Como funciona o Seguro Residencial para Imóvel Alugado?

seguro residencial para imóvel alugado

Como funciona o Seguro Residencial para Imóvel Alugado?

15/05/2020

Ter um seguro residencial é poder dormir tranquilo com a proteção do seu lar garantida. Mas, em situação que você é o inquilino do domicílio, como funciona o seguro residencial? Ainda vale a pena contratar? Calma, nós vamos explicar e descomplicar tudo sobre o seguro residencial para imóvel alugado, acompanhe!

Cotação online de Seguro Residencial

O que diz a lei sobre o Seguro Residencial para Imóvel Alugado?

Para esclarecer, existe a Lei n.º 8.245, de 1991, popularmente chamada de Lei do Inquilinato, onde se trata os direitos e deveres entre o locador e locatário do imóvel. O seguro residencial é mencionado no Art. 22, item VIII, abordado no seguinte trecho: 

O locador é obrigado a: pagar os impostos e taxas, e ainda o prêmio de seguro complementar contra fogo, que incidam ou venham a incidir sobre o imóvel, salvo disposição expressa em contrário no contrato. 

Ou seja, o proprietário do imóvel fica responsável a pagar o seguro contra incêndio, mas abre uma brecha para isto ser alterado em contrato. Geralmente, isso costuma acontecer com frequência e o inquilino arca com o seguro residencial mais os tributos devidos, como o IPTU e taxas de condomínio.  

Na realidade, o seguro residencial deve ser um acordo firmado entre ambas as partes para oferecer a segurança necessária ao imóvel. 

Como funciona o Seguro Residencial para Imóvel Alugado?

Pode parecer um pouco confuso, mas é mais simples do que parece. Ao se contratar um seguro residencial para imóvel alugado, o segurado garante vantagens não somente para ele, mas também a outra parte interessada do domicílio, seja ela o proprietário ou inquilino.  

Por isso, recomenda-se a contratação do seguro, em virtude de falarmos sobre um bem físico com duas pessoas responsáveis pelo local. No geral, o seguro residencial para imóvel alugado tem como cobertura básica: 

  • Incêndios;
  • Raios;
  • Explosões. 

Notou que são problemas imensos, certo? Pois é, isso não é coincidência: um sinistro que afeta consideravelmente o imóvel, causando perda total, o proprietário perde o seu precioso investimento. Aqui, o seguro age e uma indenização será paga ao locador. 

Neste caso, existem outras coberturas adicionais para proteger a residência de perigos de grande magnitude, como contra vendavais, desmoronamentos e contra queda de aeronaves e impacto de veículos

Interior do imóvel

Já com relação ao interior do imóvel, a história é diferente. Os cuidados são específicos ao inquilino por ele estar morando no lugar. Ou melhor, o locatário decide a respeito da contratação de coberturas para a parte interna, uma vez que ele é quem usufrui da mesma. Quais coberturas são essas? Listamos algumas próprias ao inquilino:

Inclusive, vale também para a cobertura de perda ou pagamento de aluguel a terceiros. Nesta situação, o inquilino tem garantido o pagamento do aluguel na impossibilidade de ficar no imóvel com seguro, se houver um incidente com sinistro.

Para não haver mais dúvidas quanto ao seguro residencial com imóvel alugado, caso houver danos na estrutura do imóvel (respectivos à construção), o proprietário estará coberto e recebe uma indenização. No entanto, se ocorrer um problema no interior do domicílio, o locatário está assegurado e ressarcido pelas possíveis avarias – na hipótese de contratar coberturas adicionais. 

Portanto, diferente do seguro condomínio, que é restrito à proteção de áreas comuns do prédio e obrigatório por lei, porém, não cobre sinistros dentro dos imóveis. 

Quem deve contratar o Seguro Residencial para Imóvel Alugado?

Esta é uma dúvida comum: afinal, quem deve contratar o seguro residencial para imóvel alugado? 

Costuma ser o papel do inquilino realizar a contratação, mesmo que ele coloque o nome do proprietário como responsável pelo seguro. Isso normalmente se acorda entre os pares como uma das burocracias a ser feita após fechar o negócio. A propósito, o locatário deve ser parte interessada no seguro, visto que o previne de prejuízos e gastos desnecessários. Além disso, o possibilita escolher o seguro mais adequado à sua realidade e quais coberturas gostaria de contar. 

Apesar disso, não é raro acontecer do locador se adiantar e fechar o seguro antes mesmo de haver um inquilino na residência. Assim, pelo menos a cobertura básica é assegurada e protege o lar que estiver para alugar. 

Quais são as vantagens de ter um Seguro Residencial para Imóvel Alugado?

E quais os benefícios de adquirir um seguro residencial para imóvel alugado? Listamos os motivos abaixo: 

Sossego

Nada como estar protegido, não é mesmo? Ter um seguro evita maiores perrengues tanto para o proprietário como o locatário, sobretudo no bolso. De um lado, o locador não precisa ficar preocupado com possíveis danos na residência enquanto alguém estiver ocupando o local. Já o inquilino pode estar assistido se precisar de algum reparo ou sofrer um acidente doméstico. 

Ter assistência 24h para emergências

Sim, o locatário pode solicitar a contratação da assistência 24 horas do seguro residencial. Com ela, uma série de serviços é oferecida ao morador para, assim, impedir que mais despesas extras surjam pelo caminho – afinal, sempre tem o aluguel a pagar. Entre as assistências, estão o chaveiro, dedetização, encanador, limpeza geral, desentupimento, entre outros. 

Aliás, importante explicar: somente com a contratação do seguro residencial o imóvel estará coberto se ocorrer algum sinistro em seu interior. 

Acessível

Pensou que o preço do seguro não é acessível? Claro que é! Para descobrir o valor do seguro residencial para o imóvel alugado, vale fazer uma cotação e encontrar um seguro que atenda às suas necessidades. Dessa forma, pesquise um seguro que se encaixe na sua realidade financeira, em vez de ser obrigado a pagar um valor já estipulado. Com o grande cardápio de coberturas disponíveis, o custo benefício é garantido. 

Útil para imóvel que tem aluguel por temporada

Não é somente casas ou apartamentos residenciais que podem ser cobertos pelo seguro. Sabe aquela casa na praia? Então, pode se contratar um seguro para ela, ainda que haja inquilinos pontuais durante o ano. Assim, o locador pode proteger o seu patrimônio e valorizar o local. 

Seja você proprietário ou inquilino, saiba que é fácil e prático contratar um seguro residencial para imóvel alugado. Faça já uma cotação online e descubra qual o seguro residencial se encaixa com o seu perfil!

 

 

 Última atualização em 15/05/2020