Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Como investir em ações na Bolsa de Valores?

Os brasileiros sabem da existência do mercado de ações, pois são feitas muitas referências a esse tema em noticiários, filmes, etc. No entanto, a maioria das pessoas não tem o costume de investir em ações. Você é um deles?

Aos poucos, o interesse por esse tipo de investimentos vem aumentando no Brasil. Mas é importante conhecer bem o mercado, assim como os detalhes envolvidos. Nessa postagem vamos mostrar para você as principais informações sobre investimento em ações.

imagem de um homem de social com um elemento gráfico de seta azul para ilustrar a postagem de investir em ações

veja as principais informações para investir em ações

O que são ações?

Ações são títulos de patrimônio emitidos por sociedades anônimas.

Quando uma empresa decide abrir o seu capital, ela disponibiliza ações de seu patrimônio para venda e se torna uma sociedade anônima. É como se cada ação representasse uma pequena parte da empresa.

Ao vender suas ações, a empresa aumenta seu capital, captando recursos financeiros dos investidores. Esses recursos podem ser usados para investir na própria empresa, para que ela cresça e dê mais lucros.

Parte dos lucros é distribuída entre os acionistas, proporcionalmente ao tipo e à quantidade de ações possuídas por eles. Esses recursos que são divididos entre os titulares das ações são denominados dividendos.

Assim, ao adquirir ações de uma empresa, a pessoa passa a ter direito a receber dividendos periódicos advindos do lucro obtido pela empresa naquele período.

Pode-se dizer, então, que quem compra ações de uma empresa torna-se sócio dela e passa a ter todos os direitos de um sócio.

 

Investimento em ações: compra e venda

Os preços das ações podem variar muito em intervalos de tempo curtos, de acordo com a saúde financeira da empresa, a situação do mercado em que ela atua, ou mesmo com boatos sobre possíveis eventos futuros.

Sendo assim, há duas maneiras básicas de investir em ações. A primeira delas consiste em comprar ações de uma empresa e mantê-las. Desse modo, o(a) investidor(a) fica recebendo os dividendos referentes à sua quota de ações.

Para conseguir bons rendimentos por esse caminho, convém comprar ações de empresas sólidas, estabelecidas, e que tendam a crescer ainda mais. Assim, o risco do investimento não será tão alto.

A segunda maneira de investir em ações consiste em comprar ações para vendê-las posteriormente, por um preço mais alto. Isso pode render altos lucros em pouco tempo, mas também apresenta grandes riscos.

Para obter os altos rendimentos, os investidores precisam comprar ações quando elas estão em baixa, e vendê-las no momento certo, quando estiverem em alta.

É preciso conhecer muito bem o mercado para se aventurar nesse jogo, pois, como dito acima, os preços das ações variam muito, e podem cair.

Se as ações desvalorizarem, o titular perderá dinheiro, tendo duas opções:

1) Se ele achar que as ações vão se desvalorizar ainda mais, ele pode vendê-las pelo preço atual.

Fazendo isso, ele terá perdido uma parte do capital inicial aplicado, pois terá vendido as ações por um preço menor do que comprou. Em compensação, terá evitado perdas maiores.

2) Se ele achar que a empresa vai se recuperar e que o preço das ações voltará a subir, ele pode manter as ações.

Se no futuro elas subirem acima do preço pelo qual ele as comprou, ele pode vendê-las e ainda obter lucro. Entretanto, se o preço cair ainda mais, ele terá perdido mais dinheiro.

 

Bolsa de valores

Dá-se o nome de Bolsa de Valores ao ambiente em que ocorre a negociação de diferentes títulos financeiros, inclusive ações.

No Brasil, a Bolsa de Valores oficial é a Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros (BM&FBovespa), que fica em São Paulo. Ela intermedeia diariamente um grande volume de negócios, os quais, atualmente, são operados por meio da internet.

A Bovespa promove a negociação de ações de cerca de 500 empresas brasileiras.

 

Dividendos

Dividendos são os rendimentos a que os titulares das ações têm direito, devido aos lucros obtidos pelas empresas.

Pela lei brasileira, as sociedades anônimas são obrigadas a distribuir pelo menos 25% do lucro líquido entre os acionistas, na forma de dividendos. Os dividendos podem ser pagos em dinheiro, em propriedades ou até mesmo em mais ações.

Contudo, o percentual exato do lucro a ser distribuído é definido pelas próprias empresas, sendo estabelecidos em seus Estatutos Sociais.

Além disso, caso a empresa venha a se encontrar em dificuldades financeiras, pode não haver distribuição de dividendos.

 

Tipos de ações

Há basicamente dois tipos de ações.

Ações ordinárias (ON)

Além dos dividendos, as ações desse tipo conferem ao seu detentor o direito a voto nas assembleias dos acionistas da sociedade anônima. Desse modo, ele passa a opinar nas decisões referentes à empresa.

Ações preferenciais (PN)

O titular de ações preferenciais não tem direito a voto nas assembleias, mas tem direito a receber dividendos maiores em comparação com os das ações ordinárias. Além de prioridade na distribuição dos dividendos ou no reembolso de capital.

As ações preferenciais são divididas em classes, sendo que cada classe possui direitos diferentes. As classes de ações preferenciais e seus respectivos direitos devem estar claramente definidos no Estatuto Social da empresa.

 

Como investir em ações

A primeira coisa a fazer é abrir uma conta em uma corretora. Ao fazer isso, você receberá um e-mail contendo o seu código de cliente.

Esse e-mail trará também explicações sobre como proceder as transferências da sua conta corrente para a conta da corretora, para comprar ações.

Depois, entrando no site da corretora, você verá o seu saldo disponível para aplicações.

Há algumas taxas envolvidas, que variam de uma corretora para outra. Há taxas de custódia, e também custos de transação, que são cobrados a cada ordem de compra ou de venda.

Para quem está começando a investir em ações, recomenda-se iniciar com valores baixos, consciente de que pode haver perdas.

É sempre bom também ler e procurar orientações, até ficar por dentro do mecanismo e das flutuações envolvidas no mercado de renda variável.

Já falamos aqui na Bidu como fazer investimento em ações e quais os principais pontos que você deve ficar atento.

 

Vantagens de investir em ações

Do lado do investidor, as principais vantagens do investimento em ações são:

Gostou das informações? Agora você já pode investir em ações, apenas lembre-se de começar com cuidado!

+ Como abrir uma conta para investir em ações