Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

O que é LCA? Já pensou em investir?

Imagem de moeda e canetas ilustrando post sobre o que é LCA

O que é LCA? Já pensou em investir?

Diversificar investimentos é sempre uma opção. Mais do que isso, trata-se de uma necessidade em tempos de instabilidade econômica. Pensando nisso fazemos uma pergunta. Você sabe o que é LCA?

Imagem de moeda e canetas ilustrando post sobre o que é LCA

A Letra de Crédito do Agronegócio, LCA, pode ser um bom investimento para quem tem um perfil mais conservador.

É preciso estar atento ao que está disponível no mercado. E mais. Levar em consideração o cenário econômico e, claro, os objetivos de cada um.

Você já pensou, por exemplo, em investir o seu capital nos títulos da Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)?

O que é LCA? Não conhece as particularidades desse tipo de investimento?

Confira, a partir de agora, os detalhes dessa opção. Assim como a popular Caderneta de Poupança, ela tem isenção de imposto de renda para pessoa física.

O que é LCA?

Vamos entender melhor o que é LCA.

A Letra de Crédito do Agronegócio é um título emitido pelos bancos. Ele está necessariamente vinculado a uma operação de crédito do mercado do agronegócio no Brasil, fator que estimula esse setor.

Quando colocam esses títulos à disposição dos investidores, os bancos oferecem em troca um rendimento. Ele pode ser prefixado, pós-fixado ou misto.

– Prefixado. Neste caso, o investidor já sabe o rendimento que será obtido no final do período. Isso porque poderá optar por atrelá-lo ao valor da taxa de juros atual;

– Pós-fixado. O investidor obterá rendimento que varia de acordo com a taxa aplicada. Pode ser, por exemplo, a Selic ou o CDI;

– Misto. Trata-se de uma mistura dos tipos acima mencionados. O valor é atrelado a uma taxa, mas depois é adicionada uma taxa preestabelecida.

+ O que é LCI

Vale investir em LCA?

São vários os fatores que influenciam na decisão. Mas é válido conhecer um pouco mais o perfil da LCA para que possa fazer parte das muitas opções que estão no mercado.

Vamos avaliar?

Bom, você já sabe o que é LCA. De cara, a LCA chega acompanhada de uma boa notícia. É um investimento protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que cobre o valor de até R$ 250 mil por CFP e por instituição financeira.

Isso significa que o investidor recupera até esse valor limite em casos extremos. Por exemplo, a quebra do banco em que o investimento foi feito.

Com essa informação em mãos, a dica é única. Caso o investimento seja maior do que o valor estipulado de R$ 250 mil pelo FGC, diversifique. Conte com mais de uma instituição financeira. Leve em conta que o risco de um grande banco quebrar é sempre menor do que o de um menor.

Além da segurança do investimento (leia-se FGC!), a LCA também pode ser considerada uma opção fácil de investir e igualmente simples para acompanhar. Isso facilita a vida de muitos, principalmente dos iniciantes.

O primeiro passo para investir é abrir a conta no banco ou na corretora escolhida. Ele deve ter autorização para intermediar a compra dos títulos/papéis.

Banco ou corretora?

A diferença entre fazer negócio com um banco ou uma corretora está justamente na emissão dos papéis. Enquanto o banco só poderá oferecer os papéis do próprio banco, a corretora poderá oferecer papéis de vários emissores. Aumentando, assim, as chances de obter títulos com melhores rentabilidades.

A próxima etapa, quando o investidor já tem seu objetivo definido, é optar pela modalidade (prefixado, pós-fixado ou misto).

Esse é o momento de pesquisar o mercado atual. Assim poderá definir a que melhor atenderá à necessidade. Também é a hora de avaliar os próprios recursos para que sejam utilizados corretamente e sem imprevistos.

Agora, basta comprar o título que deseja investir. Esse processo é rápido e fácil, pode ser feito até pela internet.

Por fim, basta acompanhar os resultados e o prazo do vencimento do título para obter o retorno, resgatando-o.

Está ficando cada vez mais simples entender o que é LCA não é?

A LCA é considerado um investimento de renda fixa. Na maioria dos casos não tem liquidez diária. Por isso, a informação do vencimento do título é mesmo a única que não deve ser perdida de vista.

Há ainda outro apelo que costuma atrair o investidor. O rendimento obtido nesse investimento é isento de imposto de renda e de IOF para pessoa física. Isso ocorre independente do tempo de aplicação.

Em tempo: apesar da isenção, é necessário que a LCA conste na declaração. Tanto a aquisição do título, quanto o rendimento obtido.

+ O que é CDB

+ Investir em CDB ou poupança?

Pontos de atenção!

Antes de aplicar em LCA, é importante estar atento a algumas questões que podem ser determinantes para a sua escolha.

A primeira delas se refere à escolha da instituição financeira.  Deve-se levar em conta o risco de crédito. Porém, também é imprescindível verificar o que cada uma delas oferece. E tenha certeza de que há muitas diferenças!

A começar pelo valor inicial que será aplicado. Essa informação varia de banco para banco e de cara pode definir a sua escolha. Em geral, esse valor mínimo costuma ser mais alto do que o valor designado para outros tipos de investimentos de renda fixa.

Outro aspecto que deve estar no radar. Os prazos de resgates estabelecidos pelos bancos e que podem ser longos em alguns deles.

Verificando o tempo de carência imposto, evita-se futuros problemas caso haja necessidade de recorrer à quantia antes da hora.

Há bancos que têm carência mínima de 90 dias. Mas há outros que elevam para muito mais. Há também aqueles que, passado esse período de carência, permitem o resgate antecipado, enquanto outros não.

Porém, esse resgate feito antes da hora tem um preço. O investidor receberá uma remuneração menor.

Perfil do investidor

Por isso, é de extrema importância avaliar como investirá o dinheiro para não ter surpresas desagradáveis depois. Isso porque o recurso ficará aplicado por um tempo sem que seja possível resgatar.

Mas a LCA é sim uma opção para o investidor com perfil conservador. Outra característica é ter, por exemplo, um determinado objetivo que necessita de um investimento de baixo risco. Muitos fazem esse investimento para depois utilizar em viagens ou outras iniciativas que tenham data programada para pagar.

Uma coisa é importante ter em mente. Toda aplicação de baixo risco tem uma rentabilidade modesta, não comparada à obtida pelos de alto risco. Mas isso aí já é outra história. Já entendeu agora o que é LCA?

+ LCI ou LCA, qual a melhor opção?

Curiosidade

A LCA foi criada com a proposta de aumentar o crédito utilizado no mercado do agronegócio. A ideia era financiar produtores rurais para que pudessem comprar equipamentos e matéria-prima em geral para a produção e comercialização de produtos relacionados à agropecuária.

+ Veja mais dicas de como administrar seu dinheiro

Cotação online de Previdência Privada