Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Plano de saúde hospitalar: o que é e como funciona?

Você sabia que existe uma modalidade de plano de saúde conhecida como plano hospitalar? Pois é, talvez seja pouco conhecida pelas pessoas. Mas é um tipo de contratação mais simples que os planos convencionais e que pode trazer muitos benefícios para o seu perfil.

imagem de médico mexendo no computador para ilustrar texto sobre plano hospitalar

Por isso, separamos aqui algumas informações sobre esse plano. Assim, você pode entender melhor como funciona, quais as vantagens e desvantagens e se o tipo de cobertura do plano hospitalar funciona para você e para os seus familiares.

O que é um plano hospitalar?

Para entendermos melhor como funciona, vamos falar sobre as três modalidades existentes. Conheça os planos de saúde hospitalar, ambulatorial e referencial, e veja as suas diferenças.

Plano hospitalar

Para esse plano, o cliente poderá usufruir do atendimento hospitalar das redes credenciadas e das unidades de urgência e emergência, que envolvam riscos à vida do paciente ou que gerem uma internação. Ou seja, não é possível realizar consultas e exames de rotina, fora do estado de internação.

Entre as atividades possíveis em uma internação com cobertura deste plano hospitalar, temos:

  • Internação comum;
  • Consultas médicas e exames executados no próprio hospital;
  • Internação em UTI;
  • Anestesia;
  • Utilização de material hospitalar;
  • Quimioterapia e radioterapia;
  • Utilização das salas de cirurgia;
  • Transfusão de sangue;
  • Acompanhamento pós-operatório para transplantes de córnea ou rim;
  • Fisioterapia e procedimentos específicos como hemoterapia ambulatorial, radioterapia, hemodiálise e diálise;
  • Embolização e radiologia intervencionista;
  • Hemodinâmica e nutrição parental, ou seja, intravenosa, ou enteral, administrada pela boca ou via sonda.

Plano ambulatorial

Para esse caso, a cobertura se dá apenas em ambulatórios, clínicas e consultórios. A cobertura não é disponível para os clientes internações em hospitais por mais de 12 horas.

Entre as atividades disponíveis estão:

  • Exames complementares e procedimentos clínicos;
  • Consultas ilimitadas aos médicos credenciados, incluindo o pré-natal para as futuras mamães;
  • Atendimento de urgência e emergência por até 12 horas;
  • Exames e procedimentos com permanência em hospital por até 12 horas;
  • Procedimentos específicos como hemoterapia ambulatorial, radioterapia, hemodiálise e diálise.

Plano referencial

Esse é o tipo de plano de saúde mais completo, que reúne as qualidades dos planos ambulatorial e hospitalar.

Quem pode contratar um plano hospitalar?

Qualquer pessoa pode contratar esse tipo de plano. Mas o que deve ser avaliado aqui, é o quanto você possui de receita para investir na contratação de um plano de saúde.

Consultas e exames de rotina costumam ter valores mais acessíveis, e também existe a opção de realizá-los em clínicas populares ou unidades públicas. Já procedimentos mais complexos, como uma cirurgia e a necessidade de uma internação, têm custos mais elevados, que nem sempre conseguimos ajustar ou depender da qualidade do atendimento público.

Então, se você acredita que, considerando os custos, ter a segurança de um plano hospitalar vai garantir que você cuide bem da sua saúde, esse é o plano ideal. Caso você possa e queira ter uma atenção especial também em consultas médicas de rotina, o plano referencial é o que melhor irá atender às suas necessidades.

+ O que é Plano de Saúde Premium?

Tipos de planos hospitalar

O valor da mensalidade do plano hospitalar e a sua cobertura varia em três tipos diferentes de planos:

Coparticipação

Há a possibilidade de você contratar essa modalidade de plano de saúde com ou sem coparticipação. Mas o que isso significa?

  • Com coparticipação: significa que em contrato você se responsabilizará por pagar uma taxa, com valor máximo definido, a cada procedimento que realizar. É comum que esse tipo de plano tenha uma mensalidade mais baixa, já que as operadoras consideram o pagamento dessas taxas;
  • Sem coparticipação: costuma ter a mensalidade mais cara que o outro modelo. Porém, contempla o pagamento de uma mensalidade fixa, sem qualquer taxa para realizar procedimentos.

Acomodação

Enfermaria ou apartamento? São as opções que você vai ter que escolher na hora de contratar o seu plano. Veja o que isso significa na prática:

  • Enfermaria: são acomodações coletivas que restringem o direito a acompanhante apenas para pessoas maiores de 60 anos e menores de 18. Além disso, tem horários de visitação menores. O custo para esse tipo de quarto são mais em conta;
  • Apartamento: nesse tipo de acomodação a sua privacidade e o seu conforto estão mais garantidos. Você tem direito a quarto individual e banheiro privativo, mas o valor da mensalidade será mais caro que a contratação de planos com enfermaria. As visitas e o acompanhante estão garantidos. Porém, de qualquer forma, vale uma conferida nas regras do seu contrato para entender melhor como irá funcionar e quais possíveis restrições de idade para o acompanhante e de horário de visita.

Carência

A carência nada mais é do que um período que o convênio que você contratou tem para liberar o seu acesso aos serviços contratados, seja ele consultas, exames ou internações. A carência varia muito de plano para plano, mas todos seguem as regras da Agência Nacional de Saúde (ANS), que regulamenta as atividades das operadoras de saúde.

Para entender qual tipo de carência vale para o seu plano, você deve ficar atento às regras do seu contrato. E, assim como os planos tradicionais, os planos hospitalares também obedecem a essa regra. Então fique atento!

De acordo com a ANS há um prazo máximo para as seguintes atividades:

Procedimento médico Prazo máximo da carência
Urgências e emergências 24 horas
Partos não prematuros 300 dias
Doenças ou lesões preexistentes 24 meses
Outros casos 180 dias

+ Existe plano sem carência?

Quanto custa um plano hospitalar?

O que vai determinar o valor do seu plano são as suas opções e preferências para a utilização do mesmo, tipo de quarto, tipo de plano, como vimos anteriormente. Em geral, os planos de saúde hospitalar variam de R$ 100 a R$ 600 reais. Porém, vale uma pesquisa apurada, bem como sobre as regras, carências e condições, antes de você fechar o negócio.

Prevenir é melhor que remediar

Sabemos o quanto é importante cuidar da sua saúde e da sua família. Sabemos também  o quanto, infelizmente, está cada dia mais complicado depender do sistema público de saúde, independente da região que você more.  

Por isso, coloque tudo na ponta do lápis e não deixe de investir em qualidade para a sua saúde. Se você se interessou pelo plano hospitalar ou por outra modalidade como plano de saúde familiar, ou plano individual, não deixe de fazer uma cotação do plano de saúde. Às vezes, o valor do plano de saúde pode ser menor do que você imagina.

+ Qual a diferença entre plano de saúde e seguro saúde?

+ Plano de saúde cobre cirurgia plástica?