Como escolher entre as melhores maternidades do país?

Mamães e papais sempre desejam que, além de muita saúde, seus filhos nasçam em um bom hospital e com a melhor equipe médica. Mas você sabe quais são as melhores maternidades do país?

Bom, então deixe a preocupação com o enxoval um pouco de lado. Conheça as melhores maternidades do país e alguns pontos que você deve levar em consideração na hora de fazer a sua escolha.

Foto de recém nascido para ilustrar texto sobre as melhores maternidades do país

É preciso avaliar diversos aspectos para escolher a melhor maternidade para seu parto.

As melhores maternidades do país

Antes de falarmos sobre alguns critérios importantes na escolha da maternidade, conheça a lista das melhores maternidades em algumas capitais do Brasil:

São Paulo:

Hospital São Luiz

Maternidade Pro Matre Paulista

Hospital e Maternidade Santa Joana

Hospital Santa Catarina

Hospital Israelita Albert Einstein

Rio de Janeiro:

Maternidade Perinatal

Casa de Saúde São José

Hospital Pasteur

Belo Horizonte:

Mater Dei

Hospital Sofia Feldman

Salvador:

Hospital Aliança

Maternidade Santamaria

Hospital Santo Amaro

Porto Alegre

Hospital Mãe de Deus

Hospital Moinhos de Vento

Escolher entre as melhores maternidades do país

Agora que você já sabe quais são consideradas as melhores maternidades de algumas das principais capitais do país, vamos a um ponto importante. Antes de bater o martelo na maternidade escolhida, é essencial avaliar alguns aspectos que são determinantes na hora de tomar esta decisão.

Escolha do médico

Antes mesmo de pesquisar quais são as melhores maternidades do país, é fundamental a escolha do médico que acompanhará a gestação.

Logo que você decidir qual será esse profissional, identifique quais são os hospitais que ele atende, para que você já tenha um direcionamento melhor.

Caso ele não atenda em uma maternidade privada que você avaliou como melhor para você, veja se é possível ele se cadastrar nesse local para fazer o seu atendimento.

Vale ressaltar aqui que a opinião médica sobre o hospital é fundamental. Assim, você pode avaliar não só a aparência ou clima do hospital, como também detalhes sobre a parte técnica desse hospital. Entre esses detalhes estão o corpo de enfermeiras, qualidade do modelo dos equipamentos de atendimento e outros pontos.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), órgão que fiscaliza os serviços de saúde, classifica como ilegal os médicos obstetras que cobram taxa de disponibilidade para os casos de parto normal. Caso você passe por essa situação, sinalize à operadora do seu plano de saúde ou procure ajuda.

Localização da Maternidade

Ao escolher entre as melhores maternidades, leve em consideração locais próximos a sua casa ou trabalho na hora de escolher a sua maternidade.

Grandes cidades tem o grande problema do trânsito, então não adianta querer atravessar a cidade nesse momento.

Na dúvida e para tranquilizar as pessoas mais ansiosas, faça o mesmo trajeto algumas vezes e sinta-se mais confortável com essa escolha.  

Faça uma visita

Já que você pode considerar fazer o trajeto como teste, então por que não aproveitar para conhecer melhor o local? Há alguns hospitais que oferecem essa visita agendada e guiada por um profissional que irá mostrar todas as instalações.

Nessa visita, não deixe de avaliar todos os procedimentos de rotina, limpeza, estrutura física e organização desses espaços e os serviços oferecidos.

Para quem busca hospitais com espaços mais humanizados, verifique a sala de pré-parto e se o hospital aceita que o bebê possa ir direto para o colo da mãe.

Só não esqueça que você não precisa escolher logo o primeiro de cara. Faça outras visitas, pois será um ótimo método comparativo.

Urgência e Emergência

A ANS obriga que todos os hospitais possuam uma equipe médica de plantão 24 horas por dia, para atender os casos de emergência.

Aqui vale a sua atenção para entender se no hospital que você está avaliando eles oferecem, além da equipe médica, pelo meno um anestesista, um obstetra e um neonatologista.

Além disso, verifique as condições e a disponibilidade de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto e neonatal, assim como laboratório para exames e análises clínicas. Isso e fundamental na escolha das melhores maternidades.

Feedback

Se conselho fosse bom, era vendido e não dado. Mas não custa nada buscar avaliações e relatos de experiências de outras famílias na maternidade que você está pensando em escolher.

Lembre-se que cada pessoa possui um ponto de vista diferente, vontades distintas e preferências também. Por isso, dê preferência a feedbacks de pessoas que você já conhece. Caso não tenha, uma boa busca na internet e em redes sociais pode ajudar.

Acompanhantes

Ficar sozinha na hora do parto pode não ser tão confortável para a maioria das mulheres. Por isso, converse com o seu obstetra e entenda também a política do hospital para a presença de um acompanhante. Verifique também a política em relação às doulas, algo que tem sido bastante usual nas mamães desta geração.

Apoio na amamentação

As melhores maternidades oferecem entre o seu corpo de enfermagem, profissionais especializados em amamentação. Eles irão auxiliar as mamães com esse momento tão único e também irão identificar possíveis dificuldades.

Maternidade ou hotel?

Existem hospitais e maternidades que oferecem até mesmo serviço de decoração do quarto para receber a família após o nascimento de uma criança.

Se esse for o seu grande sonho e se você tiver condições financeiras de arcar com tudo isso, ótimo! Não tem problema nenhum você querer algumas regalias e serviço cinco estrelas.

Mas lembre-se que no final das contas o que mais importa é você escolher um lugar que você sinta empatia, conforto e segurança.

Plano de saúde, rede pública ou atendimento particular?

Você já conheceu a lista das melhores maternidades do país e alguns critérios para te ajudar na escolha. Agora vamos explicar brevemente como funciona o parto com plano de saúde, particular ou através da rede pública.

Parto com plano de saúde

Para quem tem plano de saúde com a cobertura de obstetrícia inclusa, e já com o período de carência concluído, pode comemorar. Provavelmente você não teve qualquer problema para fazer o acompanhamento da gravidez, ou seja, o pré-natal. Com isso, já deve se sentir mais segura para o momento do parto e do pós-parto.

Realmente ter um plano de saúde é um privilégio nessas horas. Mas é importante que você esteja atento às condições firmadas por você no momento do fechamento do contrato.

Entre essas condições, estão, por exemplo o tipo de acomodação a sua internação dá direito. Enfermaria ou quarto privativo? Ou ainda, e talvez o principal, quais são os hospitais e maternidades que realizam o atendimento do seu tipo de plano de saúde?

Outros detalhes a serem checados que muitas vezes são deixados de lado é se o seu plano, no caso de plano de saúde empresarial, possui coparticipação. Ou seja, se você precisa arcar com algum custo para procedimentos médicos, assim como em parto.

E, para esse perfil de plano, avalie a possibilidade de reembolso do seu plano. Assim você já terá tudo preparado e não tomará sustos em um momento delicado.

 

Parto pela rede pública

Já para os pais que precisam contar com a rede pública de saúde, o Sistema Único de Saúde (SUS), oferece pré-natal nas unidades básicas de saúde. Elas  ficam disponíveis nos bairros das cidades.

Esse pré-natal dá direito a seis consultas e também exames como ultrassom e exames solicitados pelo obstetra que acompanha a gestante.

Esse mesmo obstetra irá indicar o hospital público com maternidade para a futura mamãe realizar o seu parto. Em geral, o critério utilizado é a localização da paciente em relação ao local.

Parto particular

Por fim, para quem prefere pagar por esse atendimento de saúde e não tem um plano, vale a indicação do próprio obstetra que irá acompanhar toda a gestação. Também é necessária uma pesquisa de custos e valores de equipe médica e maternidades..

Como ter um plano de saúde e uma gestação mais tranquila?

Ter um plano de saúde ajuda muito nesses momentos de gestação e também após o parto para cuidar melhor do seu bebê.

Por isso, avalie a possibilidade de contratar um, de preferência antes da gravidez acontecer, para que você possa desfrutar de todos os benefícios médicos disponíveis.

Na dúvida em qual escolher, faça uma cotação online aqui na Bidu e encontre o melhor plano de saúde para o seu perfil e para o seu bolso.

 

Última atualização em 04/02/2019