Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Qual o melhor investimento a longo prazo do mercado?

Imagem de moedas e relógio para ilustrar post sobre qual o melhor investimento a longo prazo

Qual o melhor investimento a longo prazo do mercado?

Planejar um futuro financeiramente estável é uma missão que deve começar cedo. E nesse cenário, conhecer os investimentos a longo prazo pode ser uma boa opção. Vamos te dar dicas de qual o melhor investimento a longo prazo.

Os investimentos a longo prazo são opções para quem deseja se programar para ter uma renda complementar no futuro. Ou mesmo realizar um determinado objetivo como, por exemplo, a compra de um imóvel.

Falar em longo prazo significa escolher investimentos que superam cinco anos de aplicação do capital. Isso mesmo: cinco anos!

Prazos menores cabem aos chamados investimentos de curto ou médio prazo, que podem também ser foco de atenção e têm seus respectivos espaços.

Afinal, como sempre é falado, diversificar é o caminho para a saúde financeira das aplicações.  

Qual o melhor investimento a longo prazo e mais atraente?

Há muitos investimentos para quem quer aplicar o capital por um período longo. Vamos conhecer alguns dos mais pesquisados quando se pensa em qual o melhor investimento a longo prazo.

Ações

As Ações são títulos de patrimônio emitidos por sociedades anônimas.

É um mercado que envolve inúmeros fatores como, por exemplo, a oscilação da cotação das ações mediante o cenário econômico. Por isso, trata-se de uma opção de longo prazo para que os ganhos compensem possíveis perdas.

LCI e LCA

O LCI (Letra de Crédito do Agronegócio) e a LCA (Letra de Crédito Imobiliário) têm características parecidas como, por exemplo, a isenção de Imposto de Renda.

Nas duas opções o rendimento pode ser prefixado, quando o investidor já sabe o juro que será aplicado. Ou também pós-fixado, quando o rendimento é atrelado ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário) e só será conhecido no resgate.

Muito importante em ambas é conhecer a rentabilidade dos papéis e a solidez da instituição responsável pela emissão dos títulos.

CDB

CDB significa Certificado de Depósito Bancário. São títulos que também podem ser prefixados, com juro anual determinado no momento de aquisição, ou pós-fixados, geralmente atrelado ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

É um investimento que deve ter os custos analisados nos bancos e corretoras para saber se vale entrar no portfólio de aplicações.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa de negociação de títulos públicos a cidadãos, que chegou para democratizar esse tipo de investimento. Ele é feito pela rede mundial de computadores.

Pode ser considerado também um investimento de longo prazo, pois apresenta opções de papéis com vencimento superior a 20 anos.

Tem dois tipos de rendimentos: prefixado (taxa de juros determinada antes da aplicação) e pós-fixado (atrelado a um indicador).

Plano de Previdência Privada

O plano de previdência privada é uma aplicação que dever ser feita durante anos.

Trata-se de uma opção em que raramente o dinheiro é retirado antes do prazo estabelecido. Isso educa o investidor a trabalhar a questão de poupar durante um tempo para contar com uma renda extra no futuro.

Por que o longo prazo?

Para se obter o melhor de cada um dos investimentos escolhidos, o importante é adequar as opções disponíveis no mercado aos objetivos traçados.

Une-se a isso uma qualidade essencial: dedicar especial atenção ao o que cada investimento pode trazer de benefícios.

Os de longo prazo, por exemplo, apresentam algumas vantagens encabeçadas por uma de efetivo apelo. Com um prazo maior, é possível diversificar mais, o que pode resultar em mais ganhos e riscos menores.

Por isso, além dos investimentos acima mencionados, é válido conhecer os vários outros disponíveis no mercado.

O ideal é conversar com um especialista – em seu banco ou corretora – para conhecer o que pode ser mais rentável e eficiente para o seu perfil e atual momento de vida.