelo circuito, para refrigerar o motor.

Quando a temperatura do motor cai, a válvula termostática interrompe a circulação do fluido.

Manutenção

Se o sistema de arrefecimento estiver com defeito, o motor pode sofrer danos severos, ou até mesmo fundir.

Por isso, não deixe de fazer a manutenção preventiva, e de trocar o fluido de arrefecimento quando for necessário.

Não esqueça também de fazer um seguro auto. Rodar tranquilo é o que importa.

 

Última atualização em 15/07/2019