COTAR SEGURO ONLINE Bidu - Cotação e Comparação de Seguro e Crédito Online
-->
thumb image

Confira as respostas para as principais dúvidas sobre Seguro Residencial

Saiba como economizar na contratação do seguro e escolher o melhor plano

Você é uma pessoa antenada, que deseja obter mais informações sobre o seguro residencial? Então prepare-se pois este conteúdo apresenta as respostas para as principais dúvidas sobre seguro residencial.

É verdade que há muitos detalhes desconhecidos sobre o seguro residencial. Mas é inegável a relevância desse produto que pode salvar o seu bolso quando certos imprevistos acontecem na sua casa.

Preparado para ficar por dentro das principais questões relacionadas ao universo do seguro residencial?

Cotação online de Seguro Residencial

Principais dúvidas sobre Seguro Residencial

1 – Quais são as principais coberturas oferecidas pelo seguro residencial e quando é indicado contratá-lo?

Dentre as coberturas oferecidas, a principal cobre os danos que são causados por:

  • Incêndios;
  • Quedas de raios e explosões ocasionadas por gás empregado no uso doméstico quando o gás não é gerado no local segurado;
  • Além de suas consequências como, por exemplo, desmoronamento, despesas com combate ao fogo, salvamento de pessoas etc.

Mas o seguro residencial oferece outras coberturas como:

Além das coberturas, é válido saber que o seguro residencial oferece ainda acesso a diversos serviços emergenciais como encanador, eletricista, chaveiro e bombeiro hidráulico.

Como é possível constatar, todas essas situações são imprevistas,. Isso sugere que a contratação do seguro residencial ocorra assim que o imóvel é comprado.

Mas é sempre importante saber avaliar quais são as coberturas mais indicadas para atender às necessidades de cada um.

2 – Vale a pena contratar o seguro residencial para ter acesso apenas à cobertura básica?

Essa é uma das principais dúvidas do seguro residencial. É preciso analisar algumas questões e, sobretudo, definir o que é importante proteger.

Como já foi dito, a cobertura básica dá assistência em casos de incêndio, explosões etc. Então é preciso avaliar, mediante o perfil do imóvel e sua localização, se é o caso de contratar coberturas adicionais.

Por exemplo, quando o imóvel está localizado em uma área que costuma alagar, vale pensar em uma cobertura adicional que contemple essa questão.

3 – O que são os riscos conhecidos como cobertos e os riscos excluídos de um seguro residencial? O que são bens não compreendidos?

Os riscos cobertos são os que estão previstos (e descritos) em cada uma das coberturas contratadas, ou seja, serão cobertos pelo seguro.

São considerados riscos excluídos aqueles cujos prejuízos decorrentes não serão indenizados pelo seguro, a não ser que o segurado tenha contratado cobertura específica.

Já os bens não compreendidos no seguro são os bens que estão especificados na apólice, mas que não serão indenizados pela seguradora mesmo que oriundos de riscos cobertos.

Alguns exemplos?

  • Obras e objetos de arte;
  • Joias;
  • Metais preciosos;
  • Projetos;
  • Pedras;
  • Plantas;
  • Cheques;
  • Bens de terceiros etc.

4 – Quais são os tipos de imóveis que não são aceitos na hora de contratar um seguro residencial?

Há certos perfis de imóveis que de fato as seguradoras não realizam a venda do seguro residencial. Porém, eles são bem específicos como, por exemplo, aqueles que são construídos com materiais combustíveis, além de imóveis em construção, usados como alojamento ou moradias coletivas e tombados pelo Patrimônio Histórico e Cultural.

5 – É caro um seguro residencial? Tem franquia?

O preço a ser pago é umas das principais dúvidas sobre seguro residencial. O preço de um seguro residencial vai variar de acordo com o imóvel.

Há informações no mercado de que o custo do seguro residencial varia entre 0,1% e 0,3% do valor do imóvel. Porém, não é o valor de compra e venda mas, sim, o quanto custaria para reconstruir esse imóvel.

Para você ter ideia de que esse valor é mais acessível do que pode parecer, saiba que um seguro de carro, por exemplo, custa cerca de 5% do valor do veículo.

Sim, o seguro residencial conta com a franquia, que é aquele valor ou percentual, que sempre deve constar na apólice. Ele representa a parte do prejuízo que será pago pelo segurado por sinistro.

Desta forma, se o valor do prejuízo de um determinado sinistro não supere a franquia, a seguradora não indeniza o segurado.

Mais informações

Já ficou mais por dentro das informações mais procuradas por quem tem interesse em conhecer melhor o seguro residencial?

Além das principais dúvidas sobre seguro residencial, muitas pessoas também costumam ter dúvidas quanto às diferenças entre o seguro residencial e o seguro condomínio.

Pois são mesmo produtos com algumas diferenças.

O seguro residencial, como já foi apresentado aqui, oferece cobertura para a edificação, além de também oferecer cobertura para o conteúdo. Já o seguro condomínio garante a cobertura para a edificação, abrangendo unidades autônomas. Porém, cobre ainda as partes comuns do condomínio – além de também oferecer cobertura para o conteúdo.

A cobertura mínima de um seguro condomínio abrange riscos de incêndio, queda de raio e explosão. Nesse produto é possível estipular franquia máxima de 10% da importância segurada para a principal cobertura.

Cotação online na Bidu

Ficou curioso para saber quanto custa um seguro residencial

Aqui, na Bidu, você pode fazer uma cotação online agora mesmo! Experimenta! É mais fácil e rápido do que você imagina!

A Bidu está aqui para descomplicar o seu dia a dia!

 

Última atualização em 13/10/2020