Saiba como funciona o Seguro Residencial

Imagem de casa para texto sobre como funciona o seguro residencial

Saiba como funciona o Seguro Residencial

13/05/2020

O seguro residencial é um produto que oferece ampla proteção para a casa – e de diferentes formas. Ele apresenta coberturas destinadas à estrutura do imóvel e também aos bens do morador. Mas é preciso entender como funciona o seguro residencial antes de contratá-lo.

Mas será que o seguro residencial é indicado para todo perfil de morador ou mesmo para todo tipo de casa? Quais as principais situações e danos que o seguro residencial indeniza?

Cotação online de Seguro Residencial

O que é o Seguro Residencial?

O seguro residencial tem o objetivo de proteger o patrimônio do consumidor e serve para todo tipo de imóvel. Desde a casa própria, na cidade, até as casas de temporada, na praia ou campo, etc.

Como já foi dito, trata-se de um produto que protege a estrutura física de uma casa. Também, em algumas opções, pode garantir proteção a tudo o que está dentro do imóvel como, por exemplo, televisão, cadeira, estrutura elétrica, mesa, eletrodomésticos etc.

A escolha só depende do formato de seguro que o morador quer contratar: o seguro residencial básico ou o seguro residencial básico mais coberturas extras.

Como funciona o Seguro Residencial

Para entender como funciona o seguro residencial, é fundamental conhecer suas coberturas. Ao contratar o seguro residencial básico, que é a mínima cobertura necessária para a contratação de um seguro residencial, o imóvel estará coberto em caso de:

  • Incêndio;
  • Explosão;
  • Fumaça;
  • Queda de raio e até mesmo de aeronave.

A partir dessa base é possível incluir outras coberturas. Elas são opcionais e cobradas à parte como, por exemplo:

  • Danos elétricos;
  • Roubo;
  • Vendaval;
  • Responsabilidade civil, entre outras.

O valor pago das indenizações no seguro residencial é limitado ao valor contratado em cada cobertura. Por exemplo, quando um cliente contrata cobertura de R$ 400 mil para incêndio, a indenização será de no máximo esse mesmo valor, não importa se o prejuízo for maior.

Preço X coberturas

Outro ponto importante ao entender como funciona o seguro residencial é seu preço. Embora possa parecer caro, em princípio, não é essa a realidade deste seguro. Ele apresenta custo baixo e é uma forma eficaz para o morador estar resguardado em relação a diversos imprevistos que podem acontecer na casa.

As seguradoras calculam o preço do seguro residencial básico a partir do valor e localização do imóvel, seja apartamento ou casa, não importa. Também é utilizada uma estimativa de custo dos bens que fazem parte do imóvel.

Fora isso, o que é levado em consideração para o fechamento do preço do seguro são as coberturas extras escolhidas pelo morador, contratadas à parte.

Principais coberturas do Seguro Residencial

As coberturas oferecidas pelo seguro residencial mudam de acordo com a empresa escolhida mas, em geral, são as seguintes.

Incêndio, explosão e fumaça

Itens que compõem a chamada cobertura básica – que é uma contratação obrigatória em qualquer seguro residencial.

Essa cobertura cobre o imóvel e os bens de prejuízos que são causados por incêndios ou explosões que começaram dentro da casa ou, dependendo da situação, fora dela.

Também ampara os danos caso uma queda de aeronave aconteça. Embora possa parecer uma situação improvável, há vários exemplos desse tipo de acidente no Brasil.

Roubo ou furto de bens

Mesmo que a casa conte com todas as precauções possíveis, pode sim ser vítima de uma invasão. 

Essa cobertura surgiu para oferecer amparo em caso de roubo ou furto à casa e também oferece garantia aos danos sofridos pelo imóvel ao ser invadido.

Danos elétricos

Cobertura pensada para situações em que ocorram danos aos equipamentos eletrônicos, eletrodomésticos e instalações elétricas da  casa.

Vendaval, furacão, ciclone, tornado e granizo

Em certas localidades do Brasil, o perigo provocado por esses fenômenos naturais é ainda maior. Por isso, com essa cobertura o cliente é indenizado caso ocorram danos ao imóvel e aos bens que estiverem dentro da casa.

Perda ou pagamento de aluguel

Cobertura usada quando o imóvel sofre um sinistro e fica interditado. O seguro, nesse caso, é utilizado para pagar o aluguel de outro espaço que o morador usará provisoriamente até a liberação da sua casa.

Responsabilidade civil familiar – danos a terceiros

Cobertura que ampara situações em que um morador, empregado doméstico e até mesmo o pet cause algum dano a alguém.

Negócios em casa

Cobertura que ampara os danos aos bens de escritórios e pequenos negócios que funcionam dentro da casa segurada.

Quebra de vidros

O seguro residencial indeniza um valor, de acordo com o que foi contratado, para a reposição de vidros que foram danificados. Podem ser vidros do box do banheiro, da varanda, espelhos e até mesmo cooktop.

Vazamento de tubulações

Cobertura que garante a indenização para os danos que o imóvel, e o que está dentro dele, sofram em virtude de vazamento de água ocorrido por causa do rompimento de tubulações ou encanamentos.

Assistências 24h – proteção em caso de imprevistos

Junto ao seguro residencial, o cliente também pode escolher contratar as assistências 24 horas: serviços de chaveiro, encanador e eletricista, entre muitos outros. 

Em algumas empresas essas assistências podem vir de graça, dependendo do seguro que é escolhido.  

Quando acionar o Seguro Residencial?

Consta no contrato do seguro residencial as situações em que o morador pode acionar o seguro. Afinal, isso depende das coberturas contratadas.

Mas, em geral, as situações mais recorrentes são em casos de incêndio, eletrodomésticos queimados, vendavais, queda de granizo, quebra de vidros e roubo ou furto de bens, danos causados a terceiros etc. Isso tudo desde que as respectivas coberturas desses danos forem contratadas.

Contratação do Seguro Residencial

Agora que você entendeu como funciona o seguro residencial, vamos falar sobre sua contratação. Contratar o seguro residencial é simples mas, como qualquer outro tipo de seguro, é preciso pesquisar para então escolher com quem firmar essa parceria.

Uma dica é avaliar o nível de reclamações dos consumidores contra as empresas pesquisadas, além de verificar se elas têm uma boa marca e se está funcionando bem.

Aqui, na Bidu, você já pode fazer agora mesmo uma cotação online, de forma descomplicada e rápida.

 + Como escolher o melhor seguro residencial?

 + Tipos de Seguro Residencial

+ Seguro Residencial Tokio Marine – Como contratar?

Última atualização em 13/05/2020