Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Como funciona o plano de saúde infantil?

Imagem de médico e criança ilustrando texto sobre plano de saúde infantil

Como funciona o plano de saúde infantil?

Ver as crianças saudáveis é uma preocupação constante de todos os pais. Quando elas ficam doentes, até os mais preparados podem entrar em desespero. Hoje em dia é cada vez mais comum os pais buscarem um plano de saúde infantil. Nunca se sabe quando um pediatra ou mesmo outro especialista será necessário. Com o plano de saúde para as crianças os pais têm mais segurança e tranquilidade.

Imagem de médico e criança ilustrando texto sobre plano de saúde infantil

Muita gente não sabe mas, desde o nascimento, as crianças têm direito de entrar no plano de saúde dos pais. Isso é garantido pela própria Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que institui que o bebê recém-nascido pode ser incluído como dependente. A solicitação deve ser feita pelos pais no prazo máximo de 30 dias a partir do nascimento do bebê. A regra vale também para filhos adotivos.

Os pais devem ficar atentos, no entanto, ao tipo de plano que possuem. Dependendo do plano, alguns procedimentos direcionados às crianças não são incluídos nos benefícios oferecidos.

Grande parte dos planos de saúde são empresariais e dependem do que que foi negociado entre a operadora do plano e a empresa em que os pais trabalham. Leia com bastante atenção o contrato para saber quais são as vantagens que o seu plano oferece e até onde esses benefícios se estendem aos dependentes.

Plano de saúde infantil. Um plano adequado às necessidades das crianças

Hoje em dia há uma série de planos de saúde no mercado, adaptados a diferentes situações e para diversas fases da vida. É possível encontrar dentro dessa gama de opções um plano de saúde infantil, adequado para as necessidades dos pequeninos.

Os planos de saúde infantil geralmente atendem a crianças desde o nascimento até os 18 anos de idade, quando completam a maioridade.

A idade é um fator importante a ser considerado. Alguns planos, por exemplo, oferecem valores diferentes de acordo com a idade das crianças. Operadoras de planos de saúde podem fixar valores mais baixos quando as crianças são mais novas e aumentar conforme elas crescem.

Por outro lado, elas podem ajustar o valor de acordo com a vulnerabilidade. Crianças mais novas, principalmente nos primeiros anos de vida, estão sujeitas a infecções e doenças que são mais raras em adultos. Isso acontece porque seu sistema imunológico não está plenamente desenvolvido. Dessa forma, a frequência ao médico pode ser maior nesse período.

+ Plano de saúde com cobertura nacional

Acompanhamento médico não é brincadeira

Conforme a criança vai crescendo, ela vai experimentando cada vez mais esse novo mundo onde ela se encontra.

Toda essa experimentação e, até mesmo, as brincadeiras do dia-a-dia, podem expor os nossos filhos a riscos, como machucados e fraturas.  Por isso é bom sempre ter uma opção médica disponível e, por isso, o plano de saúde infantil é importante.

O mais adequado ao escolher um plano de saúde infantil é avaliar se este possui acompanhamento médico constante.

O pediatra, além de cuidar de enfermidades e outros problemas de saúde pontuais, pode acompanhar o crescimento das crianças e ajudar na prevenção de outras doenças.

Alguns planos de saúde podem também trazer consigo programas de acompanhamento e de prevenção, como o de prevenção à obesidade infantil. Assim, os pais ficam amparados para corrigir problemas desde os primeiros anos de idade.

+ Novas normas para plano de saúde

Cotação online de Planos de Saúde