Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Como abrir uma conta para investir em ações?

Imagem de gráficos ilustrando texto sobre como abrir uma conta para investir em ações

Como abrir uma conta para investir em ações?

Já pensou em investir na Bolsa de Valores? Sabe como abrir uma conta para investir em ações?

É uma opção que apresenta bons resultados a longo prazo. Também tem a vantagem de não apresentar valor mínimo para quem deseja começar a investir.

Mas a gente sabe que pensar em Bolsa de Valores, inicialmente, pode gerar certo desconforto. Em geral, imagina-se ser algo extremamente complexo, feito apenas por especialistas no assunto.

Mas a realidade se mostra menos implacável. É um procedimento considerado prático, que vem ganhando adeptos que buscam cada vez mais informações para que possam contar com essa alternativa de investimento.

Uma coisa é certa. É essencial ter em mente que para fazer parte do mundo das ações é necessário, sobretudo, estudar os caminhos constantemente.

Afinal, trata-se de um ambiente on-line. Ele reúne investidores que têm como meta negociar ações das empresas, entre outros produtos financeiros.

Contar, principalmente no começo, com dicas de quem entende do assunto, não é nunca má ideia. Estar preparado, portanto, faz parte da história.

Mas vamos agora ao lado prático da coisa?

Imagem de gráficos ilustrando texto sobre como abrir uma conta para investir em ações

Saiba como investir em ações

 

Como abrir uma conta para investir em ações?

Todo o processo que envolve o investimento na Bolsa de Valores tem início com a abertura de uma conta em uma corretora ou em um banco. Saber como abrir uma conta para investir em ações é o primeiro passo.

Aqui já há uma primeira escolha a ser feita. Caso seja pelo banco, é importante saber que ele não venderá produtos de outros bancos.

Já a corretora tem outra conduta. Isso porque conta com a possibilidade de apresentar ao cliente uma diversidade de produtos.

Sim, vale dizer que, hoje, as corretoras negociam muito mais do que ações. Elas também trabalham com outros produtos como títulos públicos, CDB’s, etc., abrindo várias opções de investimentos para o cliente.

Como começar

Abrir conta em banco, todo mundo sabe como é. Mas como abrir uma conta para investir em ações?

Para começar a entender como abrir uma conta para investir em ações, veja que não há limite de valores para abrir a conta na corretora. Ou seja, está disponível para todo perfil de cliente.

E é essa conta que será usada para receber e enviar o dinheiro para a conta bancária do investidor. Sim, a transferência de capital só poderá ocorrer entre as contas que tenham o mesmo CPF.

Isso significa que o dinheiro enviado para a corretora só poderá sair da própria conta bancária do investidor. O movimento contrário também só poderá ser realizado da mesma forma: da conta da corretora do investidor para a conta bancária do próprio.

Essa operação é, portanto, segura e feita através de DOC ou TED após a aprovação do cadastro do investidor na corretora.

Burocracia

Pois é, tem uma pequena burocracia para a abertura da conta na corretora – estamos no Brasil, né?!

Mas é tudo muito simples (ufa!). Em geral, é preciso preencher um cadastro e apresentar um documento de identificação (RG, por exemplo), CPF e comprovante de residência.

Fácil como abrir conta em um banco!

E, ainda por cima, em muitas corretoras o preenchimento do cadastro e envio dos documentos é feito on-line.

Cadastro

Esse cadastro também não é complicado de ser preenchido. Em geral, são essas as informações solicitadas:

– Dados pessoais: endereço, telefones residencial e comercial;

– Informação sobre a média dos rendimentos do investidor e sobre os bens (dados patrimoniais). Esse conteúdo é usado pela corretora para sugestão de produtos adequados ao perfil do investidor;

– Dados bancários: entram aqui as contas que serão utilizadas para a transferência de valores para a corretora – e vice-versa;

– Perguntas sobre o investidor que possam qualificá-lo como, por exemplo, profissional do mercado de ações. Aqui também podem entrar questões para identificar se o investidor tem vínculo com a corretora, etc;

– Perguntas para definir o perfil do investidor para que a oferta de produtos seja certeira (conservador, arrojado, etc.);

Ao final, o investidor deverá assinar o cadastro, além de confirmar que concorda com os termos apresentados pela corretora.

Após essa etapa e o envio dos documentos, leva-se um tempo para que o cadastro esteja concluído e ocorra a liberação de login para o investidor.

Universo das corretoras

Escolher um banco com quem se vai trabalhar não traz as dúvidas que giram em torno da escolha de uma corretora.

Qual a mais indicada? Há custos diferentes para cada uma delas?

São vários os pontos que devem ser considerados para essa escolha.

O primeiro deles é saber se é uma corretora sólida, com muitos clientes, além de conhecer os produtos que oferece. Há diferenças entre as corretoras. Avaliando esse item será possível saber se algumas serão descartadas por não apresentarem o que o investidor precisa.

Também vale conferir as taxas apresentadas pelas diversas corretoras. Há certas taxas que são cobradas por algumas corretoras que não existem em outras. Avalie também se é cobrada a taxa de manutenção da conta. Caso seja, faça as contas para saber se compensa os serviços oferecidos.

Custos das transações

Ainda falando de gastos, fique atento aos custos de transação. É cobrada alguma tarifa para enviar dinheiro do banco para a corretora?

Tão importante quanto às questões financeiras é a facilidade da operação. É válido avaliar a qualidade do home broker (ferramenta utilizada pelo investidor para comprar e vender ações pela internet) para facilitar a compra e venda de ativos. Esse item é de grande importância, principalmente para quem está começando nesse mercado.

Por fim, avalie se a corretora oferece suporte ao cliente. É importante ter a quem recorrer. Muitas dúvidas podem surgir, principalmente quando o investidor está começando e não entende partes do processo.

Há ainda investidores que têm dúvidas quanto à segurança de enviar o dinheiro para uma corretora.

Toda e qualquer quantia enviada mantém o nome do investidor. Ou seja, a propriedade dos recursos sempre será do investidor.

A corretora será apenas um intermediador, não havendo riscos de perder o dinheiro do investidor. Fique atento apenas ao capital que ficar parado na corretora!

Corretora existe única e exclusivamente para investir dinheiro, não para mantê-lo parado!

Abriu a conta? Já pode investir!

Passado todo o processo burocrático de abertura da conta, já é possível começar a investir.

Para isso, basta transferir dinheiro para a conta aberta na corretora e iniciar a compra e venda de ações com o auxílio do home broker.

Viu como não é complicado saber como abrir uma conta para investir em ações?

+ Como investir em ouro

+ Como declarar ações no imposto de renda

Saiba como investir seu dinheiro