Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Qual a melhor aplicação financeira para 100 mil reais

Imagem de notas de dinheiro para guia sobre qual a melhor aplicação financeira para 100 mil reais

Qual a melhor aplicação financeira para 100 mil reais

Juntar 100 mil reais para a maioria dos brasileiros não é uma tarefa fácil. Mais difícil ainda é resistir à tentação de gastar todo o dinheiro de uma vez. Para fazer seu dinheiro trabalhar por você, é necessário buscar boas opções de aplicação financeira. Reunimos aqui diferentes opções para você definir qual a melhor aplicação financeira para 100 mil reais.

Imagem de notas de dinheiro para guia sobre qual a melhor aplicação financeira para 100 mil reais

Antes de tomar qualquer decisão sobre onde aplicar seu dinheiro, é importante conhecer as opções de investimento e seus objetivos.

Cada investimento, no entanto, possui um funcionamento específico e as possibilidades são bem variadas. Sem conhecimento, você pode cair em ciladas.

Há um tempo, quando se falava em investimento, a primeira coisa que vinha à cabeça era a poupança. Uma das opções de economia mais tradicionais no Brasil nos últimos anos começou a perder seus investidores.

Dentre os motivos dessa evasão está o baixo rendimento da caderneta, por conta da alta na inflação e da diminuição da taxa de juros. Em 2018, se a taxa de juros continuar em queda, será difícil ter rendimentos na poupança acima de 5%. Por outro lado, a poupança sempre foi popular pela baixa burocracia em se criar uma conta.

Cada investidor tem um perfil e um objetivo

Antes de se atirar nas diferentes opções de aplicação, é preciso saber qual é o seu perfil de investidor, se você é conservador, moderado ou arrojado. Cada perfil está diretamente ligado ao risco.

Em sua maioria, grandes riscos geram maiores retornos. Porém, como o nome diz, são também os investimentos onde as perdas podem ser maiores e mais drásticas.

É difícil saber de primeira qual o seu perfil. Mas, grande parte das vezes, o perfil do investidor está diretamente ligado ao objetivo financeiro – “o que eu quero desenvolver com este patrimônio? ”.

Saber responder a essa questão é fundamental para que você esteja preparado para as diferentes formas de aplicar o dinheiro. Só assim você conseguirá definir qual a melhor aplicação financeira para 100 mil reais para o seu caso.

Outro ponto importante é ter ajuda profissional. Existem várias corretoras no mercado que podem auxiliar os investidores com pouca experiência a migrarem de uma posição mais conservadora para outra mais arrojada.

Quanto mais conhecimento você tiver das aplicações, mais seguro você se sentirá para arriscar e obter mais ganhos.

Então, qual a melhor aplicação financeira para 100 mil reais?

Veja a seguir algumas das opções mais famosas que existem no mercado para que você tome sua decisão sobre a melhor para você.

Tesouro Direto

Uma das opções mais indicadas para os investidores com menos experiência que desejam investir 100 mil reais é o Tesouro Direto.

Nesta aplicação financeira, o investidor compra títulos públicos com diferentes taxas de rendimentos e prazos de validade. A aplicação é bastante segura pois quem garante o pagamento desses rendimentos é o próprio Governo.

Dentre as opções, você pode encontrar títulos pré-fixados, que possuem rentabilidade fixa. Ou também pós-fixados, cuja rentabilidade está atrelada a outro indicador, por exemplo a taxa Selic ou o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Nos títulos pós-fixados é mais difícil determinar o rendimento real. Porém, uma vantagem da aplicação no Tesouro Direto é a facilidade de vender os títulos, mesmo antes do prazo final. O investidor só precisa ficar de olho nas taxas cobradas para manutenção e retirada dos títulos, para não sair perdendo.

CDB

Continuando a falar sobre qual a melhor aplicação financeira para 100 mil reais, vamos ao Certificado de Deposito Bancário (CDB). Esse é um tipo de aplicação emitida pelos bancos para que eles possam captar recursos para financiar suas atividades.

A lógica desse investimento é bem próxima do Tesouro Direto. Também possuem pré-fixadas e pós-fixadas, mas o CDB é protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Nesse caso, os tipos de aplicação e o rendimento vão depender do banco que emite os CDBs. Uma dica é buscar opções de CDB de bancos menores. Isso porque a rentabilidade para investimentos menores pode ser consideravelmente maior do que a dos grandes bancos.

O tipo mais comum do CDB é o pós-fixado, cuja rentabilidade possuirá sempre uma taxa de referência. A principal é o Certificado de Depósito Interbancário (CDI), um tipo de lastro utilizado para garantir as transações financeiras entre os bancos.

Alguns bancos oferecem rendimentos a 80% do CDI, enquanto outros pagam mais do que 100% dessa mesma taxa. Por isso é bom pesquisar bastante as opções em diferentes bancos.

LCA e LCI

As Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) e as Letras de Crédito Imobiliário (LCI) também são títulos emitidos pelos bancos. Porém, o fim é distinto para cada área destacada: agronegócio ou o setor imobiliário.

Além da segurança do FGC, esses títulos não têm cobrança de imposto de renda. Nesse tipo de aplicação os títulos pós-fixados são, em geral, mais interessantes.

Uma desvantagem dessas letras é a impossibilidade de movimentar o dinheiro aplicado até a data do vencimento.

Busque investir em LCA e LCI quando o vencimento da aplicação for alinhado a um objetivo financeiro pessoal, como a compra de um bem ou a realização de uma viagem. Neste caso essa pode ser uma boa escolha na busca por qual a melhor aplicação financeira para 100 mil reais

Fundos de Investimento de Renda Fixa

Outra opção interessante são os Fundos de Investimento de Renda Fixa. Essa aplicação é uma mistura de investimentos diferentes que são agregados em um único fundo. O investidor, então, pode comprar uma cota dentro desse fundo e participar dos ganhos.

Alguns mais arrojados possuem ações da bolsa de valores, derivativos, commodities e outros. Porém, nos fundos mais conservadores, os investimentos se concentram em papéis mais seguros, como títulos públicos.

Você poderá encontrar opções tanto em bancos como em corretoras. O importante antes de investir em fundos de renda fixa é analisar as taxas de administração. Se for menor do que 1% ao ano já é bastante interessante. Quanto menor o prazo de vencimento, também, menor deve ser a taxa de administração.

Bolsa de Valores

Indicada para investidores de perfil mais arrojado e com mais experiência, a aplicação na Bolsa de Valores é caracterizada como investimento de renda variável. O retorno do seu investimento não é garantido. As ações flutuam bastante ao longo do dia e a operação exige bastante conhecimento do investidor.

Não é recomendável aventurar-se sozinho no mercado de ações. Para isso, busque sempre apoio de uma corretora confiável e seja mais moderado no começo.

E as criptomoedas?

A nova moda da internet são as criptomoedas. Se ainda não reconhece esse termo, com certeza já ouviu alguém falar dos Bitcoins, que é a mais famosa dentre essas moedas virtuais. Muito conteúdo vem sendo divulgado sobre as criptomoedas e o quanto elas podem render em pouco tempo. Mas, não se engane, este ainda é um investimento bastante arriscado.

Na dúvida sobre qual a melhor aplicação financeira para 100 mil reais, essa pode não ser a melhor escolha.

As moedas virtuais, como o próprio nome sugere, não possuem uma versão física, no mundo offline. Elas foram criadas para serem usadas na compra de bens e serviços na internet. Elas possuem caráter descentralizado.

Ou seja, suas transações não passam por instituições financeiras tradicionais, e tudo é controlado por programas de computador. No caso do Bitcoin, o programa que faz esse controle é o blockchain.

O risco dessa aplicação está na volatilidade. Em questão de horas o valor do Bitcoin pode oscilar sem nenhum lastro, diferente das outras aplicações citadas.

Por isso, não é recomendado aplicar uma grande porcentagem do seu montante total de investimento. No caso, se você quer conhecer um pouco mais essa oportunidade, pode procurar uma corretora para te auxiliar. Mas busque investir entre 5 e 10% de todo o dinheiro que você possui para aplicações.

Conhecendo um pouco mais os investimentos, já deu para ver qual a melhor aplicação financeira para 100 mil reais? Como tudo depende muito do seu perfil de investidor, o melhor mesmo é conhecer profundamente e entender bem seus objetivos antes de tomar sua decisão.

+ Investir no exterior vale a pena?

Conheça os Melhores Investimentos