COTAR SEGURO ONLINE

Seguro Auto para carros tunados é diferente? Entenda como funciona

Seguro Auto para carros tunados é diferente? Entenda como funciona

19/08/2020

A cultura do tuning é tão antiga quanto os próprios carros. O termo vem do inglês e significa afinação, ajuste, refinamento. Isto é, melhorar o modelo original para aumentar seu desempenho ou apenas para se diferenciar e se destacar nas ruas. Mas com tantas modificações é possível fazer seguro auto para carros tunados? Como é a aceitação das seguradoras? Antes de entender como funciona o seguro para este tipo de veículo, vamos conhecer sua história.

Cotação online de Seguro Auto

Quando tudo começou

Os primeiros carros customizados surgiram no início dos anos 1930 no sul da Califórnia, nos Estados Unidos. Em meio à Grande Depressão, iniciada em 1929 e que durou até o fim da Segunda Guerra Mundial (1945), os jovens não tinham dinheiro para comprar carros novos e tinham que se virar. A solução foi modificar os antigos modelos usados da década de 1920, especialmente o Ford modelo T e o roadster Ford A. Nasciam os hot rods.

A customização envolvia a troca do motor por outros mais potentes – geralmente os V8 comprados em ferros-velhos. Além disso, colocavam de rodas maiores, retiravam os para-lamas, faziam pinturas coloridas com labaredas e criavam um novo interior. Os adeptos da cultura hot rod se reuniam em clubes e realizavam encontros e corridas clandestinas.

Mercado de carros tunados é gigantesco e lucrativo

Quase 100 anos depois, o roteiro é exatamente o mesmo. A customização de veículos segue forte e reúne verdadeiras multidões e diversas tribos. É um mercado gigantesco e extremamente lucrativo para os fabricantes de equipamentos e oficinas de preparação. Até mesmo as montadoras se beneficiam, pois possuem divisões especialmente dedicadas à customização.

Para todos os gostos

Existem grandes encontros de carros customizados de determinadas marcas ou nacionalidades. Também são várias as feiras e exposições de equipamentos e acessórios que aumentam ainda mais a potência de carros esportivos. Além disso, há track days em autódromos para que os proprietários possam acelerar seus carros com segurança. Enfim, qualquer que seja a sua preferência automotiva, você vai encontrar alguém com gosto igual ou parecido para compartilhar ideias e experiências.

E na hora de fazer o Seguro Auto para carros tunados?

Entretanto, na hora de fazer o seguro auto para carros tunados, é preciso um pouco de atenção. Modificações muito extensas não têm aceitação pela maioria das companhias. Elas avaliam que um veículo com muitas alterações pode oferecer um risco elevado de se envolver em sinistros, sejam colisões ou roubos e furtos.

Customizações leves não são problema para Seguro Auto para carros tunados

Algumas customizações são aceitas no seguro auto para carros tunados, desde que não alterem significativamente o funcionamento do veículo. Um jogo de molas esportivas, rodas um pouco maiores do que as originais, aerofólio ou um sistema de áudio mais potente não costumam resultar em reprovações nas vistorias.

Já alterações profundas…

Algumas modificações que resultam em ganhos expressivos de potência como a instalação de turbocompressores, podem ser um empecilho. Da mesma forma, o rebaixamento excessivo da suspensão ou mudanças na carroceria, mesmo que regularizadas junto ao Detran (Departamento de Trânsito), podem ser um impeditivo para a realização do seguro.

Acessórios são cobertos?

Caso você instale equipamentos não originais em seu carro, eles não terão cobertura em caso de perda total ou parcial. A não ser que você contrate a cobertura adicional para acessórios. Através dela, é possível discriminar e colocar o valor de cada item adicionado. Em caso de sinistro, o segurado é indenizado pelo valor informado na apólice. Vale lembrar que esta proteção extra aumenta o valor final do seguro.

E as demais coberturas?

No mais, o seguro auto para carros tunados é igual ao de um carro original.  Há cobertura de indenização integral e parcial decorrente de:

  • Colisão;
  • Incêndio;
  • Roubo, furto e alagamento; 
  • Cobertura para danos materiais e danos corporais decorrentes de acidentes com terceiros.

Além disso há coberturas adicionais para:

  • Vidros;
  • Faróis;
  • Lanternas;
  • Retrovisores;
  • Carro reserva por tempo ilimitado;
  • Isenção ou redução de 50% no valor da franquia, entre outros.

Também estão disponíveis:

  • Assistência 24 horas com auxílio mecânico, chaveiro e reboque;
  • Indenizações para morte ou invalidez de passageiros;
  • Danos morais;
  • Despesas extraordinárias;
  • Extensão para garantia de carro zero quilômetro;
  • Assistência para residência e muito mais.

Omitir modificações é dor de cabeça na certa

Alguns segurados, como uma forma de evitar a não aceitação das companhias, não informam que fizeram modificações no veículo. Entretanto, em caso de sinistro, as seguradoras abrem uma sindicância para apurar as circunstâncias do acidente. Qualquer inconsistência durante a investigação pode resultar em não pagamento da indenização.

Muita atenção também com os track days. Sinistros que ocorram ao conduzir o veículo em alta velocidade em autódromos ou ao participar de competições esportivas não têm cobertura das companhias de seguros. Se faltar freio no fim da reta e você acertar a barreira de pneus, a dor no pescoço e o prejuízo são seus.

 

Última atualização em 19/08/2020