Como ganhar dinheiro com a Nota Fiscal Paulista?

Será que é possível mesmo ganhar dinheiro com a Nota Fiscal Paulista? 

A cada compra, a mesma pergunta feita pelo profissional responsável pela cobrança, seja no mercado, lojas, etc.: Nota Fiscal Paulista (NFP)? Ou, ainda, CPF na nota fiscal?

Notas de dinheiro para texto sobre como ganhar dinheiro com a Nota Fiscal Paulista

É possível sim ganhar dinheiro com a Nota Fiscal Paulista.

Muitos consumidores do Estado de São Paulo respondem sim a tais perguntas. Isso porque já introduziram o hábito de solicitar a Nota Fiscal Paulista em suas rotinas, um procedimento que leva ao acúmulo de crédito.

Quer dizer então que se acumula crédito, significa que é possível mesmo ganhar dinheiro com a Nota Fiscal Paulista?

Mas como funciona o sistema? O resgate pode ser feito em dinheiro? Como é permitido usar o valor arrecadado?

Como funciona a Nota Fiscal Paulista?

Sempre que um consumidor pede a Nota Fiscal Paulista ao fazer uma compra, um certo valor do que foi gasto pode virar crédito para resgate em dinheiro. 

Porém, esse dinheiro não é depositado automaticamente na conta do consumidor. É preciso entrar no site da Nota Fiscal Paulista e pedir o resgate do saldo acumulado.

Trata-se de um valor que pode chegar às mãos do consumidor via depósito em conta corrente ou conta-poupança. Ou ainda pode ser usado para abater o valor do IPVA.

Para que tais procedimentos sejam efetivados, é preciso que todas essas opções (conta corrente, poupança e IPVA) estejam no nome do portador do CPF cadastrado no programa.

Passo a passo para ganhar dinheiro com a Nota Fiscal Paulista

Vamos então ao que interessa: como ganhar dinheiro com a Nota Fiscal Paulista.

No primeiro acesso ao site da Nota Fiscal Paulista, é necessário clicar na opção “Cadastro Pessoa Física”. Lá você vai informar os dados do consumidor para a criação da conta e para poder fazer a consulta.

O passo seguinte é acessar a aba “Consultar” para verificar se há algum valor liberado para ser resgatado. Caso tenha mais de R$ 25,00 é preciso efetuar uma primeira transferência padronizada.

Por medidas de segurança, nesse momento, o consumidor receberá apenas os R$ 25,00, mesmo que tenha mais dinheiro a ser resgatado.

A transação é concluída quando é feito o acesso em “Conta corrente – Utilizar créditos” para a efetiva transferência do dinheiro para a conta corrente, conta-poupança ou uso para desconto do valor a ser pago no IPVA.

Acessos futuros ao site da Nota Fiscal Paulista

Agora que você já usou o site e entendeu como ganhar dinheiro com a Nota Fiscal Paulista, ficou fácil.

As próximas pesquisas ao site são muito simples. É preciso apenas acessar o site, entrar na aba “Consultar” e, caso haja saldo, solicitar o resgate – desde que o valor seja maior do que R$ 25,00.

Em seguida, é necessário clicar em “conta corrente” e selecionar a opção “utilizar créditos”. Para finalizar, basta escolher como quer receber esse crédito, conforme possibilidades já comentadas.

É válido dizer que se trata de um sistema seguro, já que ninguém consegue pegar a senha para fazer a transferência do crédito para outro lugar.

É vantajoso solicitar a Nota Fiscal Paulista?

Você sabia que o Programa Nota Fiscal Paulista tem como meta combater a sonegação de impostos? Sabia também que ele devolve até 30% do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Prestação de Serviços) que o consumidor paga nas compras?

Pois é! Além disso, todos que pedem a Nota Fiscal Paulista concorrem a prêmios em dinheiro por toda compra realizada, não importa o valor. Por isso, é válido pedir a Nota Fiscal Paulista mesmo quando os gastos são baixos.

E, como já sabemos, é possível sim ganhar dinheiro com a Nota Fiscal Paulista e utilizar os créditos que são resgatados para reduzir o valor do IPVA. Outra opção é ter o dinheiro depositado em conta corrente.

Vale ou não vale solicitar a Nota Fiscal Paulista?

Sorteios

A Secretaria da Fazenda não tem a incumbência de enviar uma mensagem (whatsApp, SMS, etc.) para informar quem ganhou o sorteio da Nota Fiscal Paulista.

Tenha sempre essa informação em mente. Caso receba uma mensagem assim, pode ser um golpe.

Quem participa do Programa Nota Fiscal Paulista?

Trata-se de um programa que só vale no Estado de São Paulo.

Todos que se inscrevem no site começam a receber de volta parte dos impostos que foram pagos nas compras, desde que tenha utilizado o CPF na nota fiscal.

Curiosidades sobre a Nota Fiscal Paulista

Há vários mitos em torno do Programa Nota Fiscal Paulista.

Um deles diz respeito ao medo que o consumidor tem de se cadastrar no programa em virtude de um possível rastreamento de dados pela Receita Federal.

Na realidade, a Nota Fiscal Paulista não é um programa da Receita Federal e, sim, da Estadual.

Sendo assim, cai por terra essa dúvida. Quem fiscaliza as declarações de imposto de renda é a Receita Federal, que não tem acesso aos dados da Receita Estadual para cruzar as informações.

Quanto mais cara a compra, mais dinheiro o consumidor recebe?

A lógica não é essa necessariamente. Sim, a restituição é proporcional ao valor da compra. Mas é importante saber que há produtos que não recolhem o ICMS, o imposto usado para reembolsar o consumidor.

Há ainda outras questões que envolvem esse tema. Certos gastos feitos na compra de sapatos e bolsas, por exemplo, têm restituição maior do que o gasto realizado na compra de gasolina.

Mais um mito: é perigoso informar o CPF em todas as lojas para solicitar a Nota Fiscal Paulista?

Assim como outros documentos, é importante ter cuidado ao informar o número do CPF, sim.

Mas é importante mencionar que em grande parte dos lugares o consumidor nem precisa mais falar em voz alta o número do documento. Basta digitar, o que contribui para a segurança e o estimula a sempre pedir a Nota Fiscal Paulista.

Se o dinheirinho extra que conseguiu pela Nota Fiscal Paulista não ajudou muito, pode ser o caso de pedir um empréstimo pessoal e quitar suas dívidas. Faça uma simulação online.

Empréstimo Pessoal Online

 

Última atualização em 04/09/2019