Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

O que é uma carta de crédito e como utilizá-la

o que é uma carta de crédito

O que é uma carta de crédito e como utilizá-la

Grandes sonhos de consumo pedem, muitas vezes, uma estratégia de compra diferenciada. Afinal, quem não quer ter o seu próprio imóvel ou carro, não é mesmo? O problema é que poucos conseguem ter o dinheiro à vista para adquirir tais bens. E é aí que vem a pergunta que pode te ajudar. Você sabe o que é uma carta de crédito?

Entre pagar à vista e o parcelamento do valor (ou de um empréstimo bancário), existe o consórcio. Muitas empresas oferecem este produto que pode ser a solução para quem não quer se endividar e nem possui dinheiro para fechar o negócio à vista.

 


 

 

Solicite agora mesmo o seu Consórcio de Carro e realize o seu sonho.

Consórcio de Carro Online >>

 

 


O que é uma carta de crédito?

A carta de crédito nada mais é do que o que você ganha quando é contemplado em um sorteio de consórcio. Ou seja, você participa de um consórcio de um imóvel ou veículo. Em um determinado mês, é um dos sorteados. Nessa situação, a empresa que realiza o consórcio entrega a você uma carta de crédito. Ela funciona como um “vale” referente ao valor escolhido na contratação do consórcio.

Com a carta de crédito em mãos no valor determinado pelo contrato, o contemplado poderá adquirir o imóvel ou veículo do consórcio como em uma transação à vista. A diferença é que quem está vendendo receberá o pagamento real da empresa do consórcio.

No entanto, a carta de crédito precisa ser utilizada em um curto período de tempo. Isso porque está sujeita a reajustes da tabela do fabricante de veículos, por exemplo. Já em caso de imóveis, ela irá variar conforme os índices econômicos relativos à construção.

Há, ainda, a possibilidade de vender a carta de crédito contemplada, apesar de essa não ser uma prática totalmente segura.

Entendeu agora o que é uma carta de crédito? Ela nada mais é do que um documento com finalidade exclusiva. Quer dizer, se você foi contemplado em um consórcio de veículo, ela deverá ser utilizada na compra de um veículo. Em casos de imóveis, ocorre a mesma coisa.

+ Conheça o consórcio de carros usados

Mas afinal, o que é um consórcio?

O que seria, porém, esse sistema de consórcio? É importante entender seu funcionamento para entender sobre a carta de crédito. Um consórcio é formado por um grupo de pessoas que decidem comprar determinado bem (casa, apartamento, veículo etc). Ao invés de financiar a altos juros, preferem fazer como numa poupança mensal. Ela será administrada por uma empresa que cuida de fazer os ajustes necessários para garantir o poder de compra do consorciado.

Mensalmente são realizados sorteios entre os participantes do consórcio e alguém levará sua carta de crédito para casa. Até o final do consórcio, todos os participantes receberão suas cartas de crédito. Todos serão contemplados. O que define a ordem de contemplação pode ser a sorte ou o lance.

Para quem não pretende depender da sorte, há a possibilidade de antes dos sorteios oferecer um lance. Seria um adiantamento das parcelas, sendo que o maior lance mensal pode ser contemplado com a carta de crédito. O valor do lance será abatido das parcelas e você segue pagando o que ficou de diferença.

+ O que é a cota no consórcio?

+ Como se planejar financeiramente para um consórcio?

Como posso utilizar uma carta de crédito?

Agora que você já sabe o que é uma carta de crédito, vamos te explicar como utilizar este documento. Se você tem uma carta no valor de R$200 mil, por exemplo, e ela foi concedida em um consórcio de imóveis, o contemplado deverá procurar um imóvel por este valor. Depois de tê-lo encontrado, basta fornecer os dados do vendedor para a administradora de consórcio e o valor será creditado.

No caso de veículos, o consorciado deve informar o modelo do carro, seu número de chassi e ano de fabricação. A carta de crédito para veículos deverá conter todos esses dados. Já em caso de imóveis, é preciso solicitar o registro na prefeitura e comprovante de quitação de IPTU. Este procedimento é importante para a empresa do consórcio saber que está fechando com um negócio seguro e confiável.

Também existem outros tipos de consórcio menos populares, mas que vêm ganhando espaço. Atualmente, já é possível conquistar uma carta de crédito para outras finalidades. Cirurgias plásticas, reformas, compra de terrenos, festas de casamentos e pagamentos de viagens estão entre as novas modalidades.

+ Como usar a carta de crédito quando está com nome sujo?

Quais são as vantagens de uma carta de crédito?

Você já descobriu o que é uma carta de crédito e como utilizá-la. Agora quais são as vantagens?

Se eu não recebo em dinheiro, mas uma carta de crédito que me limita a comprar determinado bem, qual a vantagem desse tipo de investimento?

Podemos considerar como uma das vantagens a segurança de não ter que lidar com o dinheiro em espécie. Sem implicar em custos bancários, por exemplo.

Primeiramente, o consórcio que origina a carta de crédito é uma boa opção para quem não tem pressa em adquirir o imóvel ou veículo. Através dele, paga-se parcelas mensais adequadas ao orçamento de cada um. Podendo haver a contemplação através de sorteio ou lance a qualquer momento.

Quando contemplado, o felizardo recebe a carta de crédito e tem a possibilidade de negociar com a empresa vendedora do bem como se estivesse comprando à vista. É possível pedir descontos consideráveis, solicitar adicionais ou condições especiais. Saiba mais sobre o que é ser contemplado no consórcio.

O uso da carta de crédito é diferente de uma operação de transferência convencional. Por isso, não é necessário pagar taxas e impostos que seriam aplicados caso você recebesse o dinheiro diretamente em conta. Dessa maneira, é possível garantir mais poder de compra.

+ Como usar o FGTS no consórcio?

Mas claro que nem tudo é só vantagem. Vamos ver o outro lado?

Desvantagens da carta de crédito

Para os ansiosos de plantão ou para os que precisam do bem a curto prazo, a carta de crédito pode não ser um bom negócio. Ela é permeada pela incerteza. Você pode ser o primeiro a ser contemplado (e isso seria excelente!). Mas também pode ser o último. Se a necessidade for grande e sua chance de dar lances for pequena, melhor pensar em outras alternativas para não precisar contar com a sorte.

Vale a regra de escolher muito bem a empresa com quem você irá contratar o consórcio. Analisando sua reputação e experiência na área. O cuidado anda de mãos dadas com a sorte! Bons negócios!

Saiba mais sobre consórcio imobiliário.

+ Como cancelar um consórcio

+ Como funciona a taxa de administração do consórcio

+ Consórcio para casamento