Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Tudo que você precisa saber sobre Plano de Saúde Ambulatorial

Todo mundo sabe o quanto é complicado contar com a saúde pública no Brasil. Por isso, muitas pessoas almejam ter um plano de saúde para garantir assistência para si e para a sua família. Pensando nisso, hoje vamos falar sobre o plano de saúde ambulatorial, uma das modalidades entre as opções de convênio que pode se encaixar com o seu perfil.

Foto de médico fazendo uma receita para ilustrar texto sobre Plano de saúde ambulatorial

O plano de saúde ambulatorial pode ser uma boa opção para quem tem menos recursos disponíveis.

O que é plano de saúde ambulatorial?

O plano de saúde ambulatorial é uma segmentação assistencial regulamentada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Ele oferece um perfil de convênio mais simples, com menos opções de serviços e cobertura médica. Com isso, apresenta custos mais reduzidos.

Como o próprio nome já sugere, a cobertura do plano ambulatorial se dá apenas em ambulatórios, clínicas e consultórios. Ou seja, não inclui atendimento hospitalar completo, apenas por até 12 horas, e internação.

Veja a lista de procedimentos garantidos para o seu atendimento com o plano ambulatorial:

  • Consultas ilimitadas aos médicos credenciados;
  • Consultas de pré-natal para gestantes;
  • Exames complementares;
  • Procedimentos clínicos;
  • Atendimento de urgência e emergência por até 12 horas;
  • Exames e tratamentos em hospital pelo período de até 12 horas;
  • Procedimentos específicos como hemoterapia ambulatorial, radioterapia, hemodiálise e diálise.

Quais as vantagens do plano de saúde ambulatorial?

A principal vantagem, sem dúvidas, é o custo reduzido que o plano ambulatorial apresenta em comparação a outros planos, como o plano referencial e o hospitalar. Dessa forma, se você possui um perfil com menos recursos para investir em um plano de saúde, mas deseja garantir recursos mínimos, esse é o convênio ideal.

Lembre-se que, com ele, você e sua família poderão fazer os exames e consultas quando estiverem com algum problema de saúde. Além disso, também contarão com uma rede de médicos credenciados para realizar preventivos.

Quais as desvantagens do plano ambulatorial?

Já do lado da desvantagem, está o fato de que o plano ambulatorial não oferece cobertura para internação e cirurgias mais sérias. A gente sabe que acidentes podem acontecer e que é sempre bom ter tranquilidade nesses momentos.

Porém, quando o paciente tem um plano ambulatorial, ele não pode permanecer por mais de 12 horas no hospital. Ele também não pode ser internado pelo convênio. Caso isso ocorra, ou o próprio paciente arca com todos os custos, ou o hospital faz a transferência para algum hospital do Sistema Único de Saúde (SUS).

O que é plano ambulatorial + hospitalar?

Você já deve ter ouvido que é possível unir duas modalidades de planos na hora de contratar o seu plano de saúde. Entre essas opções está o plano hospitalar, que pode incluir ou não obstetrícia. Além dos procedimentos garantidos pelo plano ambulatorial, ele oferece:

  • Internação comum e em UTI;
  • Consultas e exames no próprio hospital;
  • Cirurgia;
  • Anestesia e utilização de material hospitalar;
  • Quimioterapia e radioterapia;
  • Transfusão de sangue;
  • Atendimento pós-operatório para transplantes de córnea ou rim;
  • Fisioterapia e procedimentos específicos como hemoterapia ambulatorial, radioterapia, hemodiálise e diálise;
  • Embolização e radiologia intervencionista;
  • Hemodinâmica e nutrição parental, ou seja, intravenosa, ou enteral, administrada pela boca ou via sonda.

Ou seja, é possível fazer a junção dos dois planos. Você consegue garantir que a tranquilidade de uma possível cirurgia de emergência ou uma internação, estejam com a cobertura garantida.

Quais os pontos de atenção antes de contratar o plano ambulatorial?

É importante avaliar qual o seu perfil como cliente e situação financeira para investir em um plano ambulatorial. Vale também lembrar que há alguns pontos de atenção para se observar antes de fechar um contrato, para não sofrer uma frustração depois.

Por isso, verifique a rede credenciada do seu plano. Com ela, você consegue saber quais médicos estão disponíveis para o seu atendimento.

Avalie também o período de carência que deve ser aguardado para começar a utilizar determinados serviços do plano. Entre eles estão o atendimento de emergência e urgência, que pode ter carência de até 24 horas, até consultas e exames com prazos de até 180 dias.

Não deixe também de lado a questão dos reajustes da mensalidade do seu plano. Eles estão relacionadas a sua idade e também as correções anuais regulamentados pela ANS, assim você evita desagradáveis surpresas.

Como contratar um plano de saúde ambulatorial?

Assim como as outras modalidades dos planos de saúde, você também consegue fazer aqui na uma cotação online. Assim pode escolher o seu plano de saúde ambulatorial com mais segurança e tranquilidade.

Vale lembrar que esse plano também está disponível para profissionais formalizados como  Microempreendedores Individuais (MEI), desde que sigam as obrigações determinadas por lei.

Vale a pena contratar um plano ambulatorial?

Se você e sua família se encaixam, dentro das limitações do plano, aos serviços e a tranquilidade que ter um plano de saúde pode oferecer, a resposta é sim! Caso você precise de mais procedimentos, aproveite a dica e veja se a junção de duas modalidades de planos, a hospitalar e ambulatorial, se encaixam nas suas necessidades.

Cuidar da saúde é um investimento e não um gasto supérfluo!