Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Quais são os preços de plano de saúde empresarial?

imagem de uma mulher no computador com a legenda: preços de plano de saúde empresarial

Quais são os preços de plano de saúde empresarial?

Você está prestes a contratar um plano de saúde empresarial? Então você deve estar se perguntando a respeito das opções existentes no mercado, e, especialmente, a respeito dos preços de plano de saúde empresarial. Vamos ajudar você a entender como funciona a questão de preço.

imagem de uma mulher no computador com a legenda: preços de plano de saúde empresarial

Conheça os preços de plano de saúde empresarial

Plano de saúde empresarial

Um plano de saúde empresarial é um tipo de plano coletivo pelo qual a empresa contrata, junto a uma operadora, planos de saúde para seus funcionários. O plano de saúde empresarial também pode abranger os familiares do funcionário, que entram na cobertura do plano como seus dependentes.

Em comparação com planos individuais, os planos de saúde empresariais apresentam vantagens e desvantagens.

Uma das principais vantagens é justamente o preço inicial dos planos de saúde empresariais, que costuma ser menor do que o de um plano contratado por pessoa física.

Em vista disso, muitas pessoas têm se voltado para a contratação de um plano de saúde empresarial, segundo o IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor).

Mas, será de quanto a diferença do preço do plano de saúde empresarial? Será que compensa contratá-lo?

Preços de plano de saúde empresarial

Não existe algo como uma tabela que informe diretamente todos os preços de plano de saúde empresarial.

Isso ocorre porque os preços variam em função de uma série de parâmetros, como tipo de cobertura, abrangência geográfica, tipo de acomodação hospitalar, idade do beneficiário, possibilidade de coparticipação, etc.

A ANS (Associação Nacional de Saúde Complementar) publica todos os anos um painel sobre os preços dos planos de saúde, sendo que a versão mais recente apresenta os dados do ano de 2016.

Esse documento, contudo, é muito extenso e complexo, por analisar todos os planos em vigência no território nacional em função de todos os parâmetros mencionados acima.

Devido a isso, vamos apresentar a seguir apenas uma amostra dos preços de planos de saúde empresariais, segundo o estudo da ANS.

Amostra de preços de planos de saúde empresariais

O painel de precificação da ANS apresenta estatísticas dos valores comerciais por tipo de contratação e faixa etária.

O tipo de contratação se refere ao tipo de cobertura: o plano de saúde empresarial pode trazer cobertura ambulatorial, hospitalar ou mista.

Planos do tipo ambulatorial abrangem consultas médicas, exames e outros procedimentos em nível ambulatorial. Se houver necessidade de internação, o usuário deverá arcar com os custos.

Já os planos hospitalares incluem procedimentos de internação em hospitais. São oferecidos nas modalidades com e sem obstetrícia.

Os planos mistos, do tipo ambulatorial + hospitalar, abrangem os dois tipos de cobertura.

Assim, segue abaixo uma tabela com a média de preços de planos de saúde empresarial por faixa etária e tipo de cobertura. Os dados se referem a dezembro de 2016.

Valor comercial médio de planos de saúde empresariais – Brasil, dez. 2016
Faixa etária Ambulatorial

(R$)

Hospitalar

(R$)

Ambulatorial + Hospitalar

(R$)

0 a 18 anos 61,06 116,01 155,04
19 a 23 anos 69,84 141,49 186,52
24 a 28 anos 78,08 173,30 218,75
29 a 33 anos 85,64 191,81 247,10
34 a 38 anos 95,62 206,28 272,03
39 a 43 anos 108,58 236,88 312,39
44 a 48 anos 135,38 288,88 387,90
49 a 53 anos 162,67 343,85 475,57
54 a 58 anos 213,70 422,03 605,88
59 anos ou mais 289,87 675,35 878,89

Fonte: Painel de precificação de planos de saúde da ANS (2016)

Observe que a tabela acima representa apenas uma média tomada ao longo de todo o território brasileiro, de modo que os preços apresentados variam conforme a região, a existência ou não de fator moderador (coparticipação), a abrangência do plano, etc.

Comparação de planos coletivos e planos individuais

O painel da ANS não apresenta uma comparação direta entre planos de saúde empresariais e individuais, mas estabelece várias comparações entre planos individuais e coletivos.

Além dos planos empresariais, os planos coletivos incluem também os planos do tipo adesão, contratados por pessoas jurídicas, como associações, para beneficiar seus membros.

A tabela abaixo apresenta uma comparação entre os valores médios de preço de planos coletivos e individuais por região do país, para a faixa etária de 44 a 48 anos, na modalidade de cobertura ambulatorial + hospitalar.

Valor médio, 44-48 anos, ambulatorial + hospitalar, dez. 2016
Região Planos individuais

(R$)

Planos coletivos

(R$)

Diferença percentual
Sudeste 593,80 452,62 31,2%
Sul 671,02 476,86 40,7%
Nordeste 722,87 511,28 41,4%
Centro-Oeste 777,49 523,74 48,4%
Norte 865,11 516,95 67,3%

Fonte: Painel de precificação de planos de saúde da ANS (2016)

Observando a tabela acima, podemos chegar às seguintes conclusões. A primeira é que os preços de todos os planos de saúde são em geral menores nas regiões sul e sudeste.

A segunda, é que os preços dos planos de saúde coletivos (empresarial ou por adesão) em geral são menores do que os preços dos planos individuais.

A terceira, e última, é que a região sudeste apresenta a menor diferença percentual entre os preços dos planos de saúde coletivos e individuais, 31,2%. Na região norte essa diferença chega a 67,3%.

Planos de saúde empresariais: preço reajustado

Ao analisar um plano de saúde empresarial para possível contratação, não se deixe levar apenas pelo preço inicial, e lembre-se de que sempre haverá reajustes.

Além dos reajustes devidos à mudança de faixa etária, há os reajustes anuais que acontece a ajuste de custos e correção monetária.

E justamente uma desvantagem dos planos de saúde coletivos, incluindo os empresariais, é que o percentual de reajuste anual não é definido pela ANS, ao contrário dos planos individuais e familiares.

No caso dos planos de saúde empresariais, o reajuste é feito por meio de livre negociação entre as partes, processo esse que é acompanhado de perto pela ANS.

No entanto, a falta de regulamentação dos reajustes de preço de planos de saúde empresariais tem resultado em casos de aumentos abusivos, por vezes acima da inflação, e muitas vezes acima do percentual definido pela ANS para reajuste dos planos individuais.

Então, antes de contratar um plano de saúde para os funcionários da empresa, analise bem todos os fatores, e estude bem o contrato no que se refere às coberturas oferecidas e ao reajuste anual de mensalidades.

Solicite uma cotação de Plano de Saúde com a gente e encontre as melhores opções para a sua empresa.

+ Plano de saúde infantil