Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Você sabe como faz primeiros socorros em acidentes?

Imagem de atendimento médico para ilustrar post sobre primeiros socorros

Você sabe como faz primeiros socorros em acidentes?

O que você faria – ou já fez – diante de alguém que necessita de primeiros socorros?

Pois é, essa situação de emergência pode nos congelar de medo. Mas é fato que é preciso estar atento aos procedimentos básicos que estão ao nosso alcance e que podem salvar uma vida.

Não importa a natureza da necessidade. Um acidente de trânsito, um mal súbito no ambiente de trabalho ou um pequeno incidente em casa. O que vale aqui é estar apto a manter os sinais vitais das vítimas, evitando mais complicações, até que o socorro especializado seja acionado e chegue ao local. Aí então, a assistência completa será de fato feita – na maior parte das vezes é preciso chamar um médico como atitude prioritária!

O que fazer?

Para cada tipo de acidente, há uma determinada ação a ser realizada, Ou seja, um determinado tipo de socorro.

Antes, porém, é necessário manter a calma. Depois, é preciso avaliar o cenário da ocorrência para que os primeiros socorros não tragam ainda mais riscos, agravando a saúde da vítima.

Por isso, é importante contar com a colaboração de outras pessoas, quando possível. Assim, essa avaliação será feita e os procedimentos podem ocorrer de forma rápida e em um ambiente de calma, com respeito aos limites do outro.

Aliás, transmitir tranquilidade à vítima é fundamental, assim como tomar atitudes que de fato sejam conhecidas. Não tente fazer o que você não sabe, pois pode agravar o quadro.

De qualquer forma, nunca é tarde para aprender algumas técnicas de primeiros socorros, mesmo quando se trata de alguém com pouca coragem ou habilidade.

Afinal, em situações de emergência, não basta ter a boa vontade de ajudar. Certos conhecimentos técnicos podem sim fazer a diferença.

Já falamos que manter a calma, buscar auxílio de quem puder e chamar um médico são as principais atitudes. Mas lembre-se também de manter os curiosos distantes para preservar espaço adequado para que o atendimento seja prestado.

Aliás, é importante analisar o ambiente em que a vítima se encontra para evitar riscos de novos incidentes. Por exemplo, caso seja um socorro em uma via pública é indicado desviar ou mesmo parar o trânsito.

Remover a vítima é uma atitude perigosa, por isso é aconselhável mantê-la calma e sempre que possível conversar com a mesma.

Quando a vítima não consegue se comunicar, verifique se há algo comprometendo a respiração. Pode ser alguma secreção ou até mesmo o bloqueio por uma prótese dentária.

Problemas x técnicas de primeiros socorros

– Desmaio: deixe a vítima deitada e acomodada;

– Vômito: coloque a cabeça dela na posição lateral para que ela não engasgue;

– Fraturas: evite qualquer tipo de movimento, mantendo a vítima imobilizada;

– Choques elétricos: tocar a vítima pode ser perigoso. É indicado pegar um objeto de borracha ou madeira para afastá-la do objeto que confere o choque. Caso haja parada respiratória, retire óculos, prótese dentária, etc. Exponha o tórax para o procedimento de reanimação, iniciando massagem cardíaca e respiração boca a boca;

– Queimaduras: caso seja superficial, lave com água gelada e seque com um pano macio. Para curativo, utilize gaze;

Hemorragia nasal: coloque a vítima sentada e com a cabeça levemente inclinada para a frente. Faça respirar pela boca para que o sangue que está na garganta não seja engolido. Pressione o nariz por 10 minutos e coloque compressas sobre o nariz.

Agora que você está preparado para prestar assistência em casos de acidente. Confira nosso post com 6 atitudes que provocam acidentes de carro para evitá-las, tornando o trânsito mais seguro.