Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

As melhores dicas para pegar um empréstimo pessoal

Ilustração representando dívidas para ilustrar texto sobre dicas para pegar empréstimo pessoal

As melhores dicas para pegar um empréstimo pessoal

Em alguns momentos, a situação financeira pessoal pode ficar desfavorável. Seja por conta de um gasto inesperado de emergência, desemprego ou para quem se endividou por falta de planejamento. Aí então a necessidade de pegar um empréstimo fica iminente. Mas você sabe quais são as melhores práticas para não cometer erros na hora de dar esse passo? O que levar em conta para pedir um empréstimo ou quais cuidados você deve ter? Separamos aqui algumas dicas para pegar empréstimo que vão facilitar essa decisão.

Ilustração representando dívidas para ilustrar texto sobre dicas para pegar empréstimo pessoal

Dicas para pegar empréstimo

Primeira ou última opção?

O empréstimo pode ser uma das primeiras opções que vêm em mente para solucionar os problemas financeiros. Porém, especialistas recomendam que essa prática seja a última opção.

Por melhor que possa parecer a linha de crédito, precisamos sempre lembrar que junto com ela vêm as taxas de juros. Então, tenha a consciência de que pegar um empréstimo deve ter motivações como emergências ou troca de dívidas mais caras.

Organize-se e planeje-se!

Organização é uma das melhores dicas para pegar empréstimo.

Papel e caneta ou uma boa planilha de excel vão te ajudar nesse momento. Faça uma lista com todas as suas despesas. Inclua também as dívidas já existentes. Faça outra lista com as receitas e ganhos você recebe. Isso irá ajudar você a entender qual é a sua real situação.

Aproveite esse exercício para checar se há a possibilidade de fazer corte de custos em algum item. Outra opção é fazer substituições por outras práticas e aquisições mais em conta.

Nessa hora, você pode até encontrar surpresas positivas. As vezes você pode perceber que a sua situação financeira não está tão problemática quanto parece. Aí então poderá até mesmo fugir da necessidade de pegar um empréstimo.

+ Conheça os tipos de empréstimo disponíveis no mercado

Crédito consignado

Entre as dicas para pegar empréstimo,  crédito consignado é sem dúvida o tipo de empréstimo com as mais baixas taxas de juros do mercado. Isso porque essa modalidade traz a financeira uma prática menos arriscada de trabalhar. As parcelas a serem descontadas são feitas diretamente do seu salário ou do seu benefício do INSS.

Se você é assalariado, procure as informações no banco que você recebe seu benefício. Ele que poderá liberar o seu crédito consignado.

Para trabalhadores do setor público, o Banco Central informa que os juros são ainda mais baixos do que para trabalhadores do setor privado. Porém, para os dois perfis os valores e porcentagens variam de banco para banco.

Informe-se bem antes de contratar. Para aposentados e pensionistas do INSS não há uma regra de exclusividade com os bancos. Assim, fica mais flexível a decisão de qual instituição financeira contratar.

Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal é a melhor opção para quem não é assalariado e não tem direito a crédito consignado no mercado. Ele deve ser considerado antes mesmo de chegar ao ponto de precisar parcelar o pagamento do cartão de crédito ou utilizar o cheque especial.

A informação do Banco Central é que, no empréstimo pessoal, as taxas oscilam muito de mês a mês, podendo chegar a mais de 20%. Elas também são diferentes em cada instituição financeira. Nesse caso, faz-se valer uma pesquisa profunda para apurar qual empresa oferece as menores taxas de juros e condições de pagamento.

+ Empréstimo com cheque

Custo Efetivo Total

Muita gente desconhece o que é Custo Efetivo Total (CET) da operação e não pondera esse item na hora de pegar um empréstimo. O CET deve ser avaliado junto com as taxas de juros da sua financeira. Ele que irá revelar os encargos cobrados pelos bancos.

Ou seja, nem sempre a opção com menor taxa de juros é aquela que tem o melhor CET, que inclui impostos, seguros e a tarifa de abertura de cadastro.

Fique atento! Segundo o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), todos os bancos e as financeiras são obrigados a indicar o CET ao consumidor.

Simulador de empréstimo

Aproveite as diversas ferramentas digitais e simule o seu empréstimo. Assim, você terá a real dimensão de como o empréstimo irá interferir na sua vida.

+ Conheça a portabilidade de empréstimo

+ Empréstimo para abrir empresa

Bom demais para ser verdade

Ligue o “botão da desconfiança” para promessas que dão condições boas demais, como promessas de rapidez na aprovação do crédito, ou muito diferentes do padrão do mercado.

Algo pode estar camuflado nas informações que você não está enxergando. Confira a reputação da financeira e verifique atentamente todos os riscos e valores que envolvem a contratação do seu empréstimo.

Golpes digitais

A internet e a conveniência das novas financeiras do mercado, conhecidos também como correspondentes bancários, permitem a contratação de empréstimos diretamente pelo celular e a alguns cliques. Porém, algumas vezes eles podem trazer dor de cabeça e sentimento de prejuízo.

Nesse caso, vale também conferir a reputação da empresa no mercado e procurar se informar sobre qual a empresa ou banco que está por trás desse crédito.

Não fique inadimplente!

Essas dicas para pegar empréstimo com certeza te ajudaram a refletir sobre o que levar em conta para pedir um empréstimo e os cuidados que você deve tomar.

Agora, a decisão está na sua mão e você precisa focar na manutenção da sua saúde financeira.

Pegar um empréstimo pode ajudar muito a recuperar o fôlego que precisa, mas não deve ser motivo para relaxar e deixar que as coisas fujam do controle novamente. Mantenha a disciplina no controle das suas rendas e despesas e não fique inadimplente.

+ Empréstimo ou financiamento? Qual a melhor opção?

+ Empréstimo para MEI é possível. Conheça as vantagens

+Entenda como declarar empréstimo no Imposto de Renda