Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Tudo que você precisa saber sobre Plano de Saúde para Gestante

O sonho de muitos casais, sem dúvidas, é o momento de aumentar a família e ter filhos. Nesse período especial, muitas são as dúvidas, principalmente, em torno da saúde durante a gestação. Para esses casos, você precisa entender se o seu plano é um plano de saúde para gestante. Ele pode garantir conforto, segurança e ampla cobertura em consultas e pré-natal.

Foto de mulher grávida para ilustrar texto sobre plano de saúde para gestante

Plano de Saúde para Gestante garante um bom acompanhamento pré-natal e do parto.

Qual a diferença do plano de saúde para gestante?

O plano de saúde para gestante tem algumas característica diferentes. Ele contempla as diversas coberturas dos planos convencionais, como consultas, exames, internações, assistência hospitalar e ambulatorial. Porém, além disso, ele também permite o acesso a obstetrícia, quesito que irá garantir o parto com a cobertura do plano de saúde.

Em geral, para mulheres em uma determinada idade, é muito importante que, ao contratar um plano de saúde, já se inclua a cobertura de obstetrícia. Afinal, muitas vezes a gravidez acontece fora do planejamento. Desta forma você evita surpresas e já garante o tratamento completo com a cobertura do plano para gestante.

Essa contratação prévia deve ser considerada, pois, como muitos já sabem, os planos de saúde podem apresentar carência para determinados procedimentos. E isso inclui os planos de saúde para gestante. Durante determinado período, alguns serviços podem não ser contemplados na cobertura do plano.   

Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), os prazos máximos para carência dos serviços são:

  • 24 horas para atendimento de emergência e urgência;
  • 300 dias para partos;
  • 180 dias para consultas, exames e outros procedimentos.

Então, caso esteja nos seus planos encomendar um filho em breve, fica a dica. Antecipe qualquer decisão de contratação de um plano de saúde para gestante, que inclua obstetrícia, assim você não precisa se preocupar com esses detalhes.

Já estou grávida, e agora?

Se você já está grávida e precisa ter essa assistência, a dica é pesquisar se há algum convênio que consiga facilitar essa questão da carência. Assim, você conseguirá ser assistida durante a gravidez.

Outra ideia é contratar um plano coletivo por adesão ou empresarial . Esses costumam dispensar a carência já no momento da contratação. Para conseguir essa isenção e contratar um desses planos, é necessário ser colaborador de uma empresa ou pela associação em sindicatos.

Caso você já tenha plano, mas quer apenas mudar de convênio, procure checar as condições. Mas, em geral, se você optar pela portabilidade, a carência já cumprida no antigo plano irá prevalecer e você garante a isenção. Então, cuidado, ao cancelar de forma precipitada um plano antigo para adquirir um novo.

O que está incluso para o momento do parto?

Você pode estar se perguntando se aquele hospital que você considera referência em atendimento de obstetrícia poderá ser o seu local no momento do parto, não é mesmo? Mas a resposta para essa pergunta vai depender muito de qual plano de saúde para gestante você contratou. Por isso, fique de olho na cobertura do seu plano antes de acertar tudo.

Vale lembrar que alguns planos de saúde para gestante permitem reembolso, mas com limite de valor. Então veja se essa possibilidade se encaixa no seu bolso e no seu perfil de plano de saúde.

Sobre a opção de parto entre cesária ou parto normal, a decisão poderá ser sua e do seu médico. Porém, há uma regulamentação da ANS, de 2015, que incentiva a cobertura do parto normal pelos convênios. Não deixe de conversar com o seu especialista para que você possa fazer a opção mais segura para você.

Plano de saúde para recém-nascido

Muito da preocupação dos pais após o parto é se o bebê terá direito ao plano de saúde de gestante que a mãe utilizou durante toda a gestação. A boa notícia é que sim, durante 30 dias o bebê poderá utilizar dos benefícios do plano de saúde da mãe para realizar consultas e exames.

Passado esse período de 30 dias, o bebê poderá ser incluído como dependente em um plano de saúde para recém-nascido.

Qual valor de um plano de saúde para gestante?

Assim como os planos de saúde convencionais, os planos para gestante irão variar de preço, de acordo com a região, idade e tipo de cobertura solicitada. Por isso, pesquise bem todas as informações sobre os planos de saúde antes de fechar algum acordo.  

Como contratar um plano de saúde para gestante?

Sabemos que no Brasil, a saúde pública pode ser um ambiente bastante incerto para confiar esse e outros momentos. Além disso, o alto custo de consultas e procedimentos médicos em tratamento particular, fazem com que a opção de garantir um plano de saúde para gestante seja considerada como extremamente relevante.

Pesquise, analise e encontre o melhor convênio para o seu bolso e para o seu novo futuro. Aqui você poderá solicitar a cotação de diferentes planos de saúde para a família toda.