Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Você sabe qual é a diferença entre renda fixa e renda variável?

Pois é, investimento de renda fixa e renda variável… a gente fica um pouco perdido sem saber muito bem o que cada um desses grupos significa e qual a diferença entre renda fixa e renda variável.

Imagem de notas de dinheiro ilustrando texto sobre diferença entre renda fixa e renda variável.

Mas a proposta hoje é apresentar para você, de um jeito fácil e resumido, o que cada um representa e, principalmente, mostrar as diferenças entre eles. Assim, não sobra mais nenhuma dúvida!

Qual é, afinal, a diferença entre renda fixa e renda variável?

Renda Fixa

Sabe aquele investimento que já apresenta a forma de cálculo da rentabilidade no momento da aplicação. Ou mesmo, logo de cara, você já sabe qual será a remuneração? Esse aí se enquadra no grupo de renda fixa.

São investimentos reconhecidamente menos arriscados. Por isso, são mais indicados para investidores com perfil conservador.

Quer conhecer alguns exemplos?

Vamos lá: Caderneta de Poupança , Certificado de Depósito Bancário (CDB), Títulos Públicos, Debêntures, Letras de Crédito do Agronegócio (LCA), entre outros, são investimentos de renda fixa.

Há dois grupos de renda fixa:

Investimentos Pré-Fixados: o investidor sabe logo de início a rentabilidade do título.

Investimentos Pós-Fixados: aqui não é possível saber a rentabilidade do título, mas sim a forma de cálculo da rentabilidade. Os títulos deste grupo estão sempre atrelados a algum índice que pode ou não sofrer oscilações como, por exemplo, a taxa Selic.

Renda Variável

Agora que você já sabe o que é renda fixa ficou mais fácil saber o que é renda variável, não ficou? Vai ser fácil ver a diferença entre renda fixa e renda variável. Então vamos a renda variável.

É aquele tipo de investimento que tanto a remuneração quanto a forma de calcular o rendimento não são conhecidas no momento da aplicação.

São investimentos considerados mais arriscados. Por isso costumam ser recomendados para investidores com perfil dinâmico.

O investimento mais conhecido do universo de renda variável tem nome e sobrenome: mercado de ações.

As ações têm preços que constantemente variam em função de fatores relacionados ao mundo da economia e da política.

Mas há outras formas de investir em renda variável como, por exemplo, investir em Câmbio, Derivativos, Fundos de Ações, etc.

Renda Fixa X Renda Variável

Como pudemos conferir, muitos dos investimentos conhecidos do mercado estão inseridos em uma das duas categorias: renda fixa e renda variável.

Além das diferenças presentes nas próprias definições de ambas, ainda podemos ressaltar:

  • Ganha ou perda do capital inicial;
  • Na renda fixa o investidor não perde o capital que é aplicado inicialmente, mesmo que os juros não sejam lá grande coisa;
  • Já na renda variável, caso os juros sejam negativos o investidor pode perder parte do dinheiro investido inicialmente.

Rendimento

Mesmo apresentando mais riscos, o investimento de renda variável permite retorno melhor do que o de renda fixa.

Claro que, para isso, é preciso saber investir com critério. Além disso é preciso ter em mente que, em geral, trata-se de um investimento que deve ser encarado como de longo prazo.

Diversificar

Como a gente sempre fala, há sempre um investimento adequado para cada necessidade.

Diversificar é o segredo. Portanto, renda fixa ou variável são sempre opções e não devem nunca estar em lados antagônicos.

Podem sim estar sempre por perto, contribuindo para a melhor rentabilidade. Isso só depende do seu planejamento de vida e, claro, financeiro.