Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Polícia usa drones no DF

imagem de drone para ilustrar post sobre drones no DF

Polícia usa drones no DF

11/01/2018

Já pensou como seria se sua conduta em frente ao volante do seu carro também passasse a ser observada do alto? Pois a polícia usa drones no DF exatamente com esse fim.

Desde a segunda quinzena de dezembro de 2017, agentes do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) fazem uso do aparelho.

O que buscam os drones no DF

O objetivo dos drones no DF é flagrar motoristas que dirigirem usando o celular. Eles também conseguem detectar aqueles que insistem em guiar fazendo manobras arriscadas.

Além disso, os aparelhos de drone no DF também estão encarregados de “olhar” para os veículos estacionados em locais proibidos.

Dirigir falando ou utilizando o celular é considerada uma infração gravíssima em todo o país, como consta no artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro. Ele prevê multa de R$ 293,47 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para o condutor que for flagrado atendendo, falando ao celular ou respondendo a mensagens ao volante.

Saiba mais sobre multa e CNH.

Segundo pesquisa recente da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), o costume de usar o celular ao volante é a terceira maior causa de acidentes de trânsito no país. São mais de 54 mil vítimas por ano.

Por isso, de acordo com o diretor-geral do Detran em reportagem para o Correio Braziliense, o órgão vai usar o drone como apoio na engenharia de trânsito. Ele vai monitorar fluxo de vias em grandes eventos e nas campanhas educativas.

A utilização de drones alimenta uma discussão que ganha cada vez mais espaço. O uso desses aparelhos como meio de transporte, como opção de câmeras profissionais e o espaço que ele ocupou.

Você sabe o que é um drone?

Drone é um veículo aéreo não tripulado e controlado remotamente. Eles podem realizar inúmeras tarefas. Desde o início do século 21, são utilizados tanto como câmeras de inteligência militar até mesmo para entrega de pizza.

Em português, o dispositivo pode ser chamado de VANT – Veículo Aéreo Não Tripulado. Enquanto “drone” é uma palavra em inglês, que significa zangão.

Uma coisa é certa, estes equipamentos estão cada vez mais presentes em diversos lugares do mundo.

Por conta do aumento de popularidade desses aparelhos, estima-se que hoje mais de 100 mil drones para uso recreativo estejam em funcionamento no país.

Esse aparelho tem um valor de mercado alto. Pode chegar a custar mais de 20 mil reais. Por isso, os riscos em relação ao possível furto desse equipamento também são grandes.

Se você está pensando em adquirir um drone para uso recreativo ou profissional, pode considerar despender um dinheiro extra. Planejar a contratação de um seguro para ele é fundamental.

Entre os casos mais frequentes de perda de drones estão

  • O desaparecimento do aparelho por conta de uma queda;
  • O “fenômeno” chamado fly away, que consiste em uma falha no sistema operacional do aparelho – fazendo com que ele perca o controle e voe sozinho, geralmente até ficar sem bateria e bater em algum lugar ou cair;
  • Roubo ou furto.

Saiba mais sobre como fazer o seguro dos seus equipamentos eletrônicos.

Leia também

+ Drones e carros automáticos

+ Novas tecnologias para carros