Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Vale a pena deixar o dinheiro na poupança?

dinheiro na poupança vale a pena?

Vale a pena deixar o dinheiro na poupança?

Guardar dinheiro ainda é uma das grandes dificuldades dos brasileiros, seja para se prevenir em uma emergência, seja para investir em algo a médio ou longo prazo.

A poupança é a forma mais popular de garantir que aquele dinheirinho extra fique seguro e com uma rentabilidade estável. Mas será que ela ainda vale a pena ou é interessante buscar novas formas de aplicação financeira?

É importante lembrar que a poupança é um investimento seguro, porém deixa a desejar no quesito rentabilidade. Atualmente, o rendimento é de apenas 0.55% ao mês, o que significa 6,6% ao final de um ano.

Também vale mencionar que a inflação esperada para o ano de 2017 é de 3,33%, o que “come” boa parte do rendimento real da poupança.

Poupança e imposto de renda

A liquidez da poupança é isenta de imposto de renda? Sim e não. De forma generalizada, você não precisa declarar os rendimentos obtidas na sua poupança, mas, se em um ano você lucrar mais do que R$ 40 mil em investimentos isentos – e isso inclui poupança – aí é preciso pagar imposto. Se seus rendimentos ainda não atingem este limite, pode ficar tranquilo.

Pra quem é indicada a poupança?

Por ter zero risco de perda, a poupança é indicada para quem tem perfil conservador. Ou seja, não planeja arriscar seu dinheiro em ações ou investimentos instáveis como fundos, tesouro direto, etc.

A poupança também é uma boa opção para quem pretende investir pouco dinheiro por mês e tem 90% da sua renda mensal comprometida com contas fixas.

+ Deve investir meu dinheiro na poupança ou previdência privada?

Além disso, pessoas que têm uma vida financeira instável também podem se beneficiar da poupança. Já que imprevistos são sempre mais esperados com profissionais autônomos e que não têm uma fonte de renda fixa mensal. (para esses profissionais, um seguro de vida com cobertura de diárias por invalidez temporária é uma boa ideia!)

Você pode retirar o dinheiro da sua poupança na quantidade e na data que quiser, não tendo dias para vencimento como em outros fundos.

Como surgiu a poupança no Brasil?

Com regras definidas pelo governo brasileiro, a caderneta de poupança, ou simplesmente poupança, é o investimento mais tradicional em nosso país.

A poupança tem suas origens lá na época do império, sendo instituída por Dom Pedro II em 1861. Em seu decreto, foi criada e regulamentada a Caixa Econômica Federal. Ela tinha o objetivo na época de remunerar depósitos com juros de 6% ao ano.

Este tipo de investimento era focado no público de baixa renda e permitia depósitos mensais de até 50 mil réis.

Foi somente em 2012 que a legislação brasileira determinou que os depósitos recebessem uma remuneração adicional de 0,5% ao mês (além da remuneração básica).

E que os depósitos realizados a partir de 4 de maio de 2012 (período que determina o termo “nova poupança”, recebam remuneração adicional variável de acordo com a meta da taxa Selic.

Quer ficar por dentro do IR? Veja quais despesas podem ser deduzidas do Imposto de Renda.

+ Qual o melhor banco para a poupança?

+ Vantagens do Tesouro Direto