Por dentro do Cartão Nacional de Saúde

Você conhece o Cartão Nacional de Saúde? Sabe para o que serve e quais as principais vantagens que oferece?

Imagem do cartão nacional de saúde

O Cartão Nacional de Saúde é um documento de identificação dos usuários do SUS

O Cartão Nacional de Saúde (CNS) nada mais é do que o documento de identificação dos usuários do SUS, o Sistema Único de Saúde. O SUS é um dos maiores sistemas de saúde pública de todo o mundo e abrange de simples atendimentos médicos até transplantes de órgãos.

Importante: todo cidadão brasileiro ou mesmo estrangeiro que mora no nosso país pode obter o Cartão Nacional de Saúde.

É no Cartão Nacional de Saúde que constam as informações dos usuários do SUS. Entre essas informações estão:

  • nome;
  • nome da mãe;
  • data de nascimento;
  • contatos de telefone;
  • endereço;
  • e-mails;
  • e informações dos principais documentos – como CPF, RG, Certidões, etc.

É justamente o número do CNS que é utilizado hoje em dia nos sistemas informatizados de saúde. Por isso demandam identificação das pessoas – sejam usuários, operadores ou os profissionais da área de saúde.

Assim, o CNS permite a criação de um histórico de atendimento de cada cidadão que utiliza o Sistema Único de Saúde. Ele utiliza uma base de dados que compreende os sistemas de atenção básica, hospitalar e de dispensação de medicamentos, entre outros.

Já o usuário do SUS também contam com facilidades oferecidas pelo CNS. É possível, por exemplo, conferir:

Em resumo, o sistema do CNS identifica o indivíduo para garantir a sua cidadania. Além disso, coordena as informações para humanizar o atendimento prestado e ainda padroniza os procedimentos para democratizar o uso do recurso público.

Principais benefícios do Cartão Nacional de Saúde

O Cartão Nacional de Saúde é um documento que traz inúmeras facilidades para todos os envolvidos.

Para começar, oferece rapidez na identificação do usuário do cartão. Também agiliza a localização do prontuário do paciente – o sistema faz a busca pelo número do CNS.

Outra vantagem do cartão é a vinculação constituída entre o profissional, o usuário e também o estabelecimento de saúde e atendimento.

Para finalizar, também facilita o registro dos atendimentos feitos, além do registro do agendamento e execução das consultas e exames. Isso sem falar da dispensação de medicamentos.

Essência do CNS

O Cartão Nacional de Saúde integra a política do e-Saúde. Ela utiliza as bases de dados dos usuários, dos estabelecimentos e dos procedimentos realizados. Assim, pode elaborar e propor ações estratégicas para a formulação de políticas de saúde de forma integrada.

É desta forma que se torna possível organizar a rede de atenção à saúde e a gestão do SUS, facilitando o atendimento às pessoas e qualificando o trabalho dos profissionais da área da saúde.

Diante disso, é possível também notar todo o impacto e a amplitude do uso da tecnologia de informação e de telecomunicação na gestão da rede de saúde pública.

Em contrapartida, o acesso a essas informações permite ao cidadão a sua participação na fiscalização e no aprimoramento do SUS.

É possível verificar quem tem registro no CNS?

Sim, é possível. Basta o usuário do Sistema Único de Saúde consultar o número do CNS no Portal de Saúde Cidadão preenchendo algumas informações pessoais.

Esse portal também apresenta uma área restrita ao usuário do SUS. Ela permite a ele imprimir o seu cartão e verificar o registro das ações e serviços de saúde que utilizou até então.

Nesta área restrita, porém, é preciso seguir o passo a passo para fazer o login de acesso.

Desta forma, o usuário poderá obter os nomes dos profissionais de saúde que o atenderam, o período, além do nome da unidade de saúde e dos procedimentos clínicos e cirúrgicos que foram realizados.

Essas informações trazem transparência e permitem ao cidadão participar da fiscalização e do aprimoramento do Sistema Único de Saúde.

Para quem não tem o CNS e deseja fazer

É muito fácil e rápido obter o CNS, sem contar que não apresenta custo algum.

Aqueles que não têm o CNS podem resolver essa questão de algumas formas.

Uma delas é via o Portal de Saúde Cidadão, que coloca à disposição um link para o pré-cadastro.

Ao fazer essa operação, o usuário recebe o número do protocolo de atendimento. Ele deverá ser apresentando a uma unidade de atendimento para a validação das informações e emissão do Cartão Nacional de Saúde.

Caso prefira, o cadastro também pode ser feito pessoalmente na Secretaria de Saúde do município ou em uma Unidade de Saúde do SUS. É importante lembrar que, nesse caso, é possível fazer o pré-cadastro no portal, antecipando e facilitando a solicitação e emissão do cartão.

Assim, cumpre-se o objetivo principal do CNS que é fazer com que o Sistema Único de Saúde identifique os usuários de forma individualizada. Isso porque cada cidadão tem um número de CNS que facilita seu acesso ao sistema.

Documentos necessários para a emissão do CNS

  • Documento de identidade (RG)
  • CP;
  • Certidão de nascimento ou certidão de casamento
  • Em alguns municípios é solicitada a apresentação de um comprovante de residência como, por exemplo, a conta de água, luz ou telefone

É válido saber que ninguém é impedido de receber atendimento por não ter em mãos o CNS ou mesmo por não ter o cartão.

Mas é válido fazer para ter acesso a todas as informações registradas em seu histórico, entre outros benefícios que você já conheceu aqui com a gente.

Conheça também o funcionamento da Assistência Médica Ambulatorial, AMA.

Caso queira saber um pouco mais sobre valores de um plano de saúde particular, peça um orçamento na Bidu.

Última atualização em 13/02/2019