Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Em busca de um consórcio barato?

Pesquisar alternativas para a aquisição de um veículo é missão especial. Uma das condições existentes no mercado que facilita a vida de quem não tem como comprar o sonhado carro à vista é o consórcio. Mas além de conhecer o consórcio, a gente também quer saber como faz para encontrar um consórcio barato.

Desenho de pessoa pensando em dinheiro na frente do computador para ilustrar texto sobre consórcio barato.

Para encontrar um consórcio barato é preciso analisar suas taxas, índices de satisfação e, principalmente, se cabe no seu bolso.

Aliás, o que deve ser avaliado em um consórcio para que seja considerado um consórcio barato? Será, neste caso, que o consórcio barato pode sair caro? Afinal, todos desejam adquirir um produto que, além de acessível, seja confiável.

Vamos trazer alguns pontos essenciais, para não dizer cruciais, que você deve estar atento e levar em conta para adquirir um consórcio barato, ajustado ao seu bolso!

O que levar em conta para encontrar um consórcio barato

Taxa de administração

Está aí um dos principais aspectos que você deve avaliar para encontrar um consórcio barato.

A taxa de administração tem “peso” no valor de cada parcela do seu consórcio. Por isso, é essencial compará-la e o raciocínio é o básico. Quanto maior a taxa de administração, mais caro será o valor pago no final.

As diferenças entre as taxas praticadas no mercado ocorrem em virtude das distintas administradoras.

São elas que determinam a taxa que será cobrada e que nada mais é do que o pagamento que as administradoras recebem pelo trabalho que realizam.

Sim, essas empresas buscam os clientes, administram o pagamento recebido dos consorciados, coordenam os sorteios das cartas de crédito, entre outras atribuições.

Por todo esse trabalho elas recebem o pagamento via as taxas de administração que são cobradas. E acredite: há diferenças relevantes entre as taxas encontradas no mercado. Vale a pena, então, ter paciência e boa vontade para começar a encontrar um consórcio adequado ao seu bolso.

Isso implica, portanto, em uma boa pesquisa da administradora. Afinal, como já foi dito, a ideia aqui é que o consórcio barato não fique caro no final!

Uma dica importante para avaliar se a administradora é ou não de confiança é verificar no site do Banco Central. Lá você pode ver se ela tem autorização para realizar essa operação comercial.

Pois é, vale sempre a iniciativa de investigar a reputação dessa empresa para que você tenha a garantia de fazer um bom negócio com uma boa administradora.

Sem juros

Outro aspecto que torna o consórcio barato é que trata-se de uma modalidade em que o cliente/consumidor não arca com os juros. Diferentemente do que ocorre, por exemplo, nos casos de financiamentos.

Desta forma, a aquisição se torna mais barata. Mesmo apresentando outros encargos como, por exemplo, a taxa de administração.

Compra planejada

Ao colocar na ponta do lápis tudo o que se faz para obter um consórcio barato é importante lembrar de algo. O consórcio é um modelo de compra planejado, ou seja, para quem se organiza.

Desta forma, o consorciado realiza a compra do bem que deseja com mais tranquilidade e prazos flexíveis. Esses prazos são capazes de serem administrados mensalmente de acordo com o perfil financeiro de cada um. Isso o torna mais barato quando comparado com outras alternativas encontradas no mercado.

Simulação: o melhor exercício antes da compra

Para ter certeza de que você está adquirindo um consórcio barato e mais adequado ao seu bolso, temos uma dica. Faça uma simulação para poder avaliar como será a sua vida financeira com o pagamento da parcela mensal.

Em geral, as administradoras fornecem uma ferramenta para a realização desse cálculo.

Capacidade financeira do consorciado

Os especialistas conseguem definir o que seria um consórcio barato para você. Segundo eles, um consórcio considerado adequado ao bolso do consumidor é aquele que não ultrapassa 30% da renda obtida mensalmente.

Portanto, faça as contas para avaliar se o consórcio que você escolheu não ultrapassa esse percentual.

Melhores oportunidades de contemplação

Há mais um fator que também contribui para definir o consórcio de carros mais adequado além do preço mais acessível. Esse fator é a quantidade de contemplações que ele oferece.

Quanto mais sorteios, mais chances de ter o carro antes do prazo esperado. Lembrando aqui também que nessa modalidade é possível obter o veículo com antecedência em virtude da possibilidade que o consumidor tem de dar um lance para a aquisição do bem.

Dica geral

Você já ficou por dentro de alguns dos pontos essenciais para encontrar um consórcio barato e adequado ao seu orçamento.

Tão importante quanto o preço, é saber avaliar também todas as demais informações que constam no contrato antes do momento de assinatura do mesmo.

Trata-se de uma dica corriqueira, porém essencial. Leia com muita atenção o contrato antes de assinar!

Em caso de dúvidas, fale com a administradora. Lembre-se de que fazer perguntas sobre o que você não entende é o caminho para evitar surpresas desagradáveis no futuro.

Depois de assinado você firmou um compromisso. Antes disso, você tem o direito de entender cada detalhe e de perguntar o que for preciso.

Além disso, veja sempre se o consórcio que você escolheu é bem avaliado pelos consumidores. Assim você garante encontrar o melhor consórcio pelo melhor preço.