Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Como usar FGTS no consórcio de automóvel

Adquirir um veículo novo é o sonho de muitas pessoas. Mas para quem para quem não tem o investimento pronto, há algumas possibilidades para realizar este sonho. O financiamento e o consórcio são duas delas. Você sabia que é possível usar FGTS no consórcio de automóvel?

Imagem de carro para ilustrar matéria sobre como usar fgts no consórcio de automóvel

Vamos te explicar como você pode fazer para adquirir seu carro nesse formato aproveitando aquela receita extra que o FGTS nos proporciona em determinados momentos. Mas antes disso é melhor entender direitinho o que é um consórcio.

 


 

 

Solicite agora mesmo o seu Consórcio de Carro e realize o seu sonho.

Consórcio de Carro Online >>

 

 


O que é o consórcio?

Para quem ainda não está totalmente por dentro do assunto consórcio, vamos entender rapidamente como ele funciona.

O consórcio é a reunião de um grupo de pessoas interessadas em poupar e investir recursos para compra de bens. Esses bens podem ser imóveis, automóveis, entre outros. Na prática, é a criação de um fundo de investimento, sem aplicação de juros, administrado por um empresa contratada.

De tempos em tempos, a administradora reúne o grupo para sortear a tão sonhada carta de crédito, que lhe dará a possibilidade de comprar o seu bem à vista.

Nessas reuniões é possível você ser sorteado brevemente ou não. É sempre bom lembrar que o consórcio pode ser algo com prazo longo, de até 10 anos, por exemplo.

A parte boa é que, dentro dessas transações, você pode realizar lances para antecipar a sua conquista da carta. Assim você terá o poder de barganha de negociar o bem com pagamento à vista.

Vantagens do consórcio

Vamos detalhar um pouco mais as vantagens de você participar de um consórcio:

  • Não há juros, como em um financiamento. Por isso, você consegue comprar um bem com menos custos;
  • É um método fácil e transparente. Você saberá exatamente quanto irá aplicar;
  • Não tem tanta burocracia para entrar em um grupo;
  • Você adquire o bem à vista, o que te dá possibilidades de negociação melhores;
  • Os valores são atualizados periodicamente para que não haja o risco de você ter o seu bem com custos desproporcionais.

É bom saber

Importante lembrar:

  • Em um consórcio não é garantido o tempo de entrega da sua carta de crédito;
  • A empresa que administra o consórcio não é um banco, como em um financiamento, e sim uma empresa regulamentada pelo Banco Central do Brasil. Por isso, vale uma pesquisa profunda sobre a reputação dessa gerenciadora;
  • Não tem juros, mas há taxas administrativas e outras que irão garantir o bom funcionamento do grupo, mesmo que algum membro precise sair ou em caso de morte.

O que é o consórcio de veículo?

O consórcio de automóveis reúne pessoas como você interessadas em adquirir esse mesmo bem. Ao ser contemplado no sorteio ou por um lance, você recebe a carta de crédito que dará direito a compra do seu carro novo, mediante a intermediação da empresa contratada pelo consórcio.

Ou seja, as regras em um consórcio são as mesmas, a diferença está no tipo de bem que o seu grupo de investimento está se propondo a comprar.

A seguir, vamos explicar como usar FGTS no consórcio de automóvel.

Como usar FGTS no consórcio de automóvel

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, conhecido como FGTS, é um direito constitucional que funciona como uma espécie de poupança para trabalhadores. Todas as pessoas com contratação em regime de carteira assinada, ou também conhecida como Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), tem direito ao FGTS.

O depósito a esse fundo é feito pela empresa responsável pela contratação do trabalhador. O valor retido é referente a 8% do salário bruto.

O FGTS pode ser utilizado nas seguintes circunstâncias:

  • Aposentadoria ou a partir de 70 anos;
  • Demissão sem justa causa;
  • Doenças terminais;
  • Desastres naturais;
  • Falecimento do trabalhador;
  • Falência ou fechamento da empresa;
  • Financiamento da casa própria;
  • Conta inativa, ou seja, sem nenhum depósito, por mais de três anos consecutivos.

Pode usar o FGTS no consórcio de automóvel?

Sim, você pode usar o usar FGTS no consórcio de automóvel para quitar o saldo devedor, realizar lances de oferta ou até amortizar parcelas. Porém, há algumas regras básicas, que incluem requisitos da Caixa Econômica Federal, que você precisa ter em mente.

  • Você deve ter, no mínimo, três anos de trabalho contemplado no regime de FGTS;
  • Você precisa ser o titular da conta do FGTS e do consórcio para utilizar. Ou seja, não é possível fazer isso com receita de terceiros;
  • Não pode ter um financiamento operante, como de imóvel ou outro bem.

Como utilizar o FGTS em um consórcio?

Veja o passo a passo para utilizar usar FGTS no consórcio de automóvel, segundo as regras da Caixa Econômica Federal para manuseio do saldo.

1 – Consulte o seu saldo;

2 – Reúna a documentação (*);

3 – A Caixa avalia essa documentação e a sua situação para liberar o uso do FGTS.

(*) Documentação necessária:

  • Registro Geral (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Extrato da sua conta em que está vinculado o seu FGTS;
  • Carteira de Trabalho que comprove o tempo trabalhado sob o regime de FGTS;
  • Caso seja trabalhador autônomo, é necessário a declaração do gestor da mão de obra ou do sindicato;
  • Declaração de Imposto de Renda próprio e do cônjuge, caso haja.

Após a consulta da situação do seu FGTS na Caixa Econômica, é a hora de comunicar a administradora do seu consórcio sobre a possibilidade de utilização do valor do FGTS no consórcio de automóvel.

Para aplicar em lances de oferta, você dá o lance normalmente, podendo ser inclusive o seu saldo total do FGTS. Se você for contemplado, você avisa a administradora que irá utilizar essa fonte de receita e apresenta o extrato para a empresa.

Caso a necessidade seja para quitar o saldo devedor, você poderá sacar o seu Fundo de Garantia, de acordo com as normas da Caixa Econômica, e realizar a ação. A regra é apenas que esse formato só poderá ser aplicado por você a cada três anos.

Para amortização do saldo, você não pode ter qualquer atraso nas prestações. Ou seja, o FGTS não está disponível para casos de pagamento de dívidas.

Vale a pena usar o FGTS?

Agora que você já entendeu sobre como usar FGTS no consórcio de automóvel e as regras que se aplicam para a utilização do seu saldo em um consórcio, a decisão está em suas mãos.

Você é a pessoa certa para avaliar como está a sua saúde financeira e se de fato o FGTS será um bom argumento na realização dessa compra.

Se ainda assim ainda houver dúvidas de como proceder, converse com a administradora do seu consórcio e receba as orientações referentes ao seu contrato e ao seu grupo de investimentos.