Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

O que é crédito pré-aprovado

As suas relações com as instituições financeiras são sempre observadas. Você algum dia já recebeu uma proposta de crédito pré-aprovado? Então esse é um sinal de que você está com uma boa reputação junto à empresa que te fez a oferta.

Imagem de árvore dando dinheiro para ilustrar texto sobre crédito pré-aprovado

Esse é o princípio do crédito pré-aprovado. Com base em uma análise de perfil, a instituição financeira propõe um empréstimo a você.

Mas, será que isso vale a pena? Essa é a dúvida de muita gente. Quando a oferta é boa, sempre desconfiamos.

Neste texto vamos desvendar os mistérios do crédito pré-aprovado. Vamos também mostrar quais são os melhores cenários para se aceitar essa oferta.

O crédito pré-aprovado

Se você alguma vez na vida precisou de um empréstimo, vai saber como o processo funciona. Primeiro você vai até o banco para solicitar o empréstimo. A instituição, por sua vez, vai analisar todo o seu perfil financeiro.

Ela faz isso com o intuito de saber quais são as suas garantias. Não é bom para a empresa correr riscos. Por isso, quanto mais garantias forem apresentadas, mais chances terá de conseguir o empréstimo. Isso demostra que você pagará aquele valor emprestado.

O crédito pré-aprovado é um tipo de empréstimo no qual uma parte do processo de análise de perfil é realizada previamente pela instituição financeira. O seu histórico como pagador é utilizado como base.

Em outras palavras, o banco verifica se você cumpre com as suas obrigações financeiras regularmente. Se você paga em dia as parcelas de compras no cartão de crédito ou até mesmo se você não anda se envolvendo em muitas dívidas. Estes são exemplos de boas condutas financeiras.

Logo, quando esse saldo é positivo, as chances do banco ou da empresa financeira oferecer um crédito pré-aprovado são mais altas.

Como o seu perfil é avaliado

Existem órgãos que alimentam bancos de dados com informações dos indivíduos que têm dívidas vencidas. É o caso da Serasa Experian e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Quando o indivíduo está com “nome sujo na praça” é porque seus dados (nome completo e CPF, no mínimo) estão nos arquivos de um desses órgãos. Os comércios e as instituições financeiras consultam constantemente esses bancos de dados antes de oferecer ou aprovar um empréstimo a você.

+ Quais são as alternativas de empréstimo para negativado?

Além disso, em um mundo conectado como hoje, é cada vez maior a chance de você passar por uma avaliação dessas sem perceber. As compras online permitiram às empresas recolherem informações de boa parte do seu relacionamento com o mercado. Informações essas que também podem ser usadas como base para que instituições financeiras montem propostas de crédito pré-aprovado para seu perfil.

Esta é uma forma dos bancos se protegerem. Todo empréstimo, como dito antes, representa um risco para quem o financia.

Quando um banco faz uma proposta de crédito pré-aprovado ele avalia previamente os bons pagadores. Com isso, na realidade, a instituição está tentando baixar o risco do empréstimo. Muito provavelmente você pagará a sua dívida em dia se você tem esse hábito recorrente.

Do outro lado, até mesmo a pessoa mais disciplinada pode precisar de dinheiro na mão em determinadas situações de emergência. Por vezes, ela não recorre ao empréstimo por medo de ser rejeitada ou de não conseguir pagar. O crédito pré-aprovado é uma forma do banco dizer que há um dinheiro disponível caso você queira utilizar.

Principais vantagens do crédito pré-aprovado e quando usar

A grande vantagem da modalidade do pré-aprovado é a falta de burocracia e a facilidade de se ter o dinheiro na mão.

A forma de contratação é quase automática. Pode ser feita direto no sistema do banco, seja online ou caixa eletrônico. E o crédito pré-aprovado pode vir não só na forma de um empréstimo, mas também como um cartão de crédito.

É importante ter em mente que, mesmo após aceitar a oferta, você está sujeito a uma análise do banco ou agência financeira. Essa avaliação, no entanto, serve mais para confirmar os dados que foram obtidos sobre você em algum momento do passado. Às vezes, se a informação não bate, o banco não autoriza o empréstimo e pode retirar a proposta por um tempo.

O melhor cenário para você aceitar uma oferta de crédito pré-aprovado é quando há uma dívida para ser quitada. A baixa burocracia é um fator determinante para colocar o dinheiro rapidamente à sua disposição.

Se você possui algum bem que deseja muito adquirir, também é válido aceitar a proposta. Antes de aceitar, lembre-se de avaliar se as parcelas caberão dentro do seu orçamento.

Como todo crédito, você precisa ficar de olho no prazo de pagamento, nos juros e nas tarifas. Todos esses itens variam de banco para banco e conforme o seu perfil.

Uma desvantagem do crédito pré-aprovado é que essa é uma proposta fechada. Dificilmente você conseguirá negociar as taxas de juros e parcelas com o banco. Caso você queira mais margem para negociação, busque opções mais tradicionais de empréstimo ou financiamento junto a uma instituição financeira de confiança.

Pré-aprovado é diferente de outros créditos automáticos

Algumas pessoas acham que o crédito pré-aprovado é a mesma coisa do que o cheque especial. Mas eles não são iguais. O cheque especial é uma forma de crédito automático, que existe na maioria das contas correntes. Nesse caso, quando o saldo da conta corrente fica negativo, automaticamente o cliente entra no cheque especial.

A taxa de juros do crédito pré-aprovado e do cheque especial também são muito diferentes. Como o cheque especial é automático, não há análise nenhuma de perfil. Por isso, o risco do banco ter calote é alto. Tanto que no Brasil o juros do cheque especial é considerado um dos maiores do mundo.

O crédito pré-aprovado possui um juro fixo e bem mais baixo. Em alguns casos, é vantajoso trocar a forma de dívida. Por exemplo, se você estiver devendo um alto valor no cheque especial, talvez possa valer a pena a dívida com juros mais baixos através de um crédito pré-aprovado.

A disciplina é a sua maior aliada ao aceitar o crédito pré-aprovado. Você não é obrigado a aceitar a proposta. Nem mesmo quando ela é muito tentadora. Ao manter sempre uma boa relação com o mercado e as instituições financeiras, com as contas em dia, é bastante provável que você receba outras propostas de crédito pré-aprovado.

+ Qual a melhor ocasião para pedir um empréstimo?

+ Como declarar empréstimo no Imposto de Renda