Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Consórcio imobiliário: vale a pena fazer?

O sonho do imóvel próprio é o desejo de muitos de nós. Afinal, quem não quer se ver livre do aluguel, não é mesmo? Mas, quando não temos ainda todo o valor disponível para realizar essa compra, é comum procurarmos opções de recursos para concretizar. O consórcio de imóveis é um desses métodos. Hoje, você vai entender se o consórcio imobiliário vale a pena ou não.

Ilustração de casa e moedas de dinheiro para texto sobre consórcio imobiliário vale a pena

O que é consórcio?

Antes de decidir se o consórcio imobiliário vale a pena, é muito importante você entender o que é um consórcio e como ele funciona.

O consórcio é um autofinanciamento gerado a partir de um grupo de pessoas. Essas pessoas se associam em busca de um bem comum. Normalmente o objetivo é comprar o seu veículo novo ou imóvel, por exemplo.

Essa parceria se dá a partir da administração de uma empresa contratada. Ela irá gerir o grupo, realizar as assembleias para a realização do sorteio, bem como garantir que os membros sejam contemplados.

Não há taxa de juros envolvido nesse método de sociedade. Há apenas o pagamento de uma mensalidade e de uma taxa administrativa. A mensalidade é acordada em contrato.

Na prática, pense como uma compra parcelada e sem juros. Porém, não há um prazo específico para a contemplação da realização da aquisição do seu bem. Isso porque que você poderá ser sorteado e receber a tão esperada carta de crédito no primeiro ou até no último mês de vigência do consórcio.

Para entrar nessa empreitada, é muito importante que você pesquise bem a reputação da empresa que irá administrar o seu grupo. O Banco Central é o órgão oficial de fiscalização desse serviço. Ele possui em seu site um ranking que classifica as reclamações dos clientes de cada uma dessas empresas.

Vantagens gerais do consórcio

O consórcio imobiliário vale a pena se você não tem urgência para adquirir o seu imóvel e prefere métodos menos burocráticos para agir.

Há também outras vantagens que fazem com que você possa chegar a conclusão que o consórcio imobiliário vale a pena. Afinal, não tem o pagamento de juros, que geralmente são bem altos em financiamentos com o banco, por exemplo.

Além disso, você ganha uma “carta na manga” ao ter a sua carta de crédito em mãos. Ela servirá como um pagamento à vista para o seu bem. Isso torna mais fácil a negociação com o vendedor.

O que vale aqui é você avaliar a sua saúde financeira e o tempo que você está disposto para esperar para realizar a compra.

Esse é um breve resumo sobre a prática do consórcio. Agora, vamos falar um pouco mais sobre o consórcio de imóvel para você decidir se consórcio de imóvel vale a pena.

O que é um consórcio de imobiliário

O consórcio imobiliário é a reunião de um grupo de pessoas, dispostas a realizar um autofinanciamento, para a aquisição da casa ou apartamento próprio.

Esse tipo de consórcio segue as mesmas regras do modelo de consórcio geral. Ou seja, você contrata uma administradora para gerir a sociedade e paga uma mensalidade e a taxa administrativa. Então, aguarda pelas assembleias de sorteio da carta de crédito.

O perfil comprador de quem está em um consórcio é de quem não tem tanta pressa para adquirir o seu bem. Afinal, como falamos aqui, com o sorteio não há garantia de prazo mínimo ou máximo para você ganhar.

Como eu entro em um consórcio?

Para começar o seu consórcio, você deve pesquisar a empresa administradora que melhor se encaixe no seu perfil. Faça as contas de quanto você precisa e o quanto você pode pagar mensalmente para a aquisição do seu imóvel. Por fim, você se unirá a essa empresa e irá esperar que ela reúna outros interessados. O grupo deve ter pelo menos o número mínimo de pessoas.

Quanto tempo demora um consórcio imobiliário?

A estimativa do mercado é que um consórcio imobiliário demore de 10 a 15 anos para finalizar. Esse prazo depende principalmente da administradora contratada.

Ou seja, nesse período, podem acontecer três cenários para você conquistar a sua carta de crédito que podem determinar o seu prazo no consórcio:

  • Ser sorteado;
  • Você oferecer um lance em leilão por uma carta de crédito disponível;
  • O grupo se encerrar e você enfim receber a carta.

Fique atento! Muitos vendedores de consórcio fazem promessas irreais de antecipação e prazo determinado para você conquistar a sua carta de crédito. Não caia nessa. Siga as orientações que especialistas e o Banco Central divulgam a respeito do funcionamento do consórcio.

Os lances

Vamos entender melhor sobre o item que comentamos acima sobre os lances no consórcio.

De tempos em tempos – isso varia de acordo com a administradora contratada – haverá uma reunião com os membros do grupo para que possa ser realizado o sorteio. Nesse momento, há a possibilidade dos membros do grupo ofertarem lances. Esses lances podem antecipar a conquista da carta de crédito e podem acontecer de duas formas:

  • Lance fixo: é uma porcentagem de crédito que será definida pela empresa gestora do grupo. Caso haja mais de um lance nesse formato, há um sorteio entre os participantes;
  • Lance livre: não há valor limite para fazer o seu lance livre. Você deve procurar com antecedência a administradora do consórcio para informar a sua intenção de ofertas de cotas. Caso a sua seja a maior naquele momento, você garante a sua carta de crédito.

Estude bem o comportamento do grupo e as regras acordadas em contrato antes de realizar o seu lance.

Que tipos de imóveis posso comprar?

Em geral, os valores das cartas de crédito para a compra de imóveis variam de R$ 80 mil a R$ 1 milhão. Com essa variação é possível comprar diferentes tipos de imóveis, desde novos, a mais antigos.

Se você fez um financiamento e está quitando as parcelas, você pode utilizar o mecanismo do consórcio para encerrar esse compromisso.

Então, ao contratar um consórcio para esse tipo de função, você deixar de se preocupar com o financiamento. Assim, passa a assumir o que for acordado com o consórcio. A grande vantagem aqui é a substituição das altas taxas de juros do financiamento, pela mensalidade e taxa administrativa do consórcio.

Sobre as taxas

É importante que você esteja bem familiarizado com as taxas e as motivações que elas existem.

A taxa administrativa refere-se ao valor cobrado mensalmente pela empresa responsável pelo consórcio. A empresa usa a taxa para gerir e para fazer a manutenção do seu grupo de associados.

Já o fundo comum é onde ficará reservado os valores pagos nas mensalidades por parte dos membros do grupo.

E por fim, o seguro. Essa é a taxa de garantia de que mesmo que alguém desista do consórcio ou aconteça algo mais grave, como uma morte de um membro, o funcionamento do que foi acordado continue acontecendo.

Mas não se esqueça, você pagará juros e multa apenas se houver atraso no pagamento da sua mensalidade acordada com a administradora do consórcio.

Como eu faço o pagamento da mensalidade e das taxas?

A empresa contratada emite um boleto com os valores correspondentes e com as informações sobre as atividades do grupo.

Depois que eu for sorteado eu continuo pagando as parcelas?

Isso depende do momento em que você for sorteado. Se ainda houver parcelas acordadas em contrato para quitação do consórcio, você terá sim que continuar honrando com o seu compromisso financeiro com a administradora e com o grupo.

O que eu faço com a carta de crédito?

A carta de crédito é a garantia de que você possui verba para a compra do imóvel, que será realizada pela própria administradora do consórcio. Ou seja, não é um depósito em dinheiro na sua conta bancária para que você realize a compra. Mas sim, uma carta que irá firmar a compra do imóvel que você escolher e que você determinar, para a empresa administradora.

Consórcio imobiliário vale a pena?

Depois de você conhecer todas as regras e o funcionamento do consórcio para imóveis, chegou a hora de colocar na ponta do lápis e avaliar se o consórcio imobiliário vale a pena.

Para ajudar, veja a tabela abaixo com as vantagens e desvantagens em um resumo rápido de tudo que mostramos aqui:

Prós Contras
Excelente opção para quem não fez poupança, mas deseja adquirir um imóvel Prazo longo para a conquista da carta de crédito para a compra do imóvel
Menos burocracia e mais facilidade para quem tem crédito restrito no mercado Respeite a sua saúde financeira! Se você vive de aluguel terá que administrar junto com esse compromisso o valor das mensalidades
Não há taxas de juros Confira as regras e informe-se sobre a possibilidade de reajustes nos valores e sobre a mensalidade

Mesmo que tenha ficado claro tudo que você precisava saber para decidir se o consórcio imobiliário vale a pena, não deixe de seguir as nossas dicas em prol da sua saúde financeira. Procure sempre informações sobre a empresa para o seu consórcio pelo Banco Central.

+ Consórcio de carro usado vale a pena?