Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Plano de saúde estudantil: o que é e como funciona

Sabemos o quanto a saúde no Brasil é complicada. Não ter um plano de saúde pode te deixar em uma situação bastante desconfortável e até mesmo precária, dependendo da sua região ou da gravidade do que você está sentindo. Por isso, ter um plano de saúde é cada vez mais necessário e isso se aplica para todas as idades. Nesse contexto, você sabia que existe plano de saúde estudantil e que eles são mais em contas para quem possui esse perfil?

Imagem de jovens ilustrando texto sobre plano de saúde estudantil

Não? Então descubra quais são as diferenças para esse tipo de plano em relação aos outros planos convencionais e quais são as vantagens e desvantagens de você aderir a um plano de saúde estudantil, para você ou para os seus filhos.

O que é o plano de saúde estudantil?

O plano de saúde estudantil é apenas mais uma modalidade dentro dos planos oferecidos pelas operadoras de saúde. Esse tipo de plano tem custo reduzido e é destinado apenas para quem está matriculado em uma instituição de ensino.

Quem tem direito?

Como falamos, você precisa estar matriculado em uma instituição de ensino, seja ela uma escola, um colégio de formação técnica ou uma universidade. Veja no detalhe quais perfis de estudantes se encaixam nesse plano:

 

Grau de especialização Perfil de aluno
Educação infantil Crianças de 0 a 5 anos
Ensino fundamental Crianças de 6 a 14 anos
Ensino médio Jovens de 15 a 17 anos
Ensino superior Alunos de graduação na faculdade/universidade
Pós-graduação Alunos já graduados na universidade e que estão fazendo especialização

Tipos de planos de saúde estudantil

Dentro das opções de planos de saúde para estudantes há três variações e modalidades diferentes para avaliar.

+ Plano de saúde infantil. Como funciona?

Plano de saúde estudantil

Tem como principal característica ser um tipo de plano individual, sem a possibilidade de ser adquirido de forma coletiva. As operadoras atuam por conta própria ou em parceria com as entidades de representação dos estudantes secundaristas, União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), e a dos estudantes de ensino superior, a União Nacional dos Estudantes (UNE).

Para a UBES, os planos cobrem estudantes que estão do maternal até o ensino médio. Já para a UNE, essa cobertura se estende também aos filhos e cônjuges dos estudantes da graduação e pós-graduação.

Planos empresariais

Também tem como característica a contratação de um plano individual, mas é administrado e solicitado pela empresa na qual o estudante encontra-se como colaborador ativo.

+ Quem pode ser dependente do plano empresarial?

+ Veja preços de plano de saúde empresarial

Plano comerciário estudantil

Este plano é destinado a estudantes que trabalham no setor comercial. Ele possui as mesmas regras dos planos empresariais, com algumas outras vantagens que variam de operadora para operadora.

Quais as vantagens de um plano estudantil?

Além da economia, que pode chegar até 35% do valor da mensalidade convencional dos demais planos, a modalidade estudantil oferece uma rede credenciada ampla. Isso inclui clínicas, hospitais, emergências e urgências 24 horas, laboratório para realização de exames e cobertura de cirurgias.

Outra grande vantagem é que muitos desses planos oferecem também cobertura em outros estados e até cobertura nacional. Isso facilita muito a vida de estudantes que precisam trocar de cidade para estudar e conquistar a sua formação, uma realidade bem comum para diversos brasileiros.

O que é preciso para contratar um plano?

O principal, além da documentação tradicional, como Registro Geral (RG) ou Certidão de nascimento, entre outros, é comprovar que você é sim um estudante. Então fique atento a documentação que você precisa ter para apresentar para a operadora do seu plano de saúde escolhido:

– Comprovante oficial de matrícula e de vínculo com a instituição educacional, de pelo menos seis meses;

– Para alunos de escolas e universidades particulares, é necessário apresentar o comprovante de mensalidade dos últimos dois meses;

– Cópia do seu registro de matrícula ou da sua carteirinha escolar;

– Cópia da sua carteirinha de estudante da UBES ou da UNE.

+ Novas normas dos planos de saúde

É bom saber!

Como já foi dito e vale o reforço, esses planos são válidos apenas para estudantes. Caso o aluno se forme ou deixe de praticar essa atividade, ele automaticamente não se encaixará mais no plano de saúde estudantil. Aí então é necessário a contratação de um novo plano para o seu perfil.

Dicas de cuidados com a saúde

Além da importância de ter um bom plano de saúde para garantir um atendimento de excelência, estudantes também devem cuidar dos seus hábitos para manter a saúde em dia. Estudar é bom e enriquece o conhecimento, e cuidar do corpo e da mente é importante para trazer equilíbrio e uma vida mais saudável.

Veja algumas dicas:

– Faça uma alimentação saudável e equilibrada e evite excessos, frituras e açúcares;

– Pratique uma atividade física regularmente, isso irá trazer equilíbrio para o corpo e para a mente;

– Faça um cronograma para os seus estudos e evite a correria de deixar para em cima da hora;

– Reserve um momento para lazer e entretenimento: relaxar faz parte e o descanso contribui para um bom rendimento nos estudos;

– Invista em técnicas de respiração e relaxamento para diminuir a ansiedade antes das provas, testes e apresentações em público.

Saúde é investimento!

Evite tomar sustos com gastos inesperados e vá periodicamente ao médico avaliar a sua saúde. Ela é um bem precioso que temos e precisamos investir em cuidar dela! Ter um plano de saúde no Brasil é uma questão necessária. Para você que ainda está em dúvida ou que se animou com o que contamos aqui, não deixe de fazer uma cotação para adquirir o quanto antes o seu plano de saúde.

+ Diferença entre plano de saúde e seguro saúde

+ Plano com coparticipação