Plano de saúde cobre tratamento a laser?

Cada vez mais a medicina vem surpreendendo e apresentando novas formas de cuidados com a saúde. Entre essas novidades está o tratamento a laser. E muitas pessoas que querem fazer o tratamento se perguntam se plano de saúde cobre tratamento a laser. Saiba que o plano de saúde pode cobrir, sim, alguns tipos de laser.

Foto de pessoa fazendo um tratamento facial a laser para ilustrar texto que fala se plano de saúde cobre tratamento a laser

O plano de saúde é obrigado a cobrir tratamento a laser em algumas situações específicas.

Pois é, pode parecer estranho. Mas o laser pode ter diferentes funções. Seja ela estética, que estamos mais habituados a ouvir sobre tratamentos. Ou outras que ainda não conhecemos. De qualquer forma começamos a entender que há, sim, diversas possibilidades de tratamento a laser.

Neste texto vamos identificar em quais situações o plano de saúde cobre tratamento a laser.

Quando o plano de saúde cobre tratamento a laser?

Provavelmente você já pensou de cara nos tratamentos estéticos. Entre eles está a drenagem linfática a laser, que elimina toxinas e reduz a retenção de líquido corporal. Ou ainda aqueles tratamentos que tiram as marcas de expressão do rosto. Ou então aquelas olheiras que nem sempre são causadas apenas por uma noite de sono ruim.

Se você quer saber se o plano de saúde cobre tratamento a laser como esses, não temos uma boa notícia. Esse tipo de tratamento estético não possui cobertura pelo plano de saúde garantida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), em seu rol de procedimentos mínimos.

Os planos possuem a determinação da ANS para cobrir tratamentos a laser relacionados a saúde das pessoas.

Ou seja, o plano de saúde cobre tratamento a laser caso você tenha algum problema de saúde atestado por um profissional. Vamos listar alguns desses problemas mais a frente para exemplificar melhor. Porém, nesses casos, se você necessitar de uma cirurgia ou intervenção via laser, os planos de saúde deverão cobrir os custos do procedimento.

 

Veja abaixo alguns procedimentos a laser que os planos poderão cobrir

  • Ocular: tratamentos dos olhos resultantes de catarata ou outros problemas de visão. Esse procedimento também é conhecido como Capsulotomia YAG ou cirúrgica. Há ainda outras intervenções oculares a laser, como a fototrabeculoplastia. Ela reduz a pressão ocular, e a iridectomia, que é a resseção e tratamento de infecções da íris do olho;
  • Cálculo renal: retirada de cálculo renal ou pedras da bexiga, também conhecida como cistolitotripsia a laser;
  • Respiração: desobstrução brônquica a laser para desentupimento e melhoria na capacidade respiratória;
  • Varizes: desobstrução dos vasos sanguíneos via endolaser;
  • Retirada de tumor: via endoscopia a laser e fotocoagulação;
  • Mucosite oral: com laserterapia;
  • Remoção de lesões malignas: com microcirurgia a laser;
  • Remoção do cabo-eletrodo de marca-passo;
  • Nefrolitotripsia percutânea unilateral a laser;
  • Panfotocoagulação;
  • Termoterapia Transpupilar;
  • Fotocoagulação de tumor vesical;
  • Sinequiotomia;
  • Ureterorrenolitotripsia.

Em que casos os planos de saúde cobrem tratamentos estéticos a laser?

Se o que você realmente quer saber é se o plano de saúde cobre tratamento a laser para fins estéticos, vamos te explicar.

No Brasil há leis que garantem que procedimentos estéticos para tratamentos de males a saúde ou prevenção, são custeados pelas operadoras de plano de saúde. Como é o caso de cirurgias reparadoras de possíveis deformidades que foram causadas ou que causem doenças.

Ficou complicado? Então vamos ver alguns exemplos que ajudarão a entender.

A obesidade mórbida, quando o índice de massa corporal é acima de 40, é considerada uma doença. Com isso, a cirurgia bariátrica é um tratamento de saúde para o paciente e deverá ser custeada pelo plano. Não apenas pelas condições atuais desse paciente, mas por tudo que essa doença pode desencadear para outros problemas de saúde.

Mulheres que sofreram com a perda da mama, ou também chamada de mastectomia radical, após o tratamento contra o câncer, podem optar pela cirurgia de reconstrução da mama. Para esses casos, os médicos afirmam haver sentido. Não apenas por uma parte do tratamento da doença, como também uma prevenção a danos psicológicos, causados pela baixa autoestima de uma mulher mastectomizada.

Para quem sofre com problemas de visão, como a miopia e a hipermetropia, o plano de saúde deverá cobrir em casos de miopia entre 5,0 e 10,0 graus, com ou sem astigmatismo de até 4,0 graus. Já para os casos de hipermetropia, a operação com cobertura do plano de saúde ocorre com graus até 6,0, estabilidade de um ano desse mesmo grau e possibilidade de astigmatismo até 4,0.

E quando o plano se recusa a cobrir?

Caso o plano de saúde se recuse a obedecer essas indicações médicas, é necessário entrar com ação judicial para revisão da liberação do procedimento. Para esses casos, vale lembrar que toda ação deverá ser fundamentada em laudos médicos, bem como exames que confirmem o problema de saúde físico ou mental do paciente.   

Procure ajuda profissional, médica e legal, para tomar medidas mais eficientes e que não demore anos para ser resolvida, como em muitos casos judiciais em que cabe a opção de recorrer.

Qual melhor plano de saúde para tratamentos a laser?

Como você já viu, plano de saúde cobre tratamento a laser somente em alguns casos. Na verdade o melhor plano de saúde para esse tipo de tratamento vai ser aquele que apresenta uma ampla cobertura médica, tanto de hospitais quanto de laboratórios. Assim, você recebe o melhor apoio possível para iniciar o seu tratamento após algum desses diagnósticos.

Caso o médico que você já se consulta não aceite planos de saúde, você pode pesquisar pelo convênio que melhor compreenda o reembolso das consultas e procedimentos. Do mais, veja a lista de conveniados do seu plano pois, você irá encontrar excelentes profissionais da área.  

Por fim, para quem ainda não tem um plano, é importante lembrar também que os planos de saúde apresentam carência para diversos procedimentos médico. Isso faz parte da regulamentação da ANS. Ou seja, caso sua necessidade seja mais imediata, avalie esse quesito na hora de contratar um plano.

Como contratar um plano de saúde?

Você pode fazer agora mesmo uma cotação online com a Bidu para escolher o plano de saúde que melhor se encaixa com o seu perfil e com a sua situação financeira.

Não deixe de investir na sua saúde. Ter um plano de saúde também é sinônimo de prevenção.

 

Última atualização em 14/01/2019