Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

O que fazer em casos de cobrança indevida no cartão de crédito

Imagem de cartão de crédito com a legenda: Cobrança indevida no cartão de crédito

O que fazer em casos de cobrança indevida no cartão de crédito

Com os dias cada vez mais corridos, temos agido no piloto automático em muitas situações de nossas vidas, dentre elas, ao pagar nossas contas. Muitas vezes ao recebermos a fatura, nem percebemos uma cobrança indevida no cartão de crédito.

Sem contar nas situações em que a fatura já está posta como débito automático e nem precisamos nos preocupar com a fatura que chegou.

O problema desse piloto automático, é que perdemos a oportunidade de zelar pelo nosso dinheiro, verificando se não foram feitas cobranças indevidas em nossa fatura.

Dentre as cobranças indevidas, podemos citar uma assinatura de telefonia ou televisão que veio com valor diferente do contratado e cobranças feitas de maneira repetida num estabelecimento qualquer.

+ Use o cartão de crédito sem se endividar

Outra possibilidade de erro muito comum, pode advir da seguinte situação. Imagine comigo: você sai para comer uma pizza com os amigos, passa o valor da conta no cartão de crédito e vai para casa, sem nem perceber que não conferiu o valor pago no caixa.

Quantas vezes não olhamos para a maquininha de cartão só com foco nos números da senha?

A primeira dica para evitar cobrança indevida no cartão de crédito é sempre que for pagar alguma conta, no débito ou crédito, verifique se o valor digitado na máquina de cartão e confere com o total gasto no local.

Como evitar cobrança indevida no cartão de crédito?

O problema é que, mesmo quem tem essa rotina, pode ser pego de surpresa por erros e até malícia de instituições que contam com a sorte de que o “erro” não seja descoberto.

Por isso, ao receber sua fatura, faça uma revisão detalhada dos gastos e ao verificar algum equívoco, saiba como proceder:

  • O primeiro passo é entrar em contato com a central de atendimento da operadora de cartão de crédito, informando a cobrança indevida.
  • Peça ainda o envio de uma nova fatura e anote todos os protocolos de atendimento para eventuais necessidades de confirmação.
  • Geralmente, ao identificar o erro, a própria operadora de cartão de crédito fará a restituição dos valores cobrados a mais, descontando das próximas faturas.
  • Pague a fatura enviada com erro, caso a operadora não emita outra no prazo de pagamento acordado, para depois brigar pela restituição. Os Procons entendem que você deve pagar para depois discutir a cobrança.
  • Caso a operadora não reconheça como um erro dela, é indicado que o cliente entre em contato com a própria empresa que está cobrando pelo serviço por meio do atendimento ao consumidor. Empresas boas e honestas costumam reconhecer facilmente seus equívocos e trabalhar com agilidade para corrigi-los.
  • Esclarecidos os valores e erros, a própria empresa será responsável pelo estorno que virá restituído nas próximas faturas.

E se não resolver a cobrança indevida?

Caso a reclamação junto à operadora do cartão ou ao SAC da empresa não seja resolvida, você deve entrar em contato com as agências nacionais de regulação que organizam alguns serviços como telefonia (Anatel) ou nas ouvidorias das empresas e aguarde pela solução do problema que não deve demorar mais que uma ou duas semanas.

Esgotadas todas essas tentativas, há ainda a via judicial. Registre queixa em um órgão de defesa ao consumidor ou ingresse com uma ação na justiça.

Em caso de valores baixos, um juizado especial não exige advogado.  Em casos graves, contrate um advogado e não deixe de lutar por seus direitos.

Está pensando em parcelar a sua próxima fatura? Conheça as regras para o crédito rotativo do seu cartão de crédito e evite dividas.

Solicite o seu cartão de crédito online e tenha muito mais facilidade na hora de pagar suas compras.