Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

O retorno da Vespa

Close frontal de uma Vespa

O retorno da Vespa

08/10/2016

Para a alegria dos nostálgicos e hipsters de plantão, a novidade é o retorno da Vespa ao Brasil! Sim, o retorno, porque ela foi comercializada por aqui na década de 80 numa parceria entre a Piaggio e a Caloi (sim, sim aquela das bicicletas!).

A Piaggio, para quem não sabe, foi a precursora desse modelo de scooter. Tudo começou na Itália do pós-Segunda Guerra Mundial. Enrico Piaggio queria criar um meio de transporte confortável, fácil de usar e barato – esse último ponto era fundamental para um país arrasado pela guerra.

Foi então que o engenheiro Renzo Spolti apresentou o projeto de um novo veículo conhecido pelo nome de Paperino (“Patinho” em italiano). Spolti se inspirou no design de uma moto dobrável, bastante utilizada por paraquedistas ingleses.

Esse pequeno patinho, no entanto, não convenceu Piaggio, fazendo com que Spolti desenhasse outro projeto. Dessa vez, a motoneta teria seu motor localizado na roda traseira, a roda dianteira articulada apenas por um braço e seu design que fascina  até hoje.

Segundo as lendas da Piaggio & Co., quando Enrico Piaggio olhou para o modelo da moto disse “Bela, parece uma vespa”.

Aí a vespinha conquistou seu lugar cativo no coração dos jovens das décadas de 50 e 60 e se tornou símbolo do estilo italiano.

(Re)lançamento da Vespa no Brasil

Vista interna da boutique da vespa em São Paulo

A Piaggio começará a comercializar suas Vespas no Brasil a partir do dia 10 de outubro, somente pela internet. As vendas serão somente de motos pertencentes à série especial Primavera 150, que conta com mil unidades atualmente.

O anúncio foi realizado em espaço na cobertura do JK Iguatemi, em São Paulo. Lá também ficará uma das 8 boutiques da marca, onde as Vespas serão comercializadas.

As oito boutiques deverão ser instaladas até o final de 2016. E até 2018 estão previstas mais 22 lojas e a abertura da sua primeira fábrica no Brasil.

E o preço? Bom, isso a Piaggio ainda não divulgou. No entanto, o presidente do Grupo Piaggio Brasil, Longino Morawski, indicou que as Vespas terão “um preço competitivo, mas que abarque toda a vantagem da experiência de ser dono de uma Vespa”.

Casal em foto antiga andando de vespa

E aí, não vê a hora de andar com uma Vespa para se sentir nas ruas de Roma, né? Só não esqueça dos seguro para motos