Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

O que é a rede credenciada de um plano de saúde?

rede credenciada

Ao optar por um plano de saúde, é essencial avaliar a sua rede credenciada antes de tomar sua decisão. Essa é uma das informações mais importantes. Além, é claro, da abrangência da cobertura do convênio.

É primordial para sua decisão saber qual é a rede credenciada ou referenciada que é paga pela empresa de seguro ou plano de saúde. Isso significa saber quais são os profissionais de saúde, consultórios, laboratórios, clínicas e hospitais que estarão à disposição para atendimento ao longo do contrato.

+ Diferenças entre plano de saúde e seguro saúde

Diante desse cenário, uma primeira informação é válida. Quantidade, neste caso, pode não significar qualidade.

Algumas vezes o plano apresenta números elevados de prestadores de serviços para atrair a atenção do consumidor de planos de saúde. Mas o que mais importa aqui é saber se o atendimento será feito em locais de qualidade e referência e por profissionais experientes. Ou mesmo velhos conhecidos do paciente.

Outro ponto a considerar é se você é uma pessoa que viaja muito. Neste caso verifique se a rede credenciada do seu plano de saúde está presente nos inúmeros destinos frequentados (isso, claro, de acordo com a cobertura oferecida pelo seu plano). Assim, você tem um número maior de hospitais que podem ser utilizados em situações de emergência que estão sujeitas a acontecer. Para quem viaja muito a trabalho esse é um ponto importante.

Mas em caso de viagem, é sempre importante contratar um seguro viagem. E se sua viagem for para o exterior, atente-se às regras exigidas pelo país de destino.

Essa atenção dedicada à presença geográfica da rede também deve existir quando você pensar na região onde mora ou por onde mais transita. É bom avaliar se o plano coloca à sua disposição médicos, hospitais e laboratórios próximos da sua casa ou do seu local de trabalho, oferecendo fácil acesso.

Rede credenciada própria, uma tendência

Muitas operadoras de planos de saúde estão investindo na aquisição, ou até mesmo na construção, de rede credenciada própria.

Esse movimento vai além do aspecto econômico. Problemas com redes ou profissionais credenciados têm estimulado o surgimento de laboratórios e mesmo hospitais próprios.

+ Plano de saúde com coparticipação: o que é?

Há, ainda, operadoras que adotam uma estrutura mista. Oferecem atendimento ao seu cliente pela rede própria e também pela credenciada.

Trata-se de uma tendência que vem aumentando no mercado e para a qual o consumidor deve estar preparado. O que importa aqui é, mais uma vez, buscar sempre informações sobre a qualidade do atendimento prestado, onde quer que seja.

Os prestadores de serviços podem ser alterados?

Em geral, as operadoras de planos de saúde mantêm a rede credenciada que é apresentada ao cliente quando assina o contrato.

Porém, em caso de necessidade, podem sim alterar a rede. Para isso, devem obter a autorização da Agência Nacional de Saúde (ANS), obedecendo as regras que constam na lei.

O consumidor, neste caso, é alvo da atenção da ANS que impõe à operadora alguns pontos primordiais para os casos em que a alteração é requisitada:

– para substituir um prestador de serviços de saúde da rede credenciada a operadora precisa incluir em seu lugar outro prestador. Com o mesmo padrão de qualidade de atendimento;

– a operadora deve comunicar a substituição aos beneficiários e à ANS com 30 dias de antecedência. A ANS deve autorizar essa mudança;

– a operadora deve manter o padrão de qualidade sem custo adicional para o consumidor.

Atendimento da rede credenciada

Ao contratar um plano de saúde, você deve verificar a rede credenciada que poderá ser utilizada.

Mas fique atento pois os planos têm diferentes categorias e, assim, acabam apresentando redes distintas. Certos hospitais, laboratórios e consultórios, podem integrar uma rede de determinado plano e não fazerem parte do portfólio de outra rede.

Dito isso, saiba que toda a rede credenciada que integra o seu plano está à disposição para ser usada e não pode se recusar a fazer o atendimento.

Caso isso ocorra, a operadora poderá ser punida, pois estará infringindo a lei. Isso porque ela responde pelo plano de saúde e, por consequência, pelo atendimento aos clientes.

Qualidade em pauta                                                  

As operadoras de saúde acabam sendo reconhecidas no mercado pelo trabalho executado pela sua rede credenciada de atendimento. Por isso, a qualificação dessa prestação de serviços é mais do que uma meta.

A qualificação de cada um dos prestadores de serviço credenciados deve ser publicada no material de divulgação da rede assistencial. Essa é uma exigência da Resolução Normativa número 267, da ANS, que instituiu o Programa de Divulgação da Qualificação de Prestadores de Serviços na Saúde Suplementar

Isso significa, na prática, que os atributos dos prestadores são avaliados com a utilização de uma metodologia simples, mas adequada à realidade brasileira. Essa metodologia mensura o desempenho da rede credenciada, entre outros quesitos que têm relação direta com a qualidade da performance.

Trata-se de mais um ponto a favor dos clientes dos planos de saúde em virtude da transparência e importância das informações divulgadas.

+ O que é Plano de Saúde Premium?

Sites: acesso completo à rede credenciada

Há alguns anos, a ANS determinou que as operadoras de planos de saúde garantissem aos beneficiários a atualização rápida e eficiente da rede credenciada em seus sites.

Mais: além de apresentarem a relação de prestadores de serviços, deveriam também mostrar a localização geográfica de hospitais, laboratórios, etc.

Essa determinação beneficiou os clientes dos planos, facilitando o acesso às pesquisas de hospitais, médicos e laboratórios. E beneficiou também qualquer pessoa que tenha interesse de pesquisar a rede antes de adquirir o plano. Isso porque essa informação está aberta a todo o público.

Curiosidade

Em junho de 2014, a Lei Federal nº 13.003 foi publicada, alterando a Lei nº 9.656/98, que trata dos planos e seguros privados de assistência à saúde. A Lei passou a vigorar em dezembro do mesmo ano.

Embora tenha surgido para pautar questões relacionadas ao mundo das operadoras com os seus prestadores de serviços, teve impacto direto nos usuários dos planos de saúde. Afinal, quanto mais “saúde” na relação entre operadoras e rede credenciada, melhor será o dia a dia dos serviços prestados ao consumidor.

Dentre os principais temas da Lei nº 13.003 consta a substituição de prestadores de serviços de atenção à saúde não hospitalares. Reforçando, assim, a relação entre a operadora e o prestador de serviço em favor do paciente.

Além de conferir a rede credenciada do plano, não deixe de checar as carências. Veja também a lista os melhores planos de saúde do Brasil.

Cotação online de Plano de Saúde com a Bidu

Procurando Plano de Saúde online? Com a Bidu, você pode cotar planos das melhores operadoras de saúde, como Notre Dame Intermédica, Amil, SulAmérica Saúde, Bradesco e mais.

Conte com as melhores redes credenciadas do país. Já ajudamos mais de 1 milhão de usuários a protegerem o que tem de mais importante em suas vidas.

Cotação online de Planos de Saúde

Veja também:

+ Plano de saúde cobre cirurgia plástica?

+ Plano de saúde estudantil. Como funciona?