Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Entenda a rentabilidade com a calculadora do Tesouro Direto

Se você se decidiu por investir em Tesouro Direto, provavelmente seu maior interesse no momento é descobrir como calcular a rentabilidade das aplicações nos títulos. Para isso, uma ferramenta muito útil é a calculadora Tesouro Direto. Continue lendo essa postagem e aprenda como usar essa ferramenta.

Imagem de moedas com um relógio atrás e legenda: Calculadora Tesouro Direto

Como Funciona a Calculadora Tesouro Direto

Valores de referência

O Tesouro Nacional apresenta, na página da calculadora do tesouro direto, os valores de rentabilidade de referência para investimentos nos títulos públicos.

Essas informações estão na tabela cujo título é “Preços e taxas de referência dos títulos públicos disponíveis para investir”.

A tabela apresenta os títulos disponíveis no mercado, classificados em três grupos: títulos indexados ao IPCA, títulos pré-fixados e títulos indexados à taxa Selic.

Para cada um dos títulos pertencentes a esses três grupos, são apresentados o prazo de vencimento, as taxas anuais de rendimento, o valor mínimo da aplicação, e o preço unitário do título.

Para simular os rendimentos do Tesouro Direto, você deverá inserir essas informações nos respectivos campos da calculadora.

Calculadora Tesouro Direto

A Calculadora do Tesouro Direto representa um bom parâmetro para nortear os investimentos em Tesouro Direto, mas é importante lembrar que os resultados que ela projeta não são 100% garantidos.

Isso ocorre porque os rendimentos muitas vezes dependem de indicadores e taxas cuja variação não pode ser prevista, por isso a simulação toma como base os valores de referência da tabela mencionada acima.

Vamos agora à calculadora do Tesouro Direto: ela pode ser encontrada abaixo da tabela com os valores de referência, no quadro sob a inscrição “Simulação Básica”.

Campos de digitação na calculadora de Tesouro Direto

A calculadora apresenta os seguintes campos para entrada de informações:

  • Título: é o título escolhido por você para simulação de aplicação financeira.
  • Data da compra: a data da aquisição do título selecionado.
  • Data do vencimento: a data de vencimento do título selecionado.
  • Valor Investido: o capital que você deseja investir no título selecionado.
  • Taxa do Papel na Compra (% a.a.): o percentual de rentabilidade do título escolhido, obtido a partir da tabela de valores de referência.
  • Taxa de administração do banco/corretora (% a.a.): o valor da taxa de administração cobrada pela instituição que intermedeia a negociação de títulos do Tesouro Direto.
  • Taxa de inflação (IPCA) para o período: é pedida para o cálculo dos rendimentos dos títulos atrelados a esse indicador.

Os valores das taxas de administração cobradas pelas instituições cadastradas a operar com Tesouro Direto podem ser encontrados na página das instituições financeiras credenciadas.

A seguir, vamos apresentar exemplos do uso da calculadora de Tesouro Direto, no modo de simulação básica. Também é possível usar o modo de simulação avançada, que permite analisar casos de venda antecipada de títulos.

 

Exemplo 1: rendimentos periódicos em longo prazo

Como primeiro exemplo, vamos pensar em um investidor que deseja investir em longo prazo, recebendo juros periodicamente, e opta por investir em títulos com rentabilidade ligada à variação do IPCA.

Um dos títulos adequados a esse perfil seria o “Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B)”, por ser de longo prazo e proporcionar rendimentos a cada seis meses.

Para fazer a simulação usando a calculadora, selecionamos o Título “Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2050”, inserimos a data da compra (05/03/2018), a data de vencimento (05/03/2050), e entramos com um valor investido de R$ 20 mil, por exemplo.

Em seguida, inserimos a Taxa do Papel de Compra do título escolhido, retirada da tabela de referência: 5,15%.

No campo Taxa de Administração, optamos por entrar com uma taxa de 0,5%, mas podem ser encontradas taxas menores no mercado, e até mesmo isenção da taxa de administração.

Para o IPCA do período, escolhemos arbitrariamente o valor de 7%.

Ao clicar em “Calcular”, a calculadora do Tesouro Direto faz todos os cálculos, e apresenta os resultados em detalhe, abaixo do quadro da calculadora.

São exibidos, entre outros dados, a rentabilidade anual bruta (12,52% a.a.), a alíquota média do Imposto de Renda (15,02%), e a rentabilidade líquida, obtida após descontar as taxas e impostos: 11,42% ao ano.

A calculadora exibe também o “Somatório dos valores líquidos dos cupons e do resgate”, de R$ 219.160.18. Esse será o valor total obtido.

 

Exemplo 2: investimento em pré-fixado em médio prazo

Nesse segundo exemplo, vamos usar o caso de uma pessoa que deseja investir em título pré-fixado para fazer uma compra de um bem em médio prazo.

Um dos títulos indicados para esse perfil, segundo o simulador de Tesouro Direto, é o do “Tesouro Prefixado 2025”.

Vamos agora usar a calculadora para simular os rendimentos desse título.

No campo “Título” da calculadora, inserimos “Tesouro Prefixado (LTN)”. Na data da compra, inserimos 06/03/2018, e, na de vencimento, 05/03/2025.

Imaginemos, por exemplo, um valor investido de R$ 5 mil. Informamos ainda à calculadora a Taxa do Papel na Compra (9,51%, segundo a tabela de referência) e inserimos uma taxa de administração de 0,5%.

Clicando em “Calcular”, a calculadora fornece a lista de resultados.

Entre eles, estão a rentabilidade bruta obtida (9,43% a.a.), a alíquota média do Imposto de Renda (15,00%), e a rentabilidade líquida, obtida após descontar as taxas e impostos: 7,73% ao ano.

A calculadora informa que o valor líquido do resgate, na data de vencimento, será de R$ 8.447,32.

 

Exemplo 3: pré-fixado em curto prazo

Tomemos agora como exemplo o caso de uma pessoa que deseja investir para resgatar o dinheiro em curto prazo.

Escolhendo título “Tesouro Prefixado 2021”, procedemos a entrada dos valores na calculadora de Tesouro Direto.

Selecionamos então “Tesouro Prefixado (LTN)” no respectivo campo da calculadora, as datas de compra (05/03/2018) e de vencimento (05/03/2021). No campo “Valor investido”, escolhemos colocar R$ 1 mil reais.

A Taxa do Papel na Compra para o título escolhido, pela tabela de referência, é 8,26% a.a. Entrando com esse valor e a taxa de administração, de 0,5%, podemos clicar em “Calcular” para ver os resultados.

As informações exibidas trazem a rentabilidade bruta obtida (8,08% a.a.), a alíquota média do Imposto de Renda (15,00%), e a rentabilidade líquida, obtida após descontar as taxas e impostos: 6,39% ao ano.

A calculadora informa o valor líquido a ser resgatado na data de vencimento: R$ 1.209,20.

Agora que você já sabe como usar a calculadora Tesouro Direto, aprenda a fazer uma simulação nos Títulos Públicos.