O que é o Cartão de Todos?

Imagem do cartão de todos para post que explica o seu funcionamento

O que é o Cartão de Todos?

Você já ouviu falar no Cartão de Todos? Sabe como funciona?

Como o próprio nome diz, trata-se de um cartão que surgiu com a proposta de contribuir para a inclusão social de todos. Ele oferece a oportunidade de as famílias terem acesso à saúde, educação e lazer com um custo baixo. Com isso, amplia o número de usuários.

Sim, o Cartão de Todos é um cartão que permite a utilização de alguns serviços básicos. Entre eles estão, por exemplo, serviços médicos e odontológicos, com preço único que é fechado quando é realizado o contrato.

Apesar do baixo custo, o Cartão de Todos tem o objetivo de oferecer assistência primária à saúde com qualidade.

Preços fixos e descontos

O Cartão de Todos oferece aos seus usuários/famílias preços fixos para as consultas. Além disso, é possível fazer agendamento por telefone sem que ocorram longas esperas.

Outra vantagem do Cartão de Todos é o desconto oferecido para a realização de exames laboratoriais, de diagnósticos gráficos e também exames de imagens. 

O Cartão de Todos também dá desconto em clínicas odontológicas, farmácias, além de cursos escolares e profissionalizantes.

Conheça mais sobre as especialidades e vantagens do Cartão de Todos.

Mas e a parte do lazer que foi citada logo no início deste texto?

Sim, o Cartão de Todos também oferece descontos em hotéis, pousadas e até mesmo em academias!

Cobertura ampliada

As empresas que aceitam o Cartão de Todos devem fazer um convênio com o cartão. Aí então podem colocar à disposição dos usuários/famílias os serviços a um preço diferenciado. Esses valores são estabelecidos no contrato com o cartão.

As clínicas médicas conveniadas cobram o mesmo preço em todo o Brasil.

O Cartão de Todos tem ampliado a cobertura pelo país. Hoje atendem cerca de 1,5 milhão de famílias.

Esses usuários são atendidos em 38 municípios no Estado de São Paulo, além de cidades em Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Ceará e Rio Grande do Sul.

Mas para que o cartão seja implantado é necessário haver capital privado na parceria com empresas de porte. Veja mais detalhes abaixo.

Como funciona o Cartão de Todos e como é feita a adesão das famílias?

Como já foi dito, o Cartão de Todos é um projeto social que pode ser implantado em todo e qualquer município do Brasil. Ele depende apenas de um capital privado. Afinal, o seu êxito é sempre resultado das parcerias que são constantemente estabelecidas.

As famílias usuárias do cartão fazem a adesão pelo site ou por atendimento telefônico, sem custo algum.

O titular do cartão ou o cônjuge só deve autorizar o pagamento de uma mensalidade que cobre toda a família. Sim, essa mensalidade não é individual e tem valor acessível.

A cobrança pode ser feita por boleto bancário, cartão de crédito ou desconto em conta de energia elétrica, quando houver essa disponibilidade.

Quando o cadastro é concluído, todas as pessoas que pertencem à família podem utilizar os serviços. Eles são realizados nas clínicas parceiras em suas cidades. 

O maior cartão de descontos

O Cartão de Todos tem conquistado muitos adeptos. Hoje, atinge cerca de 1,5 milhão de famílias que o transformaram no maior cartão de descontos do país.

Segundo a empresa, a proposta é tornar o Cartão de Todos no maior cartão de descontos não só do Brasil como também da América Latina.

Sua principal missão é levar às pessoas serviços de qualidade e baixo custo na área de saúde, educação e lazer, permitindo que tenham um bom atendimento. O Cartão de Todos ainda tem a proposta de agregar valor não só aos clientes como também aos colaboradores e acionistas.

Entre os seus principais valores está o foco nas necessidades pessoais e das comunidades, assim como o incentivo ao empreendedorismo. 

História do Cartão de Todos

A ideia do Cartão de Todos surgiu em 1999. O presidente e fundador, Altair Vilar, foi o criador dessa proposta. Ele buscava uma forma de melhorar a vida das pessoas no meio industrial.

Foi na Alemanha que ele teve a inspiração ao conhecer o sistema de saúde solidário local. O sistema foi reformulado para ser aplicado no Brasil em 2001, ano em que foi fundada a primeira clínica de Todos, em Minas Gerais.

A expansão nos anos seguintes ganhou força em 2004. O modelo de franquia contribuiu para ampliar também o número de famílias que eram beneficiadas – mais de 20 mil até então.

Foi em 2014 que o Cartão de Todos atingiu a marca de mais de 1 milhão de famílias ativas.

Mais informações

Para ter acesso a todos os detalhe sobre o cartão acesse o site da empresa, que conta também com o APP Cartão de Todos.

 

Última atualização em 10/01/2019