Cancelar Seguro Residencial para economizar durante a crise: vale a pena?

Imagem de cofrinho para texto sobre cancelar seguro residencial para economizar

Cancelar Seguro Residencial para economizar durante a crise: vale a pena?

17/06/2020

Optar por cancelar o seguro residencial pode ser uma boa alternativa para poupar dinheiro em tempos de crise, certo? Nem sempre. 

No momento em que as finanças apertam, sempre é válido pensar em formas de equilibrar o orçamento. Cortar gastos supérfluos ou adiar situações de endividamentos são as primeiras atitudes que passam pela nossa cabeça. 

Só que quando o assunto é seguro, optar por cancelar pode trazer mais gastos do que a chance de poupar aquela graninha.

Isso porque quando você decide ficar sem ele, automaticamente, assume o risco de arcar financeiramente com os imprevistos que possam vir a acontecer.

Então, será que vale a pena economizar o valor do seguro e correr este risco?

Quanto custa manter o seguro da sua casa e quanto você precisaria desembolsar para pagar por alguma situação inesperada?

Vamos saber agora!

Cotação online de Seguro Residencial

O que cortar primeiro em uma crise?

Se você está lendo este texto, provavelmente, está procurando uma forma de colocar as finanças em dia nesse momento de crise. 

É, claro que a primeira coisa a pensar é cortar os gastos desnecessários. É hora de colocar tudo na ponta do lápis e ganhar margem para qualquer manobra. E foi aí que você se deparou com o pagamento das parcelas do seu seguro residencial. 

Neste momento bateu uma dúvida cruel: “Se eu cancelar a apólice, posso poupar o dinheiro da mensalidade do seguro ou, até mesmo usá-lo em alguma outra situação mais urgente no futuro? Vai que eu precise desse dinheiro”. 

Se este foi o primeiro pensamento que passou pela sua cabeça, fique tranquilo! É comum avaliarmos todas as possibilidades que estão ao nosso alcance na hora de organizar a vida financeira

Mas, antes de qualquer decisão sobre cancelar seguro residencial, vamos relembrar porque você fez essa proteção para a sua casa ou apartamento:

Seguro Residencial é mesmo importante? 

Todo seguro residencial começa a partir de uma cobertura básica que protege seu imóvel em situações como:

  • Danos decorrentes de incêndios;
  • Queda de raios;
  • Explosão causada por gás de uso doméstico;
  • Desmoronamento;
  • Impossibilidade de proteção ou remoção de pessoas do imóvel;
  • Despesas de combate ao fogo e desentulho do local do acidente.

Para esta cobertura, há três opções de contratação: 

  • Cobertura para o prédio: que cobre os danos que são causados à edificação, recompondo prejuízos com a reconstrução do imóvel;
  • Conteúdo: que cobre o que está dentro do imóvel como móveis, aparelhos eletrodomésticos, entre outros itens;
  • Cobertura para o prédio + conteúdo: combina as duas coberturas.

E pode ser que você, também, tenha contratado no seu seguro residencial algumas coberturas adicionais que irão proteger o seu imóvel em situações entre as quais:

Até que ponto vale a pena manter o Seguro Residencial? 

Se o seu imóvel está coberto somente nestas situações básicas que citamos acima, já significa bastante coisa. Afinal, qual seria o seu gasto caso acontecesse algum imprevisto que exigisse a reconstrução da edificação?

Para saber, esse valor é determinado por você no momento em que contrata o seguro. 

Vamos imaginar que sua casa esteja segurada em 200 mil reais. Ficando sem seguro, você deverá estar pronto para arcar financeiramente com as consequências de imprevistos nessa ordem de valor. 

Bom, só até aqui, já foi possível fazer algumas contas rápidas e ver que cancelar o seguro residencial pode dar mais dor de cabeça que alívio para o bolso. 

Custa caro se eu não cancelar Seguro Residencial?

Se colocar tudo na ponta do lápis, o valor do seguro residencial não é caro. Geralmente, não passa de 0,4% do valor do imóvel e em alguns casos podem chegar a 1%, mas somente quando há contratação de coberturas especiais

No caso de um imóvel de 500 mil reais, o seguro ficaria em média R$ 800,00, atingindo o valor máximo de R$ 2.000. 

Esses valores podem ser parcelados de acordo com cada seguradora. Ou seja, por um pouquinho a cada mês, você fica livre de transtornos que poderiam ser bem maiores para o seu orçamento. 

Um valor baixo para proteger o seu lar, não concorda?

+ Conheça o seguro residencial Porto Seguro.

+ Saiba como funciona o seguro Tokio Marine

Moro de aluguel, vale a pena ter seguro?

Além disso, para quem mora de aluguel, é importante saber que o seguro do condomínio cobre apenas a infraestrutura do prédio. 

A parte interna do imóvel ficará sem proteção em caso de algum sinistro (evento coberto pela apólice). Por isso, é importante manter os seus pertences no interior da casa ou apartamento seguros

O Seguro Residencial só vale a pena em caso de um grande problema?

A resposta é não! A verdade é que o seguro residencial é um investimento que ajuda e muito na hora de um problema sério. Mas não é só isso. O seguro pode te ajudar a economizar ainda mais com serviços de assistência 24 horas. 

A maioria das seguradoras oferecem assistências extras com serviços profissionais como encanadores, eletricistas, chaveiros e outros. Sem custo adicional!

Em uma hora em que é preciso um conserto emergencial para um cano furado, por exemplo, essa é uma economia a mais para o seu bolso.

Você sabia que o seguro residencial pode te dar uma forcinha até na hora da sua mudança

Quanto vou receber ao cancelar Seguro Residencial?

Outra questão que deve ser colocada na mesa é a seguinte: se você optar pelo cancelamento do seguro residencial sem ter usado, precisa saber que não receberá o valor integral que já foi pago. 

Você pode cancelar seguro residencial a qualquer momento, já que este é um direito garantido pela Superintendência de Seguros Privados (Susep). Para isso, basta acionar a corretora de seguros ou, a própria seguradora, e formalizar esta solicitação, assinando o endosso de cancelamento do seguro. 

Mas, quando o pedido de cancelamento parte do cliente, a seguradora irá reter a parte do prêmio (valor do seguro) recebido de acordo com o tempo decorrido do contrato.

Este cálculo é feito a partir dos dias de cobertura de seguro e a porcentagem do pagamento efetuado, usando como base a Tabela de Prazo Curto

Os valores de restituição estão sujeitos à atualização monetária corrigido por algum índice econômico, a partir da data da solicitação. Também é preciso lembrar também que será deduzido o imposto IOF.

O que levar em conta antes de cancelar Seguro Residencial?

Antes de tomar qualquer decisão de cancelar seguro residencial, considere alguns pontos:

O risco compensa?

  • Se você optar por cancelar o seguro da sua casa ou apartamento, lá na frente, terá dinheiro para cobrir uma eventual perda? 
  • Você estará preparado financeiramente para repor um bem de valor? 
  • O quanto o valor da apólice do seguro está pesando hoje no seu orçamento?
  • Você tem hoje uma reserva para imprevistos no valor compatível com o risco financeiro que irá assumir caso fique sem o seguro?

Na dúvida, procure ajuda de quem entende:

Você pode abrir mão de algumas coberturas para deixar o seu seguro residencial mais barato. 

Para isso, basta comparar os impactos financeiros de cada item nos aspetos proteção x economia. 

Para facilitar essa pesquisa, procure uma corretora capaz de tirar suas dúvidas

Verifique se as opções mais baratas lhe atendem

Um seguro com coberturas mais limitadas só faz sentido se elas oferecerem proteção para o que você realmente precisa. Fique atento, pois nem todas as propostas com valores reduzidos trarão o melhor custo benefício.

Por isso, antes de qualquer decisão, entenda todos os detalhes sobre o que essa economia acarreta para você e para a proteção do seu lar. 

Dá para fazer Seguro Residencial barato

Veja agora algumas dicas de como você pode conseguir um seguro residencial barato para proteger o seu lar: 

  • Contrate somente as coberturas que mais fazem sentido para você;
  • Sua residência conta com sistemas de segurança e detectores de fumaça? Saiba que estes aparatos podem diminuir em até 5% o valor do seguro;
  • Para os seguros residenciais que possuírem franquia, uma opção para torná-lo mais baratos é aumentar o valor da franquia; 
  • Verifique se a sua seguradora oferece desconto para a contratação de mais de um seguro. Por exemplo, você pode fazer também um seguro para o seu carro. Assim, você ganha mais segurança e ainda leva um descontinho. 

Bom mesmo é ficar seguro

Em tempos de crise, precisar arcar com qualquer eventualidade financeira pode dar muita dor de cabeça. Quando a situação aperta, a decisão mais inteligente é investir em produtos que podem garantir proteção e segurança aos bens que você conquistou com tanto esforço. 

Por isso, é sempre bom manter sua casa ou apartamento amparados em qualquer situação imprevista. 

Aqui na Bidu Corretora, você pode fazer a simulação do seguro residencial online. Assim, você tem a chance de comparar os valores e optar pelo seguro que cabe no seu bolso. E o melhor: sem precisar sair de casa. 

Quer saber mais? Peça a sua cotação online para seguro residencial e receba no seu e-mail todas as informações para tomar a melhor decisão.

Simule e veja na ponta do lápis como vale à pena ter o seu lar sempre protegido! 

 

Última atualização em 17/06/2020