Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Endodontia: quais tratamentos posso fazer com essa especialidade?

Imagem de pessoa no dentista para ilustrar texto sobre endodontia

Endodontia: quais tratamentos posso fazer com essa especialidade?

Você já ouviu falar em Endodontia? Não? E em tratamento de canal? Aposto que sim. Agora você vai descobrir que endodontia e tratamento de canal são a mesma coisa. E também que há muitas outras informações que é preciso saber sobre essa especialidade da Odontologia. Assim, você nunca mais vai fugir do seu dentista na hora que mais precisar.

Imagem de pessoa no dentista para ilustrar texto sobre endodontia

Endodontia e tratamento de canal significam a mesma coisa.

O que é Endodontia?

Endodontia é a especialidade odontológica que cuida da parte interna (“Endo”) do dente (“dontia”). Ou, como já mencionamos, é o popularmente conhecido tratamento de canal. Essa função é exercida pelo endodontista. Porém, dependendo da sua complexidade e gravidade, outros profissionais da área também são capazes de realizar.

Como é o tratamento de canal dentário?

O tratamento é feito na parte interna do dente, ou seja, no canal. Trata-se da extração da polpa, também chamada de tecido mole. Esse tecido pode estar inflamado, infectado ou até mesmo morto, dependendo do estágio que a inflamação se encontra. Após essa remoção, o endodontista preenche o canal com a obturação. Isso nada mais é do que uma placa que irá proteger a abertura feita de outras infecções e bactérias. Assim, mantém a funcionalidade e estética do dente.

Esse procedimento pode ser feito em mais de uma visita ao dentista. Por isso, consulte um especialista para entender como acontecerá o seu tratamento.

+ O que é a periodontia?

Principais sintomas

Em geral, os principais sintomas que indicam a necessidade de buscar um endodontista são:

– Dor de dente: aquela dor persistente e que é potencializada ao ingerir alimentos frios ou quentes;

– Dor no maxilar (superior) ou na mandíbula: essa dor é reflexo da dor do dente inflamado e pode causar até dores de cabeça e de ouvido;

– Trauma aparente: dentes escurecidos podem ser um sinal de infecção;

– Inchaço: é comum aparecer bolhas de pus ou de sangue ao redor do dente inflamado;

– Dificuldade para mastigar: acontece por conta do inchaço ao redor do dente;

– Exposição do nervo: causado por alguma fratura no dente.  

Por que eu preciso fazer tratamento de canal?

O tratamento de canal é indicado para quem possui uma cárie profunda ou quando há alguma lesão ou inflamação no dente. Além da dor e da sensação incômoda, com o tratamento você evita situações piores. Essas situações podem envolver um abscesso, que é o acúmulo de pus na cavidade da gengiva e que pode ocasionar mais dor e lesões ainda mais profunda. Ou até mesmo a perda total do dente. Febre e inchaço também são algumas das reações para quem não realiza o tratamento.

É um tratamento doloroso?

Com as evoluções médicas, dificilmente você sentirá dores durante o procedimento. Então fique tranquilo e busque por um bom profissional para confiar a saúde da sua boca.

Quanto tempo demora a recuperação?

Depende da gravidade do seu tratamento. Em geral, a resposta é rápida e você sentirá conforto em pouco tempo, mas há casos que levam meses para recuperar.

Quanto custa o tratamento de canal?

Depende da gravidade e da localização do dente a ser tratado. Há também questões regionais e de especialização do profissional para medir esse valor. Porém, em geral, para os dentes frontais esse tratamento custa de R$ 700 até R$ 1.200, e de R$ 1.000 a R$ 1.700 para os demais dentes (molares).

Planos odontológicos cobrem esse tratamento?

O tratamento de endodontia é considerado um procedimento complexo na lista de procedimentos mínimos que os planos odontológicos devem cobrir, de acordo com a regulamentação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). É um tratamento com cobertura assegurada por esse órgão.

Os procedimentos complexos são aqueles que envolvem tratamentos mais invasivos. Como exemplo estão o canal, a extração de dentes, cirurgias de pequeno porte, como a frenectomia (quando retira-se o freio dos lábios ou da língua), e biópsias.

Ou seja, em geral, os planos de saúde disponibilizam sim a cobertura de endodontia. Sua tarefa será verificar se o seu dentista, ou outro especialista, aceita a inclusão do plano como pagamento para a realização dos seus serviços.

Prevenir é melhor que remediar

É claro que com um bom cuidado com a saúde da sua boca e a limpeza diária correta você evita situações mais graves como o tratamento de canal. Ter um sorriso limpo e dentes brancos e alinhados não são apenas para sorrirmos melhor. Não podemos esquecer que a nossa boca é responsável por funções importante como a mastigação, a fala e a respiração.

As cáries são resultado da digestão ou metabolização do açúcar e começam em formato de placa bacteriana. Essa placa vai lentamente estragando os dentes, desde o esmalte até as suas demais estruturas, até formar um buraco, que é chamado de cárie.

Veja as principais recomendações dos dentistas para evitar as cáries:

– Escove os dentes após cada refeição e faça uso do fio dental;

– Utilize enxaguante bucal após a escovação;

– Faça tratamento com flúor periodicamente;

– Evite a ingestão de açúcar

– Evite gomas de mascar;

– Invista na alimentação rica em fibras;

– Visite o seu dentista a cada seis meses.

Há também cuidados com a estética do dente que podem ajudar na limpeza e prevenção de cáries. Para esses casos, se você tem dentes tortos ou desalinhados, procure um ortodontista.

Em crianças, a prevenção deve começar antes mesmo de surgir os primeiros dentinhos. Os pais devem sempre passar a importância de ter bons hábitos e cuidados com os dentes. Além disso é essencial manter as visitas recorrentes ao odontopediatra, profissional especializado para os pequenos.

+ O que é a prótese dentária móvel

Fique atento!

Dito tudo isso, você deve estar convencido de que com a saúde da sua boca não se brinca. Problemas vistos como simples, como as cáries, podem evoluir para algo mais complexo, como o canal. Então, deixe de lado esse receio que você tem de visitar um dentista e cuide de você!

Para não perder a sua dedicação de vista, não deixe de encontrar um plano odontológico ideal para o seu perfil. Faça uma cotação agora mesmo e distribua sorrisos saudáveis.

+ Saiba mais sobre o clareamento dental

+ Plano odontológico cobre implante?