Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Empresa japonesa oferece seguro para Sakuras

Seguro para Sakuras

Empresa japonesa oferece seguro para Sakuras

01/11/2017

É provável que você já tenha ouvido falar nas Sakuras, ou flores de cerejeiras, tão famosas e adoradas no Japão.

Delicadas, são mais de 200 tipos de plantas que sinalizam o final do rigoroso inverno japonês com suas cores e perfume.

O curto período em que elas desabrocham – entre o final de março e o começo de abril – é o mais esperado pelo povo japonês.

As flores das cerejeiras também atraem milhões de turistas estrangeiros, se tornando uma fonte de renda para o comércio regional, onde são injetados milhares de dólares todos os anos neste período.

Pensando neste cenário, uma empresa de seguros chamada Sompo do Japão inovou no seu ramo de atuação oferecendo seguro para Sakuras, que nada mais é uma proteção climática contra chuvas e tempestades durante o período das Sakuras.

Como o período de apreciação das flores é tão breve, o produto passa a garantir uma indenização para negócios voltados para a área de turismo em casos onde o clima é responsável por prejudicar os negócios.

No entanto, o contrato é restrito. O produto protege o segurado apenas no curto período de tempo das Sakuras, ou seja, de 19 de março a 10 de abril e pagará uma indenização de valor estipulado diariamente por no máximo 10 dias aos que forem prejudicados.

A chuva deverá superar os 10mm e uma quantidade pré-determinada em apólice.

Seguro Para Sakuras: Por que elas são tão importantes para os japoneses?

Por anunciarem o fim do inverno com suas cores pálidas e dar as boas-vindas à Primavera com suas tonalidades alegres e vibrantes, as Sakuras são interpretadas pelos japoneses como um símbolo de renascimento.

As flores não desabrocham em todos os lugares ao mesmo tempo, vão abrindo lentamente como em uma onda que começa no sul do Japão, em Okinawa, e vai em direção ao norte, até Hokkaido.

Este fenômeno de apenas dois meses foi batizado de Sakura Zansen, que quer dizer “linha de frente das cerejeiras”. É neste período que as agências de turismo japonesas organizam passeios temáticos, roteiros turísticos e visitações guiadas em todo o território do país.

Existem também os apreciadores contemplativos que dedicam horas dos seus dias para a observação das Sakuras. Um evento chamado Hanami integra estes fãs das flores para  maratonas incansáveis de observação.

O hábito de observação das Sakuras já conta com mais de mil anos e com o auxílio da Agência de Meteorologia Japonesa, os participantes podem fazer pique-niques e há até festas, danças e apresentações de música para celebrar a chegada da primavera.

As cerejeiras se tornaram símbolo da fraternidade. Tanto é que o governo japonês enviou aos Estados Unidos mais de 3 mil pés da árvore. Atualmente, elas podem ser vistas nos jardins da Casa Branca.

A utilização das flores de Sakura

Mesmo não dando frutos, a árvore tem suas partes utilizadas em diversas aplicações. A madeira, por exemplo, é matéria-prima na fabricação de móveis.

As flores são usadas também na culinária, sendo conservadas no sal para, posteriormente, de transformarem em chá, chamado de sakura-yu. Este chá popularmente é usado em festas de casamento como desejo de boa sorte aos noivos.

O cardápio japonês também é influenciado pela primavera e vários pratos recebem flores de cerejeira em sua apresentação. Sopas, doces e bebidas ganham um toque extra do cor-de-rosa mais aguardado do oriente.

Veja também:

+ Plantas fáceis de cuidar

+ Como ter um lago artificial em casa?