Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

8 erros de trânsito bobos que podem ser fatais

imagem de uma avenida vazia com a frase: erros de trânsito fatais

8 erros de trânsito bobos que podem ser fatais

Quando o assunto é trânsito, o que vem primeiro à sua cabeça? Provavelmente, os acidentes figuram as principais lembranças sobre o assunto e eles acontecem por inúmeros fatores.

No entanto, a maioria dos acidentes acontece por erros de trânsito que poderiam ser evitados com o uso do bom senso e da prudência ao volante.

Abaixo, listamos 8 atitudes que deveriam ser evitadas ao máximo pelos motoristas para um trânsito mais pacífico, justo e seguro para todos os usuários.

8 erros de trânsito fatais

Usar álcool antes de pegar as chaves do carro

Milhões são investidos todos os anos em campanhas de conscientização, toda hora no jornal aparece casos de mortes por ingestão de bebida alcoólica no trânsito, mas nada parece fazer com que a teimosia dê lugar ao respeito ao próximo.

Além de ser um ato criminoso – de acordo com a legislação vigente – beber ao dirigir é a causa de mais de 50% dos acidentes de trânsito no Brasil. O grande perigo está em a pessoa que bebeu ter a convicção de que está “boa” para dirigir, enquanto seus reflexos apontam justamente o contrário.

Dezenas de vidas são postas em risco quando uma única pessoa bebe e dirige em seguida. Sem falar que, desde novembro de 2016, a multa para quem dirige embriagado pode custar até R$ 5.869,40

Falar ao celular ou responder mensagens

A pressa do dia-a-dia faz com que tenhamos a constante sensação de estar com pressa e de que tudo é urgente.

O uso do celular ao volante ainda é muito comum e deveria ser evitado, já que a atenção fica completamente comprometida e um segundo de desatenção pode ser fatal.

Sem contar que dirigir mexendo no celular aumenta 400% da possibilidade de acidente. Melhor evitar esse risco, não é mesmo?!

Ultrapassar em local proibido

As faixas de trânsito existem para assegurar que todos possam trafegar de maneira segura.

No entanto, muitos desrespeitam as faixas de ultrapassagem em nome da pressa ou da falta de paciência em esperar um veículo mais lento.

Repensar esse hábito pode poupar vidas, inclusive a de quem está ao volante.

Não usar as setas

Muitos motoristas simplesmente ignoram a existência das setas, especialmente em cidades menores onde o trânsito não é tão agressivo quanto o das grandes cidades.

No entanto, fazer curvas ou parar sem sinalizar para os outros veículos é assumir a responsabilidade de causar danos e até acidentes mais graves.

Dirigir com sono

Pegar a estrada e não fazer paradas para chegar mais cedo é algo comum entre pessoas que viajam muito. Dirigir com sono é comparável à utilização de drogas ou álcool.

O reflexo fica comprometido e os pensamentos ficam lentos. Neste caso, é sempre indicado estar descansado e não exagerar em longas jornadas ao volante.

Não respeitar os limites de velocidade

Além de multa na certa, trafegar em velocidade acima da permitida pode causar atropelamentos e acidentes com outros veículos que andam mais devagar na pista.

Evite ser o espertinho e tenha um pouco de paciência em vias mais lentas.

A mesma regra vale para não seguir as regras de trânsito, por exemplo, dirigir em cima das faixas zebradas.

Grudar no veículo da frente

Mantenha sempre uma distância de pelo menos um veículo entre você e o carro da frente.

Isso pode ajudar a evitar colisões traseiras e um enorme prejuízo para você.

Não fazer manutenção

Negligenciar a manutenção do carro também causa mortes no trânsito! Verifique sempre se estão ok os seus faróis, seu freio e limpadores de vidro.

Tentar economizar com a oficina pode trazer um prejuízo bem maior em casos de acidentes. E no caso de uma viagem de carro, uma revisão no carro antes de pegar a estrada é fundamental para que ocorra tudo na perfeita paz.

Ficou curioso para mais ficas? Veja esses 8 itens simples que todo carro deveria ter.

+ Consultar multas de trânsito

+ Educação no trânsito