Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Você sabe como preencher cheque?

Imagem de pessoa assinando cheque para ilustrar texto sobre como preencher cheque

Você sabe como preencher cheque?

Em tempos de cartão de crédito, débito e transações financeiras online, o uso do cheque se tornou cada vez mais incomum. Para não correr o risco de ter o cheque devolvido ou cair em alguma fraude, vamos explicar passo a passo de como preencher cheque.

Imagem de pessoa assinando cheque para ilustrar texto sobre como preencher cheque

Preencher um cheque é mais do que só colocar o valor e assinar. Tem algumas formas diferentes de se endereçar um cheque.

Como preencher cheque sem errar  

1 – Valor

Na parte superior da folha, onde está o símbolo “R$”, é o local para escrever, em numeral, o valor do pagamento.

Por precaução, o recomendável é colocar duas # entre os números. Por exemplo: #R$200,00#.

Por quê isso? Por pura segurança. As hashtags evitam que mais números sejam incluídos e mude o valor já preenchido.

2 – Valor por extenso

Isso também precisa? Sem dúvida! Quando for preencher um cheque, escrever o valor por extenso sempre é necessário. Aliás, caso o valor em numeral não esteja de acordo com o por extenso, o cheque não é compensado.

Este campo é intitulado como “Pague por este cheque a quantia de”.

Para maior segurança, outra dica é colocar o valor por extenso entre parênteses. Por exemplo: (duzentos reais e cinquenta centavos). Também é importante riscar o espaço restante na linha. Assim, não é possível novos acréscimos e rasuras no valor escrito.

3 – Campo nominal

O campo nominal nada mais é do que o nome da pessoa ou empresa que receberá o cheque.

Após preencher o valor por extenso, existe um espaço em branco escrito “a”. Nesse espaço, deve ser escrito o nome completo do destinatário.

No caso de ser uma pessoa física, é preciso, sim, escrever o nome completo. Isso porque se, houver somente o primeiro nome, como Luís por exemplo, qualquer Luís poderia reivindicar o cheque. Com o nome completo, o banco somente poderá fazer o pagamento à pessoa descrita no cheque.  

Ainda assim, o campo nominal é somente obrigatório  para os cheques que ultrapassem R$ 100,00.

4 – Local e data

Esta parte é muito simples. Basta escrever o nome da cidade onde o cheque está sendo preenchido e a data em questão. Quer um exemplo? “São Paulo, 01 de janeiro, 2018”.

+ O que é e como funciona o cheque especial

5 – Assinatura

Embora a parte de assinar seja o momento mais fácil de como preencher cheque, não custa lembrar que apenas uma rubrica não é o suficiente. Você deve fazer uma assinatura igual a do seu RG para que não haja qualquer tentativa de falsificação.

Importante: nunca deixe folhas de cheque pré-assinadas no talão. Isso pode causar um grande prejuízo se você perder o talão ou for roubado.

6 – Cheque cruzado

Conhecido por ter aqueles dois riscos diagonais no centro da folha, o cheque cruzado é mais uma medida de segurança utilizada por muita gente.

Recomenda-se essa alternativa para quem deseja que o cheque seja pago por meio de depósito em conta. Ou seja, quando o cheque está cruzado, não há a opção de sacar na boca do caixa.

7 – Endossar um cheque

O endosso do cheque é uma maneira de transmitir o cheque a um terceiro. Ou seja, outra pessoa que não seja o destinatário assinalado anteriormente. Com isso, o novo beneficiário ganha os direitos do cheque.

Como fazer o endosso? A pessoa que recebeu o cheque, que é o destinatário, precisará escrever o nome do novo beneficiário no verso do cheque e assinar. Dessa forma, ficará explícito a quem será feito o endosso.

Somente os cheques que têm escrito “à ordem” podem ser endossados. Os que constam “não à ordem” não são válidos para o endosso.

Caso não queira o endosso, pode-se riscar o “à ordem de” e marcar “não à ordem de”. Os bancos também disponibilizam talões com cheques “não à ordem”, o que evita o endosso.

8 – Cheque ao portador

Um cheque “ao portador” significa que ele não tem o nome de quem será o seu destinatário. Ou melhor: o campo nominal fica em branco. Sem nome de pessoa ou empresa.

Porém, o cheque ao portador é válido para pagamentos de até R$ 100,00. Passou disso, o nome do destinatário é obrigatório.

Agora que você já sabe como preencher cheque, conheça dicas de como usar cheque pré-datado sem se enrolar!

+ Você conhece o empréstimo com cheque?