COTAR SEGURO ONLINE

Empréstimo Pessoal com score baixo? Sim, é possível!

Empréstimo Pessoal com score baixo? Sim, é possível!

10/08/2020

Conseguir crédito pessoal nem sempre é fácil, imagina quando se tem o score baixo! Mas se você pensa que em uma situação assim as chances de ter acesso a um empréstimo pessoal são nulas, está enganado! Quer descobrir como conseguir empréstimo pessoal com score baixo? Será que existem dicas que podem facilitar esse processo? Confira!

Solicitar Empréstimo Pessoal

Score baixo

Hoje em dia é muito fácil para as empresas fazerem consultas para que possam descobrir a pontuação (score) e até mesmo se o nome do cliente está limpo.

Basta, para isso, utilizam sites como o do Serasa que apresenta a pontuação do cliente. Assim, é possível verificar se há mais riscos de inadimplência. O score é um indicador que tem influência direta na efetivação de um empréstimo.

Para entender melhor como isso funciona, é importante saber que o score, que nada mais é do que uma pontuação analisada no mercado de crédito pessoal, vai de 0 a 1000 pontos.

É considerado ruim um score abaixo de 300 pontos. Mas como se chega a tal pontuação?

Para determinar essa pontuação do cliente, é feita uma análise que deriva de certos fatores como, por exemplo:

  • Histórico de dívidas negativadas da pessoa;
  • Relacionamento financeiro que ela mantém com os bancos;
  • Capacidade de ter as contas pagas em dia, entre outras referências.

Portanto, quando se tem uma pontuação maior, isso significa que as instituições financeiras terão mais confiança nesse perfil de cliente. Daí a necessidade de manter sempre o score alto por meio de boas condutas. 

Níveis de score 

Como já foi dito, um score é ruim quando está abaixo de 300 pontos. Mediante esse parâmetro, o cliente tem mais dificuldade de contratar um empréstimo, pois é avaliado como alguém de alto risco de inadimplência. Porém, empréstimo pessoal com score baixo é possível sim.

A situação melhora quando o score está entre 300 e 700 pontos. Neste caso, o cliente passa a ser considerado na média. Ou seja, isso leva os bancos a entenderem que essa pessoa tem mais chances de arcar com os seus compromissos, tornando mais tranquila a contratação de crédito. 

Já quando se tem score acima de 700 pontos, o cliente passa a ter perfil de baixo risco de inadimplência, facilitando – e muito – a efetivação de um empréstimo.

Há como aumentar o score?

Tendo visto a importância do score para a obtenção de crédito, será que existe algum jeito de fazer esse número aumentar? É possível aumentar o score?

Sim, há algumas ações que podem contribuir para isso.

Uma delas é abrir o cadastro positivo para registrar o comportamento financeiro e confirmar que o cliente paga as contas em dia. 

O cadastro positivo traz o histórico dos pagamentos recentes e assim a avaliação do score se torna ainda mais precisa. 

Outro movimento em favor do aumento do score é muito simples. É importante attualizar os dados cadastrais nas instituições em que já tomou crédito, assim como nos órgãos de proteção ao crédito.

Isso significa atualizar informações sobre mudança de emprego, endereço, número de telefone etc. 

Por fim, uma ação que pode aumentar o score é ter contas no próprio nome e, claro, pagá-las em dia.

Mas se essas medidas não forem possíveis de serem efetivadas e o seu score continuar baixo, é possível mesmo obter um empréstimo?

Tipos de empréstimo pessoal com score baixo

É fácil constatar até aqui que um score baixo é sinônimo de mais dificuldade para contratar um empréstimo. Porém, há chances sim de um cliente conseguir empréstimo pessoal com score baixo, apesar de a burocracia ser ainda mais rígida em um cenário como esse.

Há várias instituições que, apesar da restrição no CPF do cliente, apresentam simulação de empréstimo online. Sim, no ambiente virtual o cliente pode fazer a simulação para ver se o empréstimo será ou não concedido. Vale tentar, certo?

Para esses casos, o mercado oferece algumas opções de empréstimo online, que saem até mesmo com rapidez quando, claro, são aceitos.  

Empréstimo consignado

Um deles é o empréstimo consignado que, em geral, apresenta boas taxas quando comparado com outras modalidades e tem as parcelas debitadas direto da folha de pagamento.

Mas é válido lembrar que o empréstimo consignado só pode ser feito por certos grupos de pessoas como, por exemplo, funcionários públicos ou de empresas privadas, aposentados e pensionistas, entre outros.

Empréstimo pessoal

Outra opção online é o empréstimo pessoal, que está à disposição de praticamente todas as pessoas (pessoa física e jurídica), diferente do consignado, e que é pago em boleto ou débito em conta.

Empréstimo com garantia

A terceira opção é o empréstimo com garantia. Quando o cliente tem em seu nome um veículo ou um imóvel quitado, pode apresentar o bem como uma garantia de pagamento para a realização do empréstimo.

Em casos assim, o cliente pode até mesmo obter taxas mais baixas visto que a instituição terá um bem como segurança de que o crédito será efetivamente pago. 

Fintechs

Por fim, as fintechs também são uma alternativa para conseguir crédito mesmo com score baixo.

Antes do atual cenário em virtude da pandemia provocada pelo novo coronavírus, as fintechs vivenciavam uma realidade baseada em grandes recursos captados para emprestar ou para concessão de limite de crédito no cartão. Hoje, a situação é outra.

Mas muitas delas estão prestando atendimentos a clientes que não pertencem a qualquer tipo de instituição bancária e, dessa forma, estão oferecendo soluções para concessão de crédito.

Fazendo as contas

Uma dica final para quem quer empréstimo pessoal com score baixo.

Antes de pensar na contratação de crédito, faça sempre uma análise da sua situação financeira. Coloque na ponta do lápis a entrada de capital e o quanto é gasto no mês.

Só assim para confirmar o comprometimento do que se ganha no mês, avaliando se a chegada de um empréstimo é de fato a melhor solução.

Solicitar Empréstimo Pessoal

  Última atualização em 10/08/2020