COTAR SEGURO ONLINE Bidu - Cotação e Comparação de Seguro e Crédito Online
-->
thumb image

Novo rodízio em São Paulo durante a quarentena

Saiba como economizar na contratação do seguro e escolher o melhor plano

Após quase dois meses suspenso por causa da pandemia de coronavírus, o rodízio de veículos volta a valer na cidade de São Paulo a partir de segunda-feira (11). A proibição da circulação retorna ampliada e com novas regras ainda mais restritivas para melhorar os índices de isolamento da população, que caiu consideravelmente nas últimas semanas.

Durante esta semana, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) realizou bloqueios nas principais vias da cidade, porém causou muita lentidão no tráfego e não reduziu o número de carros nas ruas. Com as novas regras, a Prefeitura de São Paulo acredita que reduzirá em 50% a circulação de veículos na cidade. Confira as regras do novo rodízio paulistano:

Quais os horários do novo rodízio de São Paulo?

O rodízio agora vale nas 24 horas do dia e não mais das 07:00 às 10:00 horas e das 17:00 às 20:00 horas.

Quais dias da semana?

No novo modelo, o rodízio vai estar em vigor também aos sábados, domingos e feriados. No formato usado até o dia 16/03, a restrição vigorava apenas entre segunda e sexta-feira.

Minha placa não pode circular em qual dia?

Esta é a principal mudança do novo rodízio de São Paulo. Antes, conforme o número final da placa, o carro ficava impedido de circular apenas um dia da semana. Agora, as placas pares (0, 2, 4, 6 e 8) poderão circular apenas nos dias pares do mês e, as placas ímpares (1, 3, 5, 7, 9) nos dias ímpares. 

Por exemplo, na segunda-feira (11), primeiro dia das novas regras, apenas carros com placas de finais ímpares poderão circular. Na terça-feira (12), somente os veículos com placas de finais pares estarão liberados para circular.

Em quais locais não posso circular?

O novo rodízio vale para toda a cidade de São Paulo e não mais apenas para o centro expandido.

O que acontece nos meses de 31 dias?

Nos meses que possuem 31 dias, os veículos com placas pares ficarão impossibilitados de circular por dois dias seguidos (31 e 1º do mês seguinte). Apenas os com finais de placas ímpares poderão trafegar livremente.

Até quando vai o novo rodízio?

A Prefeitura de São Paulo não estipulou uma data para o fim das novas regras.

E se eu for flagrado rodando no dia não permitido?

Neste caso, as penas são as mesmas do rodízio anterior: infração média, com multa de R$ 130,16 e quatro pontos na carteira de habilitação (CNH).

Sou profissional da área da saúde. Estou isento do rodízio?

Sim, profissionais da saúde estão liberados para circular todos os dias da semana. Entretanto, para ter direito à isenção é necessário mandar um comprovante de trabalho através do e-mail isenção.covid19@prefeitura.sp.gov.br. 

Hospitais, clínicas, centros de saúde e demais instituições de saúde podem enviar a relação de profissionais diretamente para a prefeitura. O prazo máximo para o cadastramento é de dez dias, contados a partir de segunda-feira (11). As multas recebidas neste período serão canceladas. Após os dez dias, caso o profissional da saúde receba uma multa, é possível recorrer.

Quem mais possui isenção?

As regras são as mesmas do modelo anterior do rodízio. Estão isentos:

  • Veículos conduzidos por pessoa com deficiência física da qual decorra comprometimento de mobilidade ou por quem as transporte;
  • Quem transporte pessoa com deficiência mental, intelectual e visual;
  • Pessoa portadora de doença crônica que comprometa a sua mobilidade ou por quem a transporte;
  • Pessoa que realiza tratamento médico continuado debilitante de doença grave ou por quem a transporte e por pessoa com Transtorno do Espectro Autista.

Também podem circular todos os dias da semana motocicletas, táxis, veículos que prestem serviço ao setor de abastecimento (energia, gás, água) e veículos da imprensa (desde que cadastrados).

E os carros de motoristas de aplicativo?

Carros utilizados por motoristas de aplicativos devem seguir as mesmas regras dos demais veículos: placas com finais pares podem circular apenas nos dias pares do mês e, placas com finais ímpares, somente nos dias ímpares.

Como vai ficar o transporte público?

Para atender ao aumento da demanda por transporte coletivo, a Prefeitura de São Paulo anunciou que colocará mais 1000 ônibus em circulação.

Isolamento longe do ideal

O isolamento tem caído a níveis preocupantes nos últimos dias, ficando abaixo dos 50%. A OMS (Organização Mundial de Saúde) estipula uma taxa de 70% como a ideal para evitar a propagação do coronavírus.

Em entrevista coletiva para a divulgação do novo rodízio, o prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB), disse que as novas medidas devem impedir a necessidade de decretar um lockdown (quando a circulação é totalmente proibida) na cidade.

+ É obrigatório usar máscara dentro do carro?

Última atualização em 07/05/2020