Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Os carros voadores já são uma realidade

Imagem de um carro voados, para ilustrar a postagem sobre carros voadores

Os carros voadores já são uma realidade

21/02/2017

Já pensou em nunca mais ter que enfrentar as buzinas frenéticas, o trânsito parado e horas perdidas entre casa e trabalho? Pois é, o que considerávamos mero assunto de ficção científica hoje já é considerado uma realidade.

Aqui na Bidu já falamos muito sobre as tecnologias de carro, algumas que estão porto de acontecer como o carro inteligente e outras que estão um pouco mais longe, como o carro com sala de estar.

Depois de anos de protótipos e muito investimento, este ano foi o início de uma nova página da história automobilística: o carro voador.

O PAL-V Liberty Sport, modelo da empresa PAL-V (Personal Air Land Vehicle), começou a ser comercializado ao público em fevereiro deste ano por preços que vão vão de US$ 399 mil (aproximadamente R$1,244 milhão) a US$ 599 mil (cerca de R$ 1,87 milhão).

A versão inaugural foi batizada de Pioneer Edition e conta com apenas 90 unidades fabricadas.

Muitos consideram o PAL-V não como um carro voador, mas sim uma aeronave capaz de transitar em terra. Seja qual for o seu ponto de vista, a realidade é que demos um passo importante em direção a novas soluções para o desenvolvimento urbano do planeta.

O veículo pesa cerca de 900 quilos, tem capacidade para até duas pessoas e pode atingir até 180km por hora. Ele pode chegar a 1.315 km de autonomia e roda com gasolina de 95 octanas, 98 octanas ou Avgas. Sua altitude máxima de operação chega a até 3.500 m.

No estado de Utah, nos Estados Unidos, já existe uma autoescola que ensina os novos condutores a pilotarem (ou a dirigirem) o carro voador.

Rumo ao futuro

A empresa holandesa PAL – V saiu na frente do que parece ser uma corrida pelo domínio do mercado de carros voadores.

Em 2014, a companhia americana Terrafugia anunciou o lançamento do protótipo de um carro híbrido, o Transition, que mistura características de carro e avião. Na época, a imprensa divulgou o valor estipulado para a novidade: US$279 mil.

Neste caso, a Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) estabeleceu regras para usuários que queiram adquirir uma unidade. Seria preciso obter habilitação de piloto esportivo e experiência prática de apenas 20 horas de vôo, sendo que o órgão já o havia aprovado como uma Aeronave Leve Esportiva (ALE ou LSA).

Já a Uber, empresa famosa pela solução no transporte particular a preços acessíveis, anunciou em outubro de 2016 que pretende investir em carros voadores como alternativa para driblar o caótico trânsito das grandes cidades e promover uma nova era quando o assunto é mobilidade urbana.

Batizado de Uber Elevate, o sistema prevê veículos parecidos com carros e mini-helicópteros e não deverá concorrer com o serviço  de helicópteros já oferecido em grandes capitais do mundo.

A Uber afirmou que o projeto deve iniciar a fase de testes a partir de 2021 em países com boas estruturas para helipontos.

No passado, a empresa também informou que está em fase de testes para carros Uber autônomos e sem motoristas.

O que você acha dessa historia toda sobre carros voadores? Enquanto eles não chegam ao preço de carro popular, veja algumas invenções que podem estar presentes nas nossas vidas no futuro:

Carros autônomos são seguros? 

Conheça o carro do Google