Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Previdência é melhor que poupança?

Imagem de cofrinho para ilustrar post sobre previdência é melhor que poupança

Previdência é melhor que poupança?

A poupança é a modalidade de investimento mais conhecida dos brasileiros. Porém, nos últimos anos, muitas pessoas vêm optando pela previdência privada. Será que um plano de previdência é melhor que poupança?

Pensando no futuro

A vida não está fácil para ninguém, e não se sabe o que ocorrerá nos anos vindouros. Por isso, é fundamental iniciar um planejamento no sentido de ter alguma garantia no futuro.

As notícias recentes sobre o rombo no sistema de previdência pública no Brasil lançam certa insegurança quanto à aposentadoria dos trabalhadores.

Existe um temor concreto de que o sistema quebre, deixando à míngua beneficiários que contribuíram por muitos anos.

Devido a isso, a opção de investir na poupança ou em um plano de previdência privada tem se tornado atraente para a população. Principalmente como alternativa à previdência social.

Mas qual será melhor?

Para saber se previdência é melhor que poupança, ou o contrário, vamos analisar cada uma separadamente.

Poupança: popular, prática e paga pouco

Durante muito tempo, as cadernetas de poupança representaram a forma de investimento preferida do brasileiro médio.

O grande atrativo deste  investimento é a sua praticidade. A pessoa pode resgatar o dinheiro da poupança a qualquer momento, sem a incidência de imposto de renda.

Além disso, o FGC (Fundo Garantidor de Créditos) garante o ressarcimento de até R$ 250 mil para o titular da caderneta, na eventualidade do surgimento de algum problema com o banco.

Isso significa que, até o valor acima, o dinheiro que está na poupança está seguro, mesmo que o banco venha a falir.

Quanto ao rendimento, a poupança rende no máximo 0,5% ao mês, o que resulta em pouco mais de 6%.

Previdência: poupança forçada a longo prazo

Ao contrário da poupança, a previdência privada não possui garantia do FGC.

Além disso, para fazer resgates a curto prazo de um plano de previdência, você terá de pagar altas taxas.

Outra desvantagem é que os planos de previdência privada estão sujeitos à tributação do Imposto de Renda, nos modelos progressivo e regressivo.

Se você não possui disciplina para fazer aplicações mensais, a previdência apresenta o compromisso de pagar mensalmente.

Previdência é melhor que poupança?

Comparando as duas modalidades de investimento, podemos chegar à conclusão de que, em geral, um plano de previdência é melhor que poupança.

O rendimento da poupança fica muitas vezes abaixo da inflação. A rentabilidade da previdência privada varia conforme o plano, mas normalmente supera a da poupança. Mesmo com a incidência de impostos.

Evidentemente, no caso de você optar pela previdência, trate de pesquisar e escolher uma instituição conhecida e confiável.

+ Qual escolher: CDB ou poupança?

Se você convive com a possibilidade de resgatar subitamente o dinheiro aplicado, em uma emergência, a poupança ainda pode ser atraente para você.

Considere investir em uma aplicação de renda fixa. Há várias opções no mercado, com rentabilidade de aproximadamente 11% ao ano, e garantidas pelo FGC.

A poupança já teve seus dias de glória, mas eles pertencem ao passado.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre previdência, veja também como fazer a previdência dos seus filhos.

+ O que é LCI

+ LCI ou LCA, qual a melhor opção?