Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Posso dirigir carro sem placa?

carro sem placa
26/04/2017

O tempo de espera para emplacar o veículo próprio deixa muita gente ansiosa. Principalmente, para quem acabou de comprar um carro novo e não vê a hora de sair circulando com ele por aí. Sendo assim, há quem saia conduzindo os veículos pelas avenidas – acredite – sem placa!

Mas quem acaba de adquirir um carro zero quilômetro precisa ficar muito atento. Conduzir um carro sem placa fora do que determina a legislação, pode gerar muita dor de cabeça. Haverá multas, apreensão do veículo e muitos pontos a se perder na carteira. Prejuízos demais, não é mesmo? A verdade é que o motorista pode perder sete pontos na CNH e ainda vai desembolsar cerca de R$ 300.

Existem algumas poucas exceções a essa regra. A tal licença que dura uns 15 dias, sobre a qual talvez você já tenha ouvido falar, ocorre apenas para quem acabou de comprar o veículo e precisa resolver problemas burocráticos no órgão de trânsito de sua cidade. Por esses dias – contados a partir do momento em que o veículo sai do pátio da fábrica e da concessionária – o condutor até pode sair com o veículo sem placa. Mas, atenção: ele obrigatoriamente precisa carregar consigo a nota fiscal.

Se esse prazo estourar, haverá multa de R$ 293, pela infração gravíssima, além da perda de sete pontos na CNH. Além disso, o veículo será retido, segundo o artigo 230, inciso VI, do Código de Transito Brasileiro.

Quando a nota fiscal não é necessária?

E quando é que a nota fiscal não é necessária? Neste caso, estamos falando dos carros dentro dos pátios das montadoras e das transportadoras, segundo a resolução 546. Ainda assim, o prazo é de 10 dias e o perímetro tolerado é de apenas 10 quilômetros.

Como você vê, são muitos os transtornos causados ao dirigir um veículo sem placa fora do que a lei estabelece.  Melhor não arriscar.

Vale dizer também que, além da obrigatoriedade da placa no carro, se pretende circular com ele, é preciso ter zelo com a manutenção dessas placas. Isso porque se houver desgaste nos números e nas letras, também haverá multas e outros problemas. Elas precisam estar legíveis. Caso não estejam, será necessário pedir segunda via, uma vez que ninguém está autorizado a realizar pintura das letras. Saiba mais sobre placa de carro no nosso guia e como emplacar o carro por conta própria.

Já no que diz respeito a posição das placas, elas devem manter-se retas. Se houver rompimento do lacre da placa traseira, o condutor também deverá procurar o Detran para substituição.

Muitas vezes, ao comprar um carro novo, o motorista não recebe essas orientações por completo. Compartilhe com seus amigos essas informações e deixe todos por dentro do assunto.

Você conhece alguém que já teve problemas com as placas dos carros? Conte pra gente.