Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Como funciona um plano odontológico?

Você tem plano odontológico?

A gente sabe que é bem mais comum ter um convênio médico do que contar com os benefícios de um plano odontológico. Mas essa modalidade de serviço tem apresentado crescimento no mercado brasileiro.

convênio odontológico

De acordo com o levantamento do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), o número de beneficiários de planos exclusivamente odontológicos teve um aumento significativo. No comparativo entre o mês de setembro de 2016 e setembro de 2017, foi constatado um aumento de 7,8% no total de beneficiários. Isso significa 1.6 milhão de novos vínculos.

 

A conquista de novos clientes se deve, principalmente, ao entendimento da importância dos cuidados com a saúde bucal. A população está mais consciente dos riscos para aqueles que não dão a devida atenção à saúde bucal. Além disso, os preços praticados pelos convênios são bem mais baixos quando comparados a um convênio médico. É válido lembrar aqui que a assistência odontológica é mais simples e dispensa internações, entre outros serviços que integram os planos de saúde.

 


 

 

Procurando Plano Odontológico? Proteja seu sorriso e a saúde da sua boca com os melhores planos. Cote online agora.

Cote Plano Odontológico >>

 

 


 

Um convênio odontológico para chamar de seu

Responder a duas perguntas importantes pode ser o começo da sua avaliação para saber se deve ou não contratar um convênio odontológico:

  1. Quantas vezes você vai ao dentista por ano?
  2. Quais os procedimentos que costuma utilizar?

Essas respostas e uma calculadora ao lado podem mostrar um caminho: o da economia. Mas é bom lembrar que ele não é único.

Uma boca saudável

Com um plano odontológico o consumidor poderá investir cada vez mais nas idas ao dentista. Assim evita o surgimento de cáries, mau hálito, gengivite, aftas e periodontite, entre tantas outras doenças que atingem a boca.

Afinal, os dentistas não cuidam apenas da estética dental. Além de deixarem o sorriso bonito e harmônico, esses profissionais identificam e tratam diversas doenças que podem ou não ter origem na boca. Câncer e problemas intestinais, por exemplo, podem se manifestar através de alterações bucais identificadas pelos dentistas.

Economia e organização

Ter um convênio odontológico é saber que você poderá contar com profissionais para cuidar do seu sorriso e da sua saúde. Além disso, aliar uma forma mais adequada para assumir os gastos implícitos nos diversos tratamentos disponíveis. Assim como o convênio de saúde, o odontológico é pago mensalmente. Desta forma, você não terá surpresas e controlará os gastos, contribuindo para a sua economia.

Diversos dentistas à disposição

O convênio odontológico dá a flexibilidade de escolha do profissional que o atenderá mediante as diversas opções disponíveis.

Frequência: mais saúde

A contratação de um convênio odontológico também poderá contribuir para o aumento da frequência ao dentista. Já que é possível recorrer ao profissional sem que haja gasto excedente no orçamento pessoal. Você já sabe o que vai gastar no final do mês com a mensalidade do convênio. Os dentistas recomendam pelo menos duas visitas ao ano para manter a limpeza em dia e distância das cáries. Quando o paciente não tem o hábito de ir ao dentista, provavelmente passará por um tratamento mais complexo. Consequentemente, terá mais gastos.

Como funciona o plano odontológico?

Você deve estar atento às mesmas informações que fazem parte do universo de um convênio de saúde.

Carência para consultas

A carência é um período que deve ser esperado ate que você possa usar o plano depois de contratado. Geralmente, é de 24 horas para emergências e consultas, mas esse tempo pode ser maior. Por isso, esteja atento à apólice do seguro e confirme se já pode agendar sua consulta.

Rede credenciada

Basta acessar o site ou usar o aplicativo do convênio para ter acesso à rede credenciada. Lá está a relação de profissionais disponíveis, inclusive facilitando a sua escolha pela localização do consultório. As centrais de atendimento telefônico também oferecem esse suporte.

Entenda o que é a rede credenciada de um plano de saúde.

Dia de consulta

Tenha sempre a carteirinha do convênio por perto. Esse é o documento solicitado, além do seu RG ou carta de motorista.

Terminada a consulta com um dentista da rede credenciada, sua única despesa será a mensalidade do plano. Você só será cobrado se fizer um serviço que não faz parte da cobertura, ou seja, que não esteja no contrato. Mas, nesse caso, o dentista precisa avisar antes.

Perguntas frequentes

Posso usar um dentista que não está na rede credenciada?

Essa é uma pergunta recorrente, que tem a mesma resposta dada aos consumidores de planos de saúde. Depende do contrato do seu convênio. Há contratos que preveem o reembolso para consultas feitas por dentistas de fora da rede credenciada. Daí você só precisa solicitar o reembolso mediante apresentação da nota fiscal do serviço prestado.  Mas fique atento porque o valor do reembolso é definido antes, no contrato. Então nem sempre cobrirá todo o seu gasto. Em casos assim avalie se é mais indicado ir ao dentista que você já conhece ou testar um novo, que esteja na rede credenciada.

Quais os procedimentos cobertos pelo convênio odontológico?

Em geral, integram o convênio procedimentos como limpeza, restauração, tratamento de gengiva, etc. Mas isso pode mudar de acordo com o contrato estabelecido.  Já aparelhos, próteses, implantes dentários e clareamentos não costumam estar na cobertura.  É válido pesquisar com mais atenção caso você queira usar o plano para tratamento estético. Em geral, esses serviços podem ser incluídos mas você terá como saber o preço antes da aquisição.

Como faço quando preciso de um serviço que não tem cobertura do plano odontológico?

Dois procedimentos procurados com freqüência – instalação de aparelho e clareamento dentário – não costumam estar na cobertura dos planos odontológicos. Mas alguns oferecem esses serviços, cobrando à parte. Caso você queira usar o plano para tratamentos estéticos, pergunte para o corretor se eles podem ser incluídos e quanto isso vai custar.

O plano odontológico pode ser usado em todo o Brasil?

coberturas que são nacionais e outras, regionais. Para ter um plano nacional você certamente pagará mais caro, mas a diferença de preço não costuma ser grande. Vale comparar!

Se for viajar e contratar um seguro viagem. Veja se ele cobre as despesas caso tenha um imprevisto odontológico.

Além do seguro saúde e odontológico, conhecer mais sobre o que é e quanto custa um seguro de vida.  Veja aqui como orçar um.

+ Melhores planos odontológicos

+ Plano Odontológico Unimed

+ Porto Seguro Odonto