Seguro de Vida com doença grave: o que está coberto?

Seguro de vida com doença grave

Seguro de Vida com doença grave: o que está coberto?

03/06/2020

Você já ouviu falar sobre seguro de vida com cobertura para doença grave? Se ainda não, é bom saber o que é. Essa é uma dúvida de muita gente que se pergunta se é possível fazer seguro de vida com doença grave.

Essa é uma das coberturas que tem como foco a proteção do próprio beneficiário. Ou seja, oferece a ele amparo financeiro na hipótese de vir a receber o diagnóstico de uma das doenças cobertas pelo plano. 

Mas, é importante saber que a cobertura por doença grave não é um item básico nos seguros de vida. Precisa se contratada a parte.

Mas será que vale a pena? Quais são as coberturas e como é possível receber a indenização?

Vem com a gente saber!

Cotação online de Seguro de Vida

O que é Seguro de Vida com doença grave?

A cobertura para doença grave no seguro de vida funciona de forma a indenizar o segurado no caso de diagnóstico de uma doença considerada como grave. 

De forma simples, funciona assim: o segurado recebe em vida a indenização do capital contratado, caso ele venha a desenvolver uma doença grave prevista na apólice do seguro

Vale a pena ressaltar que essa é uma cobertura adicional, o que significa que precisa ser contratada a parte. 

Quais as doenças cobertas no Seguro de Vida com doença grave? 

Como vimos acima, a cobertura do seguro de vida para doenças graves não é um item básico nos seguros, mas sim, uma proteção adicional. Por este motivo, a relação de doenças incluídas pode variar de seguradora para seguradora. 

De qualquer forma, existe uma relação de doenças mais comuns cobertas pelo seguro de vida com doença grave. Vamos conhecê-la:

  • Doenças cardiológicas como infarto do miocárdio, doenças das artérias cardíacas e doenças das válvulas cardíacas;
  • Acidente vascular cerebral (AVC);
  • Transplantes de órgãos vitais: coração, fígado, medula óssea, pâncreas, pulmão e rim;
  • Síndrome da Imunodeficiência Adquirida – SIDA (AIDS); 
  • Insuficiência renal terminal;
  • Doença de Alzheimer;
  • Diferentes tipos de câncer – incluindo as leucemias e doenças malignas no sistema linfático.

Lembrando que esta é apenas uma lista com eventos cobertos de forma mais comum. Conheça o pacote de doenças graves incluídos pela sua seguradora antes de fechar contrato

+ Seguro de vida tem cobertura hospitalar?

Como receber indenização do Seguro de Vida com doença grave?

A cobertura por doença grave garante ao segurado o pagamento do capital que foi contratado. O valor máximo dessa indenização é estabelecido na apólice. 

Para receber, o beneficiário deve comprovar o diagnóstico da doença, o que pode ser feito por médicos habilitados, com a complementação de exames. 

A doença grave a ser indenizada precisa constar nas condições gerais do seguro contratado. Algumas seguradoras estabelecem que a doença precisa ocorrer e ser diagnosticada durante a vigência do seguro. Fique atento!

Outro ponto é o prazo de carência desta cobertura de seguro de vida com doença grave, que também pode variar.

Doença grave: o que não está coberto no seguro?

É válido lembrar que o seguro oferece cobertura apenas para a primeira doença diagnosticada ou cirurgia realizada. Isso quer dizer que, assim que o segurado recebe a indenização, a garantia é cancelada em definitivo. 

Assim, as seguradoras excluem qualquer possibilidade de acúmulo de indenizações para outras doenças que venham a ser diagnosticadas no futuro.

Também é preciso ficar atento aos riscos excluídos do seguro de vida com doença grave. Por exemplo: nem todas as condições que levam a um AVC podem estar cobertas na apólice. No caso do transplante, não são todos os órgãos que estão cobertos.  

Também há limites de idade para a contratação deste tipo de cobertura. 

Para não ficar em dúvida sobre o que está ou não coberto, a melhor dica é conhecer bem todas as condições gerais do seguro antes de assinar contrato. Leia com atenção os riscos excluídos. 

Já pensou ter alguma doença e descobrir na hora de solicitar a indenização que ela é uma das doenças nos riscos excluídos?

Como usar o dinheiro da cobertura para doenças graves?

Assim que receber o dinheiro, o beneficiário com direito à indenização pode empregá-lo como quiser.

Dependendo de sua necessidade, pode usar o recurso como forma de complementar o tratamento, como por exemplo:

  • Para a compra de remédios;
  • Contratação de transporte especializado;
  • Contratação de profissionais cuidadores;
  • Serviços de home care;
  • Alimentação.

Por vezes, os custos com os itens acima podem sair bem caros. Isso sem falar que alguns planos de saúde não oferecem cobertura para algumas dessas despesas

Por isso, vale a pena considerar um seguro de vida com cobertura para doenças graves.

Quais são as outras coberturas para proteção do próprio beneficiário?

Além das doenças graves, o seguro de vida pode oferecer outras coberturas que beneficiam o próprio segurado, são elas:

Atenção ao contratar o seu Seguro de Vida 

Vai contratar um seguro de vida? Não se esqueça de perguntar sobre a cobertura para doença grave. Esse é um dos instrumentos mais importantes de proteção ao próprio segurado.

Embora seja relevante para a tranquilidade de pessoas de todas as idades, muita gente acaba contratando seguro de vida sem sequer saber que essa cobertura existe. 

Pense sobre suas reais necessidades antes de escolher o seguro ideal. 

Peça uma cotação de seguro de vida com a Bidu Corretora e conheça os produtos indicados para o seu perfil. 

Em poucos minutos você recebe no seu e-mail todas as informações necessárias para a sua decisão.

 

+ Veja também: entenda porque seu seguro de vida funciona como um planejamento financeiro

 

Última atualização em 03/06/2020