Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Quer economizar dinheiro? Priorize sua felicidade

Na hora de economizar dinheiro, não corte o cafezinho que te deixa feliz.

Quer economizar dinheiro? Priorize sua felicidade

Existem somente dois tipos de pessoas no mundo: as que precisam economizar e as que já estão economizando (aquela velha história de poupar e evitar empréstimos pessoais). A grande maioria das pessoas estão no primeiro grupo e vivem ouvindo das pessoas do segundo grupo: “você não deve mais ir ao estádio para economizar dinheiro” ou “sabe porque você não tem uma poupança? Por causa desse seu vício de tomar café fora todos os dias, que tal só tomar café em casa?”. Matematicamente, eles tem razão. Mas sabe onde eles não acertam? Cortar coisas que te deixam mais feliz pode sabotar o sucesso da sua poupança: poupar dinheiro não é cortar todos os gastos, e sim selecionar os gastos que são menos importantes para a sua necessidade e felicidade.

Quando você quer criar uma poupança ou liberar dinheiro todo mês para investimentos, evidentemente, você precisa cortar gastos. Mas sabe o que acontece quando você corta o dinheiro da sua cervejinha ou do seu saudável vício por Colheita Feliz? Você perde a vontade de continuar com o investimento. A felicidade é um componente importante de qualquer planejamento financeiro, muito embora seja o que as pessoas mais esquecem na hora de poupar. Então não, você não precisa parar de beber sua cervejinha na sexta feira com os amigos.

Então, como equilibrar essas duas coisas? Como economizar dinheiro enquanto mantém a sua felicidade? É mais fácil do que parece. Vamos usar como exemplo a Maria. A Maria tem gastos mensais em seu orçamento que não são essenciais (ou seja, desconsiderando aluguel, alimentação, contas, essas coisas) de 1000 reais e quer economizar 250 para colocar em sua poupança. Vamos entender como ela gasta esse dinheiro:

Roupas: R$ 250 ao mês

Sapatos: R$ 150 ao mês

Salão: R$ 150 ao mês

Sair com as amigas: R$ 130 ao mês

E-books: R$ 100 ao mês

Perfumaria: R$ 100 ao mês

Academia: R$ 80 ao mês

Spotify: R$ 20 ao mês

Netflix: R$ 20 ao mês

Olhando seus gastos, se a nossa amiga Maria fosse seguir o conselho de cortar os mais altos, ela cortaria o que consome com roupas e já atingiria a sua meta de R$ 250. Mas como ficaria essa lista se a gente reorganizar por itens que dão mais felicidades para a Maria? Vamos ver:

Roupas: R$ 250 ao mês

Sair com as amigas: R$ 130 ao mês

Academia: R$ 80 ao mês

Spotify: R$ 20 ao mês

Salão: R$ 150 ao mês

Perfumaria: R$ 100 ao mês

Sapatos: R$ 150 ao mês

E-books: R$ 100 ao mês

Netflix: R$ 20 ao mês

Reorganizando a lista pelos itens que dão mais felicidade, dá para perceber que a Maria gosta muito de comprar roupas (e quem não gosta que atire a primeira pedra, não é mesmo?), de sair com as amigas e de frequentar a academia. Como ela quase não para, geralmente ela não tem tempo para ler os e-books que compra e nem de assistir o Netflix. Então, no caso dela, vale a pena ela abrir mão desses itens.

Cortando esses dois, ela economizaria R$ 120. Faltariam R$ 130 para a meta de R$ 250. Olhando de novo a lista, o terceiro item que traz menos felicidade para a Maria é comprar sapatos. Faz sentido, afinal ela trabalha bastante e usa mais o tênis de corrida do que as botas que compra mensalmente. Cortando mais R$ 130, ela teria mais R$ 20 sobrando, que poderia aumentar no seu gasto com roupas! Ou seja, além de economizar o mesmo tanto, ela pode gastar ainda mais com roupas!

Claro que em alguns meses a Maria vai precisar fazer adequações, apertando os gastos mesmo com coisas que a deixa mais feliz. Em outros meses, ela vai precisar comprar sapatos e e-books, gastos que ela cortou, e vai precisar readaptar os gastos de outro lugar. É o tipo de coisa que realmente acontece. Mas pelo menos ela não precisou sacrificar a felicidade para economizar dinheiro, não é?

Então, se você quer guardar dinheiro para colocar na poupança, anote seus gastos e organize eles em ordem do que te traz mais felicidade. Assim, você conseguirá otimizar a economizar do seu dinheiro sem abrir mão daquilo que te faz feliz.

Uma última dica para economizar: cuidado com o limite do cartão de crédito.

Se quiser mais dicas, confira esse artigo sobre como economizar dinheiro.

+ O que é LCI