Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Quais são os melhores planos odontológicos?

Você faz visitas regulares ao dentista? A saúde bucal é muito importante, mas os cuidados necessários podem custar caro. Uma boa opção é contratar um plano específico. Por isso, listamos aqui os melhores planos odontológicos.

Imagem de dentista e paciente ilustrando texto sobre melhores planos odontológicos

Visitas regulares ao dentista

Você já ouviu dizer que “é preciso consultar um dentista uma vez ao ano”? Essa é uma afirmação comum. Mas muitas pessoas pensam que, para evitar problemas dentais, basta visitar o dentista anualmente.

Essa frase reflete o quanto os brasileiros descuidam de sua saúde bucal. Se é necessário aconselhar alguém a consultar o dentista uma vez por ano, é porque geralmente as pessoas procuram esses profissionais com frequência ainda menor.

No entanto, para a maioria de nós, esse conselho nem mesmo é verdadeiro. Independentemente da propensão a cáries, outros fatores, como o envelhecimento e os hábitos alimentares, tornam necessárias visitas mais frequentes ao dentista.

O problema é que mesmo os procedimentos mais simples e baratos, quando executados com regularidade, podem pesar no seu bolso.

A melhor saída para quem costuma ter problemas dentários é, sem sombra de dúvidas, a adesão a um plano odontológico.

Como funcionam os planos odontológicos?

É muito parecido com o plano de saúde comum. Mediante o pagamento de uma mensalidade, o beneficiário tem direito a atendimento odontológico em uma rede de profissionais credenciados.

Cada tipo de plano odontológico possui uma cobertura diferente, de acordo com o valor da mensalidade. Alguns planos cobrem apenas procedimentos mais simples. Já outros abrangem também os de maior complexidade.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) estipula uma lista mínima de procedimentos odontológicos que devem constar da cobertura dos planos.

Sendo assim, procedimentos como restaurações, tratamento de cáries, limpeza, remoção de tártaro e aplicações de flúor fazem parte do rol de cobertura de todos os planos odontológicos.

Os exames de raios-X também costumam ser incluídos, seja de um dente só ou radiografia panorâmica.

Alguns planos abrangem também procedimentos de maior complexidade, como extração de dentes, tratamento de canal, pequenas cirurgias e biópsias. Muitos oferecem também atendimento de emergência 24 horas.

No entanto, os tratamentos de natureza estética, como clareamento dos dentes, geralmente não são cobertos pelos planos odontológicos.

Outra questão comum é se os planos odontológicos cobrem implantes dentários e próteses. Infelizmente, a maioria dos planos não cobre a colocação de implantes, mas alguns cobrem a fabricação de próteses.

+ O que é endodontia?

Um plano odontológico vale a pena?

A não ser que você pertença ao pequeno grupo de pessoas que nunca tem cáries, a contratação de um plano odontológico só tem vantagens a oferecer.

Mesmo um procedimento trivial, como o de limpeza, ou uma simples consulta inicial, pode custar mais caro do que a mensalidade do plano.

Colocando na ponta do lápis o custo de tratamentos de cáries, colagens, curativos, etc., não é difícil perceber que é vantajoso aderir a um plano dentário. É o que pensam mais de 20 milhões de brasileiros.

Você ainda pode ser perguntar “Ah, mas se eu tiver que fazer um tratamento de canal, apenas os planos mais caros cobrirão. Aí terei de pagar do meu bolso do mesmo jeito, então não vale a pena”.

No entanto, se você realmente usar o seu plano odontológico mais simples com regularidade, e não apenas quando estiver com dores insuportáveis, não chegará a ter problemas mais sérios, como de canal.

Como saber qual é o melhor plano odontológico?

Para escolher o melhor plano odontológico para você, considere tudo o que é oferecido. Os procedimentos cobertos, a rede de dentistas que atende pelo plano, se ele oferece atendimento 24 horas, e qual o prazo de carência requerido.

Para ajudar na tarefa de descobrir os melhores planos odontológicos, a ANS publica anualmente os resultados do Programa de Qualificação da Saúde Suplementar. Ele traz a avaliação dos planos de saúde comuns e odontológicos.

Para mensurar a qualidade dos planos, a ANS usa o Índice de Desempenho de Saúde Suplementar (IDSS), que é uma espécie de “nota” conferida aos planos de saúde.

O IDSS varia entre zero (desempenho ruim) e um (desempenho correspondente ao esperado pela ANS). Ele é calculado com base em quatro dimensões:

1) Qualidade em atenção à saúde: qualidade da assistência prestada aos beneficiários;

2) Garantia de acesso: avaliação da rede de prestadores oferecida pelo plano;

3) Sustentabilidade no mercado: avaliação do equilíbrio financeiro da operadora;

4) Gestão de processos e regulação: avalia se as obrigações cadastrais da operadora para com a ANS estão sendo satisfatoriamente cumpridas.

O IDSS funciona como uma “nota” das operadoras.

Os melhores planos odontológicos

A associação de consumidores Proteste fez um levantamento que leva em consideração o IDSS e o índice de reclamação dos usuários de cada plano.

Abaixo estão elencados os planos com melhor classificação, bem como suas mensalidades (dados de 2017):

Classificação Operadora/Plano Mensalidade
1 Dental Uni/Superior R$ 32,90
2 Uniodonto Campinas/Plano R R$ 63,40
3 Uniodonto Uberlândia/Básico 1 R$ 49,60
4 Proteste/Inpao Dental Orto Plus (só para associados) R$120,87
5 Uniodonto Goiânia/Uni Light Plus R$ 99,00
6 Uniodonto São José dos Campos/Branco R$ 62,70
7 Proteste/Inpao Dental Plus (só para associados) R$ 22,93
8 Unimed Odonto/Essencial Plus R$ 42,00
9 Belo Dente/Familiar e individual R$ 41,40
10 OdontoPrev/Odonto Ideal R$ 41,40

Segundo a pesquisa dos melhores planos odontológicos, dentre os planos acima, o que possui melhor cobertura é o Proteste/Inpao Orto Plus. Mas ele também possui a mensalidade mais cara. A pior cobertura ficou com o Uniodonto Goiânia/Uni Light Plus.

Em termos de carência para procedimentos como tratamento de canal, a nota máxima, correspondente aos menores prazos de carência, foi atingida pelos três primeiros planos da tabela e pelo Uniodonto Goiânia/Uni Light Plus.

Já os planos Inpao Dental, Unimed Odonto/Essencial Plus e OdontoPrev/Odonto Ideal foram mal nesse quesito, tendo atingido apenas 20% da nota máxima.

Mas o plano Belo Dente/Familiar e individual obteve nota ainda menor. Ele foi considerado o plano com pior prazo de carência para canal dentre os planos da tabela.

Porém, há muitos outros planos odontológicos no mercado nacional. Você pode consultar a avaliação das operadoras no site do Programa de Qualificação de Operadoras da ANS. No final da página, você pode consultar por nome, CNPJ ou Registro ANS.

Encontre os melhores planos odontológicos para você – é bom para sua saúde dentária e financeira.

+ O que é periodontia?

+ Plano Odontológico Unimed

+ Porto Seguro Odonto