É obrigatório usar máscara dentro do carro? Confira

mulher com máscara para texto sobre uso de máscara no carro

É obrigatório usar máscara dentro do carro? Confira

08/05/2020

O governo de São Paulo decretou a obrigatoriedade do uso de máscaras em vias e espaços públicos de todo o estado a partir do dia 07/05/2020. O objetivo é reduzir a propagação do coronavírus SARS-Cov 2, causador da doença respiratória Covid-19, entre a população paulista. Quem for flagrado circulando sem a máscara pode ser advertido ou multado. Os valores variam entre R$ 276,10 e R$ 276,1 mil.

Cotação online de Seguro Auto

Dentro dos veículos, seus ocupantes precisam utilizar as máscaras? 

A resposta é não!

O certo é ficar em casa e evitar ao máximo sair. Mas caso, precise se deslocar de carro, não é obrigatório o uso de máscaras dentro dos veículos particulares que circulam pelo estado. De acordo com comunicado divulgado pelo Estado de São Paulo, conduzir ou viajar sem uso de máscara dentro de um veículo particular não configura uma infração de trânsito, portanto não há multa ou punição. “Não há punição nesses casos nem regulamentação do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) nesse sentido.”, diz a nota oficial.

A obrigatoriedade vale apenas para quem sair de seu carro e for andar na rua, por exemplo. Entretanto, a tendência é que a lei seja estendida também aos veículos particulares. É o que diz à revista Autoesporte uma fonte ligada ao governo paulista.

Nos táxis e carros de aplicativo a máscara é obrigatória

Entretanto, em táxis e carros de transporte por aplicativos, considerados “transporte individual de passageiros por condutores profissionais”, todos os ocupantes devem utilizar a proteção, inclusive o motorista. Caso o passageiro não esteja vestindo a máscara, será impedido de entrar no veículo. A fiscalização e as penas para estes casos são responsabilidade das prefeituras de cada município.

E no transporte coletivo?

Nos ônibus municipais, intermunicipais e interestaduais, além do metrô, trens, balsas e barcas, o uso de máscara é obrigatório por todos os funcionários e passageiros. Quem não estiver utilizando não poderá seguir viagem. A fiscalização será realizada em terminais e pontos de embarque e desembarque. Na cidade de São Paulo, a empresa de transporte que permitir que algum passageiro viaje sem a proteção poderá receber multa no valor de 750 tarifas, ou R$ 3,3 mil.

O motorista pode ficar sonolento ao andar de máscara?

Circula pelas redes sociais uma mensagem falsa que diz que o uso da máscara pode fazer o motorista ficar sonolento e até “apagar” ao volante, causando um acidente. A informação mentirosa diz que a proteção dificultaria a absorção de oxigênio pela pessoa, levando a ocorrência de tais sintomas. A máscara não impede nem dificulta a respiração correta. Além disso, pilotos de corrida usam balaclavas à prova de chamas há décadas sem problema algum.

É arriscado andar sem máscara no carro?

Sim, é arriscado. Embora as chances sejam pequenas, ao andar sem o uso de máscara você pode ser contaminado por uma pessoa doente que espirrar ou tossir no carro ao lado em um semáforo, congestionamento ou posto de gasolina, por exemplo. Ou, caso você esteja contaminado, pode transmitir o vírus.

Além disso, se você deixar o carro com um manobrista em um estacionamento pode ser infectado ou transmitir a doença através do volante, maçanetas, alavanca de câmbio e demais comandos. Sempre que utilizar este tipo de serviço, limpe com álcool gel ou germicidas as partes mais tocadas pelas mãos.

O uso da proteção dentro do carro também é recomendado porque o ato de colocar e tirar a máscara toda vez que sai ou entra do carro pode contaminá-la. O certo é lavar as mãos e colocar a máscara ainda dentro de casa e retirá-la somente depois de fazer a higienização das mãos e braços após retornar.

Vidros abertos ou fechados?

Quanto maior a circulação de ar, menores as chances de contágio pelo coronavírus. Sendo assim, é melhor trafegar com as janelas abertas para que o vento “limpe” o interior do veículo. Entretanto, o ideal é fechar as janelas nos semáforos, paradas do tráfego e estacionamentos de supermercados, por exemplo, sobretudo em garagens com pouca ventilação ou localizadas em subsolos.

E a limpeza do carro?

Manter o interior do carro limpo é fundamental para evitar o contágio não só pelo coronavírus, mas por outros vírus, fungos e bactérias causadoras de outras doenças e alergias. O uso do álcool gel é o mais recomendado, porém o produto pode causar manchas no interior do veículo, especialmente em plásticos e revestimentos emborrachados ou de couro.

Existem vários outros tipos de produtos de limpeza apropriados para automóveis e que são capazes de combater e eliminar microorganismos contidos dentro da cabine. O filtro do ar-condicionado também não pode ser esquecido e uma higienização do sistema (por aerossol ou oxi-sanitização) deve ser feita toda a vez que ele for trocado. O ideal é fazer uma verificação das condições do filtro toda vez que trocar o óleo do motor.

 + Saiba mais sobre o novo rodízio em SP durante a quarentena

 

Última atualização em 08/05/2020